POLÍCIA

Polícia Civil apresenta inquérito eletrônico a membros do MPE que atuam no interior do estado

Publicado


.

Assessoria | Polícia Civil-MT

A Polícia Civil de Mato Grosso realizou a segunda videoconferência com membros do Ministério Público Estadual (MPE), na manhã desta sexta-feira (31.07) para tratativas do procedimento de funcionamento e integração do inquérito policial eletrônico implantado.

 

Cerca de 40 promotores de justiça das Promotorias Criminais do interior do Estado participaram do encontro on-line, realizada pela Diretoria-Geral da Polícia Civil e pela Coordenadoria de Tecnologia da Informação (COTI). Na última semana, no dia 22 junho, cerca de 50 promotores da região metropolitana participaram da reunião virtual.

A segunda videoconferência teve como principal objetivo tratar sobre a integração do inquérito policial eletrônico, do acesso que os promotores das Varas Criminais terão, e como será a forma de fiscalização do Ministério Público Estadual.

Durante a reunião foi explicado o funcionamento da nova plataforma de transmissão eletrônica ao Judiciário, do acesso on-line que está sendo desenvolvido pelos profissionais da Fábrica de Software, e a integração com o sistema PJe do Tribunal de Justiça, que possibilitará que o MPE realize o controle difuso e a fiscalização externa em tempo real, de forma rápida e segura.

 

Através da ferramenta, os membros das promotorias criminais terão acesso por meio eletrônico dos procedimentos policiais e peças que compõem o inquérito policial, além das fiscalizações de controle das atividades internas das unidades policiais que se mantêm com as mesmas garantias previstas na lei conforme Constituição Federal.

Conforme o delegado-geral adjunto que e presidiu, Gianmarco Paccola Capoani, a segunda videoconferência direcionada aos Promotores de Justiça atuantes na área criminal nas Comarcas do interior do estado foi muito produtiva pois eles tiveram a oportunidade de conhecer um pouco sobre o sistema GEIA.

 

“O assunto foi o esclarecimento quanto ao inquérito policial eletrônico, implantação e algumas anuências. Também foi apresentado aos membros do MPE a otimização e celeridade do novo formato de trabalho, bem como foram sanadas dúvidas e o aprimoramento dos procedimentos de agora em diante”, destacou Gianmarco Paccola Capoani.

Além do delegado-geral adjunto participaram da videoconferência, os servidores do COTI, Fábio Arruda Goes Ferreira e Ricardo Rodrigues Barcelar.

 

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
publicidade

POLÍCIA

Operação identifica beneficiários ilegais de auxílio federal e localiza foragidos da Justiça

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

A Polícia Civil de Poxoréu (251 km ao sul de Cuiabá) identificou usuários cadastrados para recebimento ilegal de benefício emergencial pago pelo Governo Federal. Duas pessoas que estavam na lista de beneficiários irregulares foram presas, contudo, em decorrência de mandados judiciais expedidos por outros crimes.

A operação “Keep Walking”, coordenada pelo delegado Rafael Fossari, foi deflagrada nesta quarta-feira (02.12), após diligências da Polícia Civil apurarem que havia pessoas que requereram o auxílio emergencial federal, mesmo estando com pendência com a Justiça.

Duas pessoas investigadas por receber o auxílio e que estavam foragidas da Justiça tiveram os mandados cumpridos pela Polícia Civil.

As ordens judiciais de prisão, cumpridas contra um homem e uma mulher, são oriundas dos estados de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. Os dois têm condenações por tráfico de drogas.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Agronegocio

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana