POLÍCIA

PM prende em flagrante suspeito de tentativa de assassinato na área central de Cuiabá

Publicados

em


Policiais da 21ª Companhia de Polícia Militar prenderam em flagrante delito um homem de 37 anos, suspeito de tentativa de assassinato na Avenida Historiador Rubens de Mendonça (do CPA), na região da Vila Maria, área central de Cuiabá.

O crime ocorreu na madrugada desta segunda-feira (03.05), pouco depois da meia noite. Os policiais estavam abastecendo a viatura nas proximidades quando encontraram a vítima, homem de 36 anos, com o corpo coberto de sangue enquanto caminhava e tentava apoiar o braço atingido por golpes de faca.

Os policiais acionaram o Samu e descobriram, durante conversa com a vítima, quem seria o autor do crime. De acordo com a narrativa dos policiais, a vítima já não movimentava os dedos e foi levada às pressas para o Pronto Socorro do Hospital Municipal de Cuiabá.

O suspeito foi preso a menos de 200 metros do local. Ele estava deitado sob um arbusto tentando se esconder e ainda portava na cintura a arma usada na tentativa de assassinato, uma faca de serra. O suspeito e a arma foram entregues na Central de Flagrantes do Cisc Verdão, em Cuiabá.

Serviço

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do disque – denúncia 08000.65.3939. Nesse número sem custo de ligação, qualquer cidadão por informar situações suspeitas ou crimes.

Fonte: PM MT

Comentários Facebook
Propaganda

POLÍCIA

Depois de diversas tentativas de se esconder, foragido de MT por homicídio bárbaro é localizado no litoral catarinense

Publicados

em


Assessoria/Polícia Civil-MT 

A trajetória de fugas de um foragido da Justiça, que cometeu um bárbaro homicídio no interior de Mato Grosso, chegou ao fim com a captura do criminoso nesta segunda-feira (10), na cidade de Balneário Camboriú, no litoral catarinense. A prisão ocorreu depois de informações repassadas pela Gerência de Polinter e Capturas de Mato Grosso à Polícia Civil de Santa Catarina, que levaram à prisão do homem de 30 anos. 

A Polinter recebeu no início deste ano uma solicitação de apoio da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher de Cáceres para localizar o atual paradeiro do fugitivo, que foi identificado como autor de brutal homicídio ocorrido o em 11 de fevereiro de 2011, que vitimou Benedita de Paula Nunes, de 27 anos. A vítima foi cruelmente espancada e torturada até a morte e encontrada em sua residência totalmente despida e com várias lesões no corpo. O crime chocou moradores da cidade diante da gravidade e da forma cruel como a vítima foi morta.

Com o avanço das investigações realizadas pela DEDM de Cáceres e com a autoria do crime definida, após representação criminal da autoridade policial, o Poder Judiciário decretou em outubro de 2019 a prisão preventiva do investigado. Desde então, o autor do crime passou a ser considerado foragido da justiça.

Por diversas vezes, a Polícia Civil tentou capturá-lo, mas sem sucesso, pois ele se refugiava na Bolívia, de onde  retornou poucas vezes ao Brasil.

Em fevereiro deste ano, a Polinter chegou a enviar uma equipe a Cáceres, mas as buscas pelo foragido não tiveram êxito. Uma última tentativa foi realizada para localizá-lo em Goiânia, contudo, com os dados obtidos no decorrer das investigações, a equipe da Polinter conseguiu apurar o possível paradeiro do foragido, cujas informações levavam à região Sul do Brasil.

Em um trabalho em conjunto com a equipe do delegado Vicente Soares, da Divisão de Investigação Criminal de Balneário Camboriú, os policiais civis do município catarinense checaram prováveis locais onde ele poderia esta e com apoio da Polícia Militar local conseguiram realizar a prisão nesta segunda-feira.

As buscas pelo foragido contaram também com o auxílio da Delegacia Regional de Cáceres.

O mandado de prisão preventiva foi expedido pela 1ª Vara Criminal da Comarca de Cáceres, para onde o foragido deverá ser recambiado.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana