ENTRETENIMENTO

Pocah relembra agressão sofrida no passado: “Medo de morrer”

Publicados

em


source
Pocah relembra agressão sofrida no passado: “Medo de morrer”
The Music Journal Brazil

Pocah relembra agressão sofrida no passado: “Medo de morrer”

A cantora Pocah comentou sobre a agressão que sofreu de seu ex-companheiro no passado, quando ainda estava grávida. Ela relatou o ocorrido durante o programa Papo de Segunda , que foi veiculado na noite desta segunda-feira no canal pago GNT.

“Eu vivi muitos anos com essa pessoa e eu comecei a namorar muito nova”, iniciou Pocah . “Esse relacionamento, ele é completamente conturbado, era infernal pra mim e pra quem estivesse ao meu redor. Minha família, meus amigos, era terrível e eu via o quanto era tóxico e as pessoas falavam o quanto. Eu tentava de todas as formas me livrar daquilo” , desabafou a artista.

Pocah detalhou, também, as coisas que ela sofria no relacionamento abusivo: “Havia agressões físicas, verbais e psicológicas, manipulação, meu temor a Deus. So uma pessoa que tenho uma ligação com Deus muito grande e essa pessoa usava a minha fé”, disse.

“Eu perdoei uma vez, perdoei duas vezes, três vezes e muito mais. Sabe por que? Porque eu tinha medo das ameaças que eu recebia. Tinha medo de morrer em diversos momentos em meio a essas brigas, achei que eu fosse morrer. A sensação que eu tinha é que eu já estava morrendo” , revelou.

No final do programa, Pocah não se conteve e chorou, emocionada, agradecendo ao programa pela oportunidade de contar sobre a sua vida.

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Propaganda

ENTRETENIMENTO

SBT recusa acordo com Rachel Sheherazade em processo de R$ 20 milhões

Publicados

em


source
Rachel Sheherazade e Silvio Santos
Divulgação

Rachel Sheherazade e Silvio Santos

O SBT não aceitou o acordo de conciliação na Justiça no processo contra Rachel Sheherazade. A jornalista pede indenização de R$ 20 milhões da emissora.

Segundo o portal ‘Notícias da TV’, o juiz Ronaldo Luís de Oliveira tentou a conciliação entre emissora e jornalista, mas o SBT contestou acusações de Rachel e rejeitou a tentativa. 

A jornalista, demitida em 2020 do SBT, iniciou o processo na Justiça no valor de R$ 20 milhões contra a emissora. Ela, que foi âncora do principal jornal da casa por quase 10 anos, acusa o canal e o dono, Silvio Santos, de assédio, censura e fraude. 

No processo que a Folha de S.Paulo teve acesso, a defesa da jornalista alega que a contratação como PJ (pessoa jurídica), visava fraudar a legislação trabalhista, fiscal e previdenciária. A prática, segundo Rachel, visava afastar o registro na carteira de trabalho e pagamento de direitos decorrentes do registro. 

Leia Também

A ação corre no TRT-2 (Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região), na 3ª Vara do Trabalho de Osasco, na Grande SP. No final do contrato, em 2020, Sheherazade faturava mais de R$ 200 mil por mês.

O processo também inclui a indenização por assédio e danos morais. A defesa da ex-apresentadora acusa o SBT de diminuir a participação nos jornais e reduzir a quantidade de matérias onde apareceria, apontando ser prática de censura. Uma troca de e-mails de um diretor da emissora anexada no processo diz que os textos de Sheherazade em redes sociais envergonham a ele e a colegas. 

Para ela, uma das atitudes de assédio mais graves foi durante a entrega do ‘Troféu Imprensa 2017’, em que a apresentadora teria sido tratada de modo “depreciativo, preconceituoso, vexatório, humilhante e constrangedor” por Silvio Santos.

Na ocasião, Sheherazade disse que foi contratada para dar opiniões, Silvio rebateu, dizendo que a contratou para “continuar com sua beleza”. 

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana