POLÍCIA

Polícia Civil apreende quatro armas de fogo após atendimento de violência doméstica em Mirassol D’Oeste

Publicados

em


Assessoria/Polícia Civil-MT

Quatro armas de fogo e munições foram apreendidas pela Polícia Civil, na segunda-feira (27.09), durante diligências realizadas pelos policiais da Delegacia de Mirassol D’Oeste para apurar uma ocorrência de violência doméstica envolvendo um casal de idosos.

Um homem de 52 anos, dono da propriedade em que as armas foram encontradas, foi preso em flagrante por posse ilegal de arma de fogo.

As diligências iniciaram após a vítima de 75 anos procurar a Delegacia de Mirassol D’Oeste relatando que o seu convivente tentou a agredir fisicamente e em posse de um revólver a ameaçou de morte e em seguida, a expulsou de casa.

Com base nas informações, os policiais realizaram diligências até a propriedade da vítima, onde localizaram o suspeito. Questionado sobre possíveis armas de fogo, ele passou a informação de que havia três armas de fogo em um sítio na comunidade Caeté.

Com base na denúncia, os policiais foram até a propriedade, onde apreenderam quatro armas de fogo tipo espingarda, uma que estava na estante da sala e outras três que estavam escondidas em baixos de galhos nos fundos do sítio.

Diante dos fatos, o dono da propriedade foi conduzido à Delegacia de Mirassol D’Oeste, onde após ser interrogado foi autuado em flagrante por posse ilegal de arma de fogo.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Propaganda

POLÍCIA

Autor de homicídio de vítima que sofreu tortura é preso pela Polícia Civil

Publicados

em

 

Por Raquel Teixeira

O autor de um homicídio qualificado ocorrido em março deste ano, em Várzea Grande, e identificado nas investigações da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa de Cuiabá (DHPP) foi preso nesta terça-feira, 26 de outubro, por equipes da unidade policial.

O investigado, de 18 anos, foi localizado no bairro 23 de Setembro e tentou fugir ao avistar os policiais civis. Ele pulou muros de residências, mas na fuga acabou encontrando de frente um dos investigadores da DHPP, que o deteve.

O homicídio pelo qual responde o investigado ocorreu no dia 10 de março deste ano e vitimou José Carlos Pereira da Costa, de 26 anos, encontrado aos fundos de uma região de motéis, em via pública, na área central de Várzea Grande. A vítima foi morta de forma cruel e o corpo apresentava sinais de tortura, uma lesão por esgorjamento (corte profundo na parte anterior do pescoço) e lesões causadas por arma cortante e arma de fogo.

A investigação da DHPP conduzida pelo delegado Olímpio da Cunha Fernandes Jr. apurou que o crime foi cometido por motivo banal e envolveu uma rixa por causa de um suposto furto de R$ 90,00 da vítima. Os policiais identificaram que o crime foi cometido por duas pessoas, um familiar da vítima e um amigo, uma delas presa nesta terça-feira.

Após cometer o crime, o investigado fugiu do bairro em que residia e não foi localizado durante as diligências. A prisão foi representada à 1a Vara Criminal de Várzea Grande, que deferiu o pedido diante dos elementos de autoria atribuídos ao rapaz investigado pelo homicídio.

Durante interrogatório na DHPP, ele se manteve em silêncio. O inquérito já foi finalizado e encaminhado à justiça em maio deste ano.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana