POLÍCIA

Polícia apreende carga de agrotóxico falsificado em Mato Grosso

Publicados

em

Na manhã de ontem, por volta das 08 horas, uma equipe de serviço da PRF procedeu à fiscalização de um caminhão VW em frente a unidade operacional de Primavera do Leste. O veículo era conduzido por um homem de 35 anos e transportava 500 galões de 20 litros de herbicida agrícola.

Durante o procedimento de fiscalização, suspeitou-se que tratava-se de produto falsificado, então os policiais entraram em contato com a empresa fabricante para saber da originalidade do material. Após o contato, os policiais conseguiram confirmar a falsidade do agrotóxico. Além disso, a empresa responsável pelo transporte possui como atividade principal cadastrada o comércio varejista de produtos saneantes domissanitários e não o transporte de produtos perigosos, caso em questão.

Analisando as imagens e codificação do lote nas embalagens, fica evidente que não estão no padrão estabelecido pela fabricante, de forma que o produto e o rótulo foram produzidos de forma fraudulenta.

No decorrer das atividades foi feita a apreensão de 10.600 kg de herbicida falsificado. Consigna-se, também, que uma equipe do INDEA acompanhou parte da fiscalização e deu suporte necessário aos policiais em relação às dúvidas relacionadas ao produto.

A carga e o autor foram encaminhados à Polícia Civil de Primavera do Leste para o desenrolar das providências cabíveis.

Fonte: PRF MT

Comentários Facebook
Propaganda

POLÍCIA

Autor de homicídio de vítima que sofreu tortura é preso pela Polícia Civil

Publicados

em

 

Por Raquel Teixeira

O autor de um homicídio qualificado ocorrido em março deste ano, em Várzea Grande, e identificado nas investigações da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa de Cuiabá (DHPP) foi preso nesta terça-feira, 26 de outubro, por equipes da unidade policial.

O investigado, de 18 anos, foi localizado no bairro 23 de Setembro e tentou fugir ao avistar os policiais civis. Ele pulou muros de residências, mas na fuga acabou encontrando de frente um dos investigadores da DHPP, que o deteve.

O homicídio pelo qual responde o investigado ocorreu no dia 10 de março deste ano e vitimou José Carlos Pereira da Costa, de 26 anos, encontrado aos fundos de uma região de motéis, em via pública, na área central de Várzea Grande. A vítima foi morta de forma cruel e o corpo apresentava sinais de tortura, uma lesão por esgorjamento (corte profundo na parte anterior do pescoço) e lesões causadas por arma cortante e arma de fogo.

A investigação da DHPP conduzida pelo delegado Olímpio da Cunha Fernandes Jr. apurou que o crime foi cometido por motivo banal e envolveu uma rixa por causa de um suposto furto de R$ 90,00 da vítima. Os policiais identificaram que o crime foi cometido por duas pessoas, um familiar da vítima e um amigo, uma delas presa nesta terça-feira.

Após cometer o crime, o investigado fugiu do bairro em que residia e não foi localizado durante as diligências. A prisão foi representada à 1a Vara Criminal de Várzea Grande, que deferiu o pedido diante dos elementos de autoria atribuídos ao rapaz investigado pelo homicídio.

Durante interrogatório na DHPP, ele se manteve em silêncio. O inquérito já foi finalizado e encaminhado à justiça em maio deste ano.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana