POLÍCIA

Polícia Civil deflagra operação para prender líderes de associação criminosa atuante em Ribeirão Cascalheira

Publicados

em


Assessoria/Polícia Civil-MT

A Polícia Civil, através da Delegacia de Ribeirão Cascalheira, deflagrou na sexta-feira (30.07) operação para cumprimento de quatro  mandados de prisão contra líderes de associação criminosa atuantes no município.

A Operação Êxodo tinha o objetivo de desarticular o grupo criminoso que atua em Ribeirão Cascalheira e em outros municípios do médio Araguaia, na prática de diversos crimes, dentre eles tráfico de drogas, furtos  e entre outras ações violentas.

Os mandados tinham como alvo líderes da associação criminosa. Até o momento, três dos suspeitos foram presos e o quarto continua foragido.

Durante os cumprimentos foram localizados e recuperados parte de objetos e valores em espécie,  frutos de um furto ocorrido no município, além de armas, munições, drogas, materiais e apetrechos utilizados para o tráfico de entorpecentes.

Após localização da arma uma das suspeitas informou acerca da existência de munições, então a equipe se deslocou até a residência onde constatou a existência de outras munições, apetrechos utilizados para tráfico de drogas, porção de drogas , anotações dentre outros.

Os presos durante a operação foram conduzidos ao presídio Major Zuzi e à cadeia pública feminina em Nova Xavantina.

Participaram da operação a equipe da Delegacia de Ribeirão Cascalheira com apoio dos policiais civis de Água Boa, coordenados pelo delegado Sergio Luís Henrique de Almeida.

A operação foi coordenada pelo delegado de Ribeirão Cascalheira,  Sergio Luís Henrique de Almeida, com apoio de policiais civis de Água Boa.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Propaganda

POLÍCIA

PRF apreende cocaína na cidade de Pontes e Lacerda-MT

Publicados

em


Na noite de ontem, por volta das 19 horas, na BR 174, município de Pontes e Lacerda-MT, uma equipe da PRF realizava fiscalização em frente a unidade operacional quando deu ordem de parada a um Fiat Uno de cor branca, conduzido por um homem de 42 anos.

No momento da abordagem, o condutor apresentou certo nervosismo, e quando indagado sobre o destino da viagem, apresentou respostas contraditórias e desconexas. Ainda, após ser questionado novamente, desta vez sobre o seu passado, respondeu que já havia sido preso por tráfico de drogas em data pretérita.

Como consequência da situação, os policiais subiram o nível de suspeição da abordagem e optaram por realizar uma busca veicular aprofundada no veículo, momento em que foi encontrado um compartimento oculto por trás do para-choque traseiro do automóvel. Esse compartimento, conhecido vulgarmente como “mocó”, é feito de forma artesanal e especialmente parado para o transporte de substâncias ilícitas.

Ao abrir o compartimento, a equipe encontrou 24 tabletes de pasta base de cocaína, com peso total aproximado de 24,95 kg. O motorista disse ainda que receberia a quantia de R$ 3.000,00 (três mil reais) pelo serviço e que deixaria o carro em São Paulo (capital) para outra pessoa pegar.

Sendo assim, foi dada ordem de prisão ao abordado pelo crime de tráfico de drogas. Ele foi informado de seus direitos constitucionais e conduzido à Polícia Judiciária Civil de Pontes e Lacerda.

Fonte: PRF MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana