POLÍCIA

PM encontra cargas de milho e bebidas sem notas fiscais em Cocalinho

Publicados

em


Dois motoristas foram encaminhados à delegacia nesta quinta-feira (11.06), depois de serem parados em abordagens, na MT-326, cidade de Cocalinho (923 km de Cuiabá), por descaminho.

Equipes do Núcleo da PM pararam uma carreta Scania carregada de milho em grãos. Questionado, sobre a nota fiscal, o motorista de 57 anos, alegou que a carga tinha sido carregada na cidade de Gaucha do Norte com destino a uma empresa de grãos em Cocalinho.

Na segunda ocorrência, o motorista de 36 anos, foi parado. Ele dirigia um caminhão carregado de bebida alcoólica, energéticos e enlatados, tudo sem nota fiscal. O homem disse ter carregado o veículo na cidade de Goiânia com destino a cidade de Água Boa. As cargas e os veículos foram apreendidas.  

Serviço

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do disque-denúncia 08000.65.3939. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes. Exemplos: a presença de foragidos da Justiça com mandado de prisão em aberto e ponto de venda de droga.

Fonte: PM MT

Comentários Facebook
Propaganda

POLÍCIA

Mulher é autuada em flagrante por receptação de dinheiro proveniente de golpe

Publicados

em


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT 

Uma moradora do bairro Jardim das Flores, em Rondonópolis, foi autuada em flagrante na segunda-feira (24.01), pela Polícia Civil, por envolvimento em um golpe de estelionato contra uma vítima de Goiás.

A equipe da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Rondonópolis recebeu informações da Polícia Civil goiana sobre uma quadrilha que aplicou golpes pelo site OLX, com anúncios falsos de venda de caminhões. A vítima, da cidade de Itarumã, no interior de Goiás, foi lesada em R$ 45 mil.

Conforme a apuração, a moradora de Rondonópolis recebeu o dinheiro do golpe em sua conta bancária e foi autuada pelo crime de receptação.

Os policiais da Derf a localizaram em sua residência no Jardim das Flores. Aos investigadores, ela alegou que havia deixado seu celular no conserto e que não teria a senha de sua conta bancária, mas entrou em contradição várias vezes, pois o aplicativo da conta informada pode ser acessado por reconhecimento facial ou número de documento.

Ela foi conduzida à delegacia e o celular preendido para as investigações.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana