ENTRETENIMENTO

Pocah se emociona ao relembrar agressões: “Quase fiquei cega”

Publicados

em


source
Pocah
Instagram

Pocah

A cantora Pocah, de 26 anos, falou sobre relacionamentos tóxicos  no “Papo de Segunda”, no GNT. Segundo ela, um deles, inclusive, quase custou sua vida. “Eu vivi muitos anos com essa pessoa e comecei a namorar muito nova. Esse relacionamento ele é completamente conturbado, era infernal para mim e para quem estivesse ao meu redor. Minha família, meus amigos, era terrível e eu via o quanto era tóxico e as pessoas falavam o quanto eu tentava de todas as formas me livrar aquilo”, iniciou.

A funkeira não negou que, em determinado momento do relacionamento, sofreu agressões. “Havia agressões físicas, verbais e psicológicas, manipulação, meu temor a Deus. Sou uma pessoa que tenho uma ligação com Deus muito grande e essa pessoa usava a minha fé”, desabafou.

Ao se aprofundar nos episódios de violência, a funkeira revelou que quase ficou cega. “Eu dizia: O que você fez comigo? Eu quase fiquei cega do olho esquerdo’. Era pesado. Em diversos momentos fui agredida, queria ir embora e ele dizia que estava sendo usado pelo diabo e que aquilo era o testemunho da nossa vida e que a gente iria contar isso como uma vitória”, continuou ela, que ficou visivelmente emocionada.

Pocah ainda afirmou que tentou perdoar o namorado várias vezes, mas não resolveu. “Eu perdoei uma vez, perdoei duas vezes, três vezes e muito mais. Sabe porque? Porque eu tinha medo das ameaças que eu recebia. Tinha medo de morrer em diversos momentos em meio a essas brigas, achei que eu fosse morrer. A sensação que eu tinha é que eu já tava morrendo”, encerrou.


Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Propaganda

ENTRETENIMENTO

SBT recusa acordo com Rachel Sheherazade em processo de R$ 20 milhões

Publicados

em


source
Rachel Sheherazade e Silvio Santos
Divulgação

Rachel Sheherazade e Silvio Santos

O SBT não aceitou o acordo de conciliação na Justiça no processo contra Rachel Sheherazade. A jornalista pede indenização de R$ 20 milhões da emissora.

Segundo o portal ‘Notícias da TV’, o juiz Ronaldo Luís de Oliveira tentou a conciliação entre emissora e jornalista, mas o SBT contestou acusações de Rachel e rejeitou a tentativa. 

A jornalista, demitida em 2020 do SBT, iniciou o processo na Justiça no valor de R$ 20 milhões contra a emissora. Ela, que foi âncora do principal jornal da casa por quase 10 anos, acusa o canal e o dono, Silvio Santos, de assédio, censura e fraude. 

No processo que a Folha de S.Paulo teve acesso, a defesa da jornalista alega que a contratação como PJ (pessoa jurídica), visava fraudar a legislação trabalhista, fiscal e previdenciária. A prática, segundo Rachel, visava afastar o registro na carteira de trabalho e pagamento de direitos decorrentes do registro. 

Leia Também

A ação corre no TRT-2 (Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região), na 3ª Vara do Trabalho de Osasco, na Grande SP. No final do contrato, em 2020, Sheherazade faturava mais de R$ 200 mil por mês.

O processo também inclui a indenização por assédio e danos morais. A defesa da ex-apresentadora acusa o SBT de diminuir a participação nos jornais e reduzir a quantidade de matérias onde apareceria, apontando ser prática de censura. Uma troca de e-mails de um diretor da emissora anexada no processo diz que os textos de Sheherazade em redes sociais envergonham a ele e a colegas. 

Para ela, uma das atitudes de assédio mais graves foi durante a entrega do ‘Troféu Imprensa 2017’, em que a apresentadora teria sido tratada de modo “depreciativo, preconceituoso, vexatório, humilhante e constrangedor” por Silvio Santos.

Na ocasião, Sheherazade disse que foi contratada para dar opiniões, Silvio rebateu, dizendo que a contratou para “continuar com sua beleza”. 

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana