POLÍCIA

Polícia Civil cumpre prisão de autor de duplo homicídio ocorrido em 2015 em Rondonópolis

Publicados

em


Assessoria/Polícia Civil-MT

O autor do duplo homicídio que vitimou um casal no ano de 2015 na zona rural de Rondonópolis (212 km ao sul de Cuiabá) teve o mandado de prisão cumprido pela Polícia Civil, na tarde desta quarta-feira (07.04), durante ação da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP).

O suspeito de 41 anos foi identificado como autor do duplo homicídio que vitimou Agnaldo Bizerra, 41 anos e Alice Jacomassi, de 62 anos. E estava com a ordem de prisão preventiva expedida pela 1ª Vara Criminal de Rondonópolis pelo crime.

A execução das vítimas ocorreu em outubro de 2015, na zona rural próximo ao presídio da Mato Grande. Os dois corpos foram encontrados já sem vida com ferimentos de disparos de armas de fogo, próximos a um terreno argiloso, na propriedade de Alice.

Segundo as investigações, o crime teria sido motivado por um desentendimento entre o suspeito e as vítimas em razão de uma área e que perdurava por mais de seis meses.

Com a retomada das investigações, os policiais da DHPP descobriram o paradeiro do foragido, no assentamento Chico Mendes, próximo ao local do homicídio, local em que foi dado cumprimento ao mandado de prisão.

O suspeito foi conduzido à delegacia para as providências cabíveis e após ser apresentado à delegada Karla Peixoto Ferraz, foi encaminhado à unidade prisional ficando a disposição da Justiça.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Propaganda

POLÍCIA

Polícia Civil realiza diligências para apurar morte de mulher em hospital de Cuiabá

Publicados

em


Assessoria/Polícia Civil-MT

A delegada Luciani Barros Pereira de Lima, da 2ª Delegacia de Polícia de Cuiabá, determinou diligências investigativas para reunir informações que possam levar ao esclarecimento da morte de Keitiane Eliza da Silva, 27 anos, que foi a óbito na última semana, em Cuiabá, após passar por procedimentos cirúrgicos estéticos em um hospital na Capital.

Os prontuários médicos da vítima, que foram requisitados ao hospital onde Ketiane realizou as cirurgias, serão encaminhados ao Instituto de Medicina Legal, da Politec, cujos peritos médicos farão a análise dos documentos.

A delegada também aguarda o resultado final da necropsia, exame fundamental para entender a causa da morte e que está em elaboração pelo IML.

“A prioridade é o laudo da necropsia e antes das oitivas é de praxe analisar todos os documentos recebidos. É uma investigação bem complexa e técnica”, pontuou a delegada.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana