municipios

Polícia Civil esclarece homicídio com prisão de um dos envolvidos

Na ocasião, a vítima foi morta por uma paulada na cabeça e com vários golpes de faca. Em seguida, o corpo foi ocultado em uma região de mata

Publicados

em


Divulgação

Prisão

Polícia Civil esclarece homicídio em Nova Lacerda com prisão de um dos envolvidos

Um dos envolvidos em um homicídio ocorrido no mês de outubro na cidade de Nova Lacerda (546 km a Oeste) teve o mandado de prisão cumprido, nesta segunda-feira (30.12), após ser identificado em investigações da Polícia Judiciária Civil de Comodoro (644 km a Oeste). 

 

O suspeito, Wilian Lima Rocha, 25, e um comparsa (já identificado) são apontados como autores do homicídio que vitimou, José Moreira de Oliveira, o “Zé da Foice”, ocorrido no dia 21 de outubro, em Nova Lacerda.

 

Na ocasião, a vítima foi morta por uma paulada na cabeça e com vários golpes de faca. Em seguida, o corpo foi ocultado em uma região de mata, onde os envolvidos estavam fazendo uma roçada, sendo localizado somente no dia 29 de outubro, mais de uma semana após o crime.

 

Após cometerem o homicídio, os suspeitos fugiram, levando a motocicleta Honda CG da vítima.

 

Assim que foi acionada do crime, a equipe da Polícia Civil de Comodoro iniciou as investigações, conseguindo identificar os dois envolvidos no crime. Com a autoria definida, o delegado, Gilson Silveira do Carmo representou pela prisão preventiva dos suspeitos, decretada pela Justiça.

 

Após ser localizado, Wilian foi encaminhado a Delegacia de Comodoro, onde interrogado confessou o crime e disse que vendeu a motocicleta da vítima na cidade de Vila Bela da Santíssima Trindade, por 200 gramas de pasta base de cocaína.

 

As diligências continuam para dar cumprimento ao mandado de prisão contra o segundo envolvido no crime, também identificado pela Polícia.

 

*Com informações PJC MT

 

Comentários Facebook
Propaganda

Rondonópolis

Mais de 100 pessoas foram atendidas no mutirão contra o câncer de cabeça e pescoço no Ceadas

Publicados

em


O Centro Especializado de Apoio Diagnóstico Albert Sabin (Ceadas) realizou nesta sexta-feira (30) um mutirão de atendimento para diagnosticar precocemente ocorrências de câncer de cabeça e pescoço.

O mutirão, realizado em parceria com a Associação dos Pacientes Oncológicos de Rondonópolis (Apor), Consórcio Regional de Saúde Sul de Mato Grosso (Coress), Oncoprime, Clínica Sirius e Laboratório Célula, faz parte da programação da Secretaria Municipal de Saúde do “Julho Verde”, mês dedicado para ações que viam conscientizar a população quanto à prevenção e ao diagnóstico precoce da doença.

Segundo o Instituto Nacional de Câncer (Inca), os cânceres de cabeça e pescoço têm alto índice de mortalidade no país, e fazem parte os tumores de lábios, cavidade oral, faringe, laringe, cavidade nasal e tireoide.

“Uma vez diagnosticado precocemente, em fase inicial, a chance de cura é altíssima, em média 90% de possibilidade de eliminar a doença com o tratamento adequado”, destacou o médico Carlos Henrique Fortes Pereira, especialista em cirurgia de cabeça e pescoço, que coordenou o mutirão no Ceadas.

Ao todo, 114 pessoas de diferentes idades foram atendidas nesta sexta-feira. De acordo com o médico cirurgião Carlos Henrique, destas, seis passaram por biopsias de lesões suspeitas de câncer de boca e laringe.

“Caso o resultado seja positivo, serão encaminhadas para iniciar o tratamento adequado”, informou o médico, complementando que também foram agendadas 24 cirurgias para tratamento de lesões suspeitas de câncer de pele.

De acordo com o médico cirurgião, em Rondonópolis são realizadas de dez a 15 cirurgias oncológicas de cabeça e pescoço por mês. 

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana