POLÍCIA

Polícia Civil encerra semestre em Rondonópolis com incineração de mais de 1,5 tonelada de entorpecentes

Publicados

em


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT 

A Polícia Civil em Rondonópolis incinerou nesta quarta-feira (30) mais 400 quilos de entorpecentes. A droga foi apreendida no último domingo com um casal que recebeu R$ 8 mil para transportar o carregamento de Ponta Porã (MS) até Rondonópolis.

Com acompanhamento da Vigilância Sanitária e representantes do Ministério Público, Poder Judiciário, a droga foi incinerada em fornos de uma empresa no Distrito Industrial da cidade.

O entorpecente é liberado para incineração após realização de perícia oficial e autorização judicial.

Esta é a terceira incineração realizada em junho pela Derf de Rondonópolis. Nas semanas anteriores, a delegacia especializada incinerou uma tonelada de drogas, entre maconha e cocaína, que foram apreendidas entre dezembro passado e início de junho. Na semana passada, foram mais 252 quilos de entorpecentes incinerados, totalizando com o montante desta quarta-feira mais de 1,5 toneladas apreendidas. 

Apreensão de 398 tabletes

A Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Rondonópolis recebeu informações de que uma mulher teria ido a Mato Grosso do Sul e traria para a cidade um grande carregamento de entorpecentes.

A partir da informação obtida, a equipe da DERF iniciou a investigação e com a colaboração de unidades policiais do município e da Polícia Civil de Mato Grosso do Sul foi possível identificar o veículo utilizado pela suspeita, que foi monitorado com apoio da Polícia Rodoviária Federal.

DERFD%20ROO%2027062021.jpeg

No domingo, policiais da DERF, com apoio da PRF e da equipe da 1ª Delegacia de Rondonópolis, iniciaram o acompanhamento do veículo na BR-163 e durante a noite foi feita a abordagem. O veículo modelo Gol era conduzido pelo suspeito de 31 aos e a mulher estava como passageira. Com ele foram encontradas uma CNH em nome de outra pessoa e o contrato de locação do veículo.

Conduzidos à DERF, o homem disse que receberia R$ 5 mil para fazer o transporte do entorpecente e a mulher, de 23 anos, ganharia R$ 3 mil. Em checagem ao documento do veículo, os policiais constataram que a placa utilizada era falsa.  

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Propaganda

POLÍCIA

Suspeitos de sequestrar e matar ex-jogador de futebol são presos pela Polícia Militar

Publicados

em

A Polícia Militar do 11º Batalhão prendeu dois homens de 30 e 21 anos por sequestro e homicídio da vítima identificada como William Sant’Ana de 21 anos, na última sexta-feira (17), em Sinop.

Ele era ex-jogador de futebol e os suspeitos confessaram que participaram do crime e informaram onde haviam ocultado o corpo da vítima.

A ação contou com o apoio de policiais do Grupo Raio, do GAP (Grupo de Apoio) e da Agência Regional de Inteligência (ARI). Segundo o boletim de ocorrência, após a Polícia Militar solicitar análise local de uma tornozeleira eletrônica à ARI, foi verificado que o homem de 30 anos esteve na hora e no local do crime. Diante das informações, os policiais iniciaram patrulhamento pelo bairro Boa Esperança, em Sinop, e localizaram o primeiro suspeito.

Durante a abordagem, o suspeito confessou o crime e contou que a vítima teria praticado um crime de estupro e que durante o sequestro, dentro do carro, a quadrilha havia feito vídeochamada por celular mostrando a vítima para integrantes de uma organização criminosa. O suspeito contou ainda que ficou no carro, enquanto a vítima era executada e que chegou a ouvir dois disparos de arma de fogo.

O suspeito indicou para a PM o local que onde haviam escondido o corpo da vítima, uma mata de difícil acesso, às margens do Rio 15. Os policiais fizeram o isolamento da área e acionaram a Polícia Judiciária Civil.  O homem já preso pela PM informou ainda o envolvimento de um outro indivíduo, de 19 anos, que foi localizado no bairro Boa Esperança pela guarnição do RAIO.

O comparsa confirmou os fatos narrados pelo primeiro suspeito preso. Os dois homens foram encaminhados para a Delegacia. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil.

Fonte: PM MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana