POLÍCIA

Polícia Civil deflagra operação de combate ao tráfico em Itiquira

Publicados

em

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Itiquira (357 km ao sul de Cuiabá), deflagrou na manhã desta sexta-feira (29.04), na Operação Disciplina para cumprimento de ordens judiciais contra suspeitos de envolvimento em crimes de tráfico de drogas e organização criminosa.

A operação contou com apoio da Delegacia Regional de Rondonópolis, 1ª e 2ª Delegacia de Polícia e Delegacia Especializada de Defesa da Mulher, do município. A ação resultou na prisão de três pessoas (dois homens e uma mulher), além da apreensão de drogas e dinheiro.

Ao todo 20 policiais civis, entre investigadores, escrivães e delegados, participaram da operação que foi deflagrada com base em investigações da Delegacia de Itiquira relacionadas ao tráfico de drogas doméstico e organização criminosa.

Durante a operação, dois homens foram presos por força de mandado de prisão, além de serem apreendidas porções de cocaína e dinheiro. Diante dos fatos, os dois suspeitos e a esposa de um deles foram autuados em flagrante por tráfico de drogas e associação para o tráfico.

Segundo o delegado, Felipe Neto, o nome da operação surge em convergência da maioria dos alvos serem reincidentes neste crime e também por terem praticado “salve” (espécie de castigo aplicado pela organização criminosa) em desfavor de moradores.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Propaganda

POLÍCIA

Polícia diz que agrônomo morto a tiros durante briga em Diamantino não tinha ligações com facção

Publicados

em

A polícia descartou a hipótese de que o agrônomo, Jonatan Roberto Garcia Parpinelli, de 36 anos, assassinado durante uma briga no Parque de Exposições de Diamantino (a 209 km de Cuiabá), nesse domingo (14.o8), tinha ligações com facção criminosas.

A hipótese de que ele teria ligação com alguma organização tinha sido levantada após as testemunhas relatarem que, durante o baile, um grupo de rapazes fez um sinal parecido com o usado por uma facção e outro grupo não gostou e repreendeu os rapazes. A briga teria começado em seguida, dentro do barracão do parque.

De acordo com o delegado Marcos Bruzzi, Jonatan era natural de Tangará da Serra, a 242 km de Cuiabá, mas estava morando em Diamantino há alguns meses.

“Vamos pegar o depoimento agora da testemunha chave, a única que estava com ele no momento do crime. A testemunha também foi espancada e vamos apurar se ela reconhece os suspeitos que já temos”, diz.

O caso – Segundo testemunhas disseram à Polícia Militar, dois grupos diferentes que estavam no local teriam começado uma briga. O agrônomo estava em um dos grupos.

A confusão foi impedida pelos seguranças da festa, mas logo em seguida um dos grupos de rapazes saiu do barracão e começou novamente a briga.

Nesse momento, um dos homens envolvidos, que estava armado, efetuou três disparos que atingiram Jonatan na altura do tórax. A vítima foi levada ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos.

Os policiais realizaram rondas pela cidade à procura do suspeito, com apoio da Força Tática, mas ele ainda não foi localizado.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

TECNOLOGIA

MATO GROSSO

Política Nacional

Mais Lidas da Semana