POLÍCIA

Polícia Civil inova e realiza pela primeira vez reunião gerencial por videoconferência

Publicado


.

Assessoria/Polícia Civil-MT

A Diretoria da Polícia Civil realizou nesta sexta-feira (22.05) a primeira reunião gerencial com as regionais da instituição por meio do sistema de videoconferência. Além do investimento em tecnologia, que otimiza tempo e agiliza a tomada de decisões, a videoconferência é uma tendência adotada no serviço público e empresas privadas diante da necessidade de prevenção à disseminação pelo novo coronavírus, evitando grandes aglomerações em ambientes fechados.

O encontro gerencial desta sexta-feira reuniu diretores da Polícia Civil na sede da instituição, interligados virtualmente com as 15 delegacias regionais, possibilitando a interação entre os participantes e discussão das pautas apresentadas.

O delegado-geral, Mário Dermeval Aravéchia de Resende, destacou que as reuniões por videoconferência possibilitam um ganho não apenas em tempo, como na economia de recursos e na agilidade na tomada de decisões. “É mais uma etapa de um longo processo que vem se desenvolvendo há mais de dois anos para concretizar o sonho de ver uma Polícia Civil tecnológica e amplamente conectada”, frisou o delegado-geral.

Leia mais:  PRF apreende tabaco para narguilé em Rondonópolis/MT

A reunião teve entre as pautas discutidas o reforço para que todas as unidades policiais observem e cumpram as normas sanitárias em relação à prevenção ao novo coronavírus. O delegado-geral adjunto, Gianmarco Pacola, explicou que uma nova portaria será divulgada pela instituição reforçando as medidas preventivas.

Investimento e agilidade

As câmeras de videoconferência fazem parte do investimento em tecnologia, no valor de R$ 4,5 milhões oriundo de um Termo de Ajustamento de Conduta celebrado com o Ministério Público Estadual que TI, com equipamentos modernos e maior capacidade de armazenamento de dados para dar suporte à implantação do inquérito eletrônico e demais sistemas utilizados pela Polícia Civil.  

O diretor de Interior, Walfrido Nascimento, reforça a agilidade trazida pela videoconferência, pois as demandas das regionais podem ser tratadas sem que aja necessidade de deslocamentos de grandes distâncias, como por exemplo das regionais localizadas em Alta Floresta, Juína, Guarantã do Norte e Vila Rica.

O delegado da regional de Vila Rica, Marcos Aurélio Dias Leão, elogiou a nova proposta de reunião gerencial e destacou a agilidade e economia com o formato adotado. “Cada viagem, em virtude da distância é bem cansativa, pois precisamos chegar, participar e logo retornar à regional. Para quem está em uma distância como por exemplo, a regional de Confresa, essa é uma ferramenta de importância tremenda, que também possibilita economia de combustível e no desgaste de viaturas. É o futuro para nossa instituição”.

Leia mais:  Drogas tiradas de circulação e suspeito detidos

As câmeras instaladas nas delegacias regionais são próprias para realização de videoconferências em salas de reunião. A Polícia Civil vai encaminhar também a todas as delegacias 450 webcams que serão utilizadas para gravação de oitivas, que faz parte do projeto de modernização tecnológica da instituição.

A reunião contou também com a participação dos dirigentes da Polícia Civil: diretora de Execução Estratégica, Daniela Maidel; diretor de Atividades Especiais, Fernando Pigozzi; chefe de gabinete da diretoria, delegado Newton Braga e coordenador de Gestão de Pessoas, delegado Arnon Osny Mendes Lucas.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
publicidade

POLÍCIA

Rotam prende três suspeitos com 16 pacotes de ecstazy

Publicado


.

Policiais do Batalhão Rotam prenderam três homens (18, 26 e 21 anos) com 16 pacotes das drogas ecstazy e MDMA, na noite de sexta-feira (05.06), nas cidades de Cuiabá e Várzea Grande. A polícia apreendeu o entorpecente após abordagem a um carro, no bairro Renascer, na capital.

Durante ronda pela Rua Nobres, os policiais consideraram que um Toyota Corolla estava estacionado de forma suspeita. Os policiais abordaram os dois ocupantes do automóvel.

Com o passageiro foi apreendido um pacote da droga ecstasy. Já com o motorista, a PM apreendeu cinco comprimidos da mesma substância. Embalagens plásticas e a quantia R$ 1.255 estavam no veículo e foram apreendidas na ação.

O passageiro do veículo disse à polícia que havia comprado os comprimidos da droga com o motorista e que na casa dele havia ainda mais do entorpecente. A PM foi até a residência do suspeito no bairro Jardim Ipase, em Várzea Grande.

Durante a diligência, um homem viu os policiais, tentou fugir e foi acabou detido. Na residência do motorista preso, os policiais apreenderam 14 pacotes de ecstazy e mais um pacote grande da droga MDMA.

Leia mais:  Após mulher ser agredida, PM fecha bar por venda de drogas e exploração sexual

Os três suspeitos foram conduzidos à delegacia por crime de tráfico de drogas.

Serviço

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do disque-denúncia 0800.65.3939. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes. 

Fonte: PM MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Agronegocio

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana