Cuiabá

PL autoriza Executivo a construir Hospital Público Veterinário em Cuiabá

Publicados

em


Da assessoria

Vereador Sargento Vidal solicita a imediata construção do hospital para atender animais domésticos, principalmente, de pessoas de baixa renda.
O PL de autoria do vereador Sargento Vidal visa garantir atendimento gratuito a animais domésticos de pessoas carentes.

O vereador Sargento Vidal (Pros) apresentou, durante a sessão ordinária desta quinta-feira (10.06), na Câmara de Cuiabá, um Projeto de Lei que autoriza a construção do Hospital Público Veterinário na Capital. Na unidade, será instituído o serviço de posto de atendimento veterinário gratuito, objetivando garantir o atendimento aos animais.&nbsp&nbsp

Vidal, que é defensor da causa animal e solicita a imediata construção do hospital para atender animais domésticos, principalmente, de pessoas de baixa renda, ONGs e protetores independentes devidamente cadastrados.
“No início do meu mandato, conversei com o prefeito a respeito da causa animal que é uma bandeira que defendo há mais de 30 anos. Falamos sobre o Hospital Público Veterinário no qual venho batalhando há mais de 10 anos destacando para o Executivo a necessidade e a falta que faz esse Hospital hoje para a nossa população. O prefeito, na época, me pediu um prazo de 90 dias para colocar as coisas no lugar e assim podermos conversar direito. Então hoje, passado o prazo de 90 dias, estou apresentando o Projeto de Lei para a criação, construção e implementação do Hospital Público Veterinário”, disse ele durante a sessão.
De acordo com o parlamentar, o atendimento será gratuito e irá oferecer todos os equipamentos e procedimentos necessários para o tratamento do animal, incluindo vacinas, remédios, castração permanente, cirurgia e tratamento pós-cirúrgico.
O PL define, para fins de tratamento de serviços hospitalar e ambulatorial, o sistema de castração de cães e gatos como controle de natalidade e sanitário a fim de resguardar a saúde pública da cidade. No entanto, o vereador ressaltou que fica vedado a eutanásia ou extermínio dos animais como forma de controle de natalidade ou sanitário, bem como qualquer tipo de procedimento que enseje maus-tratos disciplinado pela Lei Federal n. 14.064/2020.
“A proposição em tela consiste na realização de um sonho compartilhado por todos os protetores de animais, por aqueles que defendem a causa, vestem a camisa, suam e sacrificam o sustento de suas famílias. Vale salientar que a saúde e bem-estar dos animais interfere diretamente na saúde pública da população, haja vista que algumas doenças caninas e felinas são transmissíveis ao ser humano”, diz trecho do documento.
O parlamentar ainda destacou que não se pode jogar para escanteio algo de tamanha relevância à saúde pública de Cuiabá, principalmente, por afetar as famílias que cuidam e tornam como membro seus pets, mas que infelizmente não possuem condições de prover um tratamento adequado quando adoecidos, acarretando muitas vezes no abandono.

Luana Valentim/Gabinete Vereador Sargento Vidal

Comentários Facebook
Propaganda

Cuiabá

Criação da gestão Emanuel Pinheiro, programa Cata-treco deve fechar 1º semestre com 150 bairros atendidos

Publicados

em


Gustavo Duarte

Clique para ampliar

A Prefeitura de Cuiabá prevê fechar o primeiro semestre de 2021 com pelo menos 150 bairros atendidos pelo programa Cata-treco. Um levantamento feito pela Empresa Cuiabana de Zeladoria e Serviços Urbanos (Limpurb) aponta que, até o dia 17 deste mês, já alcançou 135 comunidades das regiões Norte, Sul, Leste e Oeste da Capital.

O Cata-treco é uma iniciativa criada pela gestão do prefeito Emanuel Pinheiro, ainda em 2017, e tem sido uma das principais ferramentas de limpeza pública utilizada pelos cuiabanos para dar a destinação corretas a materiais inservíveis. Por meio da ação, a população pode descartar objetos sofá, cama, porta, janela, e outros que não possuem mais utilidade.

A execução da atividade conta com equipes externas, formadas por motoristas dos caminhões e ajudantes, além da equipe interna que efetua o recolhimento das demandas no WhatsApp (65) 9 9243–6502. O cronograma de atendimento também é montado com base nas solicitações feitas por lideranças comunitárias e indicação de vereadores.

O Cata-treco é uma das criações da gestão Emanuel Pinheiro que rapidamente teve a adesão da população. Antes, o cidadão não tinha essa opção de poder descartar um objeto que não quer mais sem ter que sair de casa. É claro que isso pode melhor, estamos trabalhando para dar mais agilidade ao serviço e, ao mesmo tempo, também buscamos fomentar ainda mais a participação popular”, explica o diretor-presidente da Limpurb, Vanderlúcio Rodrigues.

De acordo com a Limpurb, a cada comunidade atendida, as equipes chegam a recolher uma média de 30 toneladas de resíduos sólidos. A partir desta etapa, todo material que pode ser reaproveitado é direcionado para as cooperativas de reciclagem e o restante encaminhado para o aterro sanitário.

“Além da facilidade ofertada à população, essa atividade ainda cumpre essa função social de contribuir com os trabalhadores que vivem da reciclagem. Esse é uma parceria positiva para todo os envolvidos. Outro ponto de importante destaque é que o Cata-treco evita o despejo irregular desses materiais, no ajudando no combate dos bolsões de lixo”

Segundo a Limpurb, Cuiabá chegou a ter mais de 300 áreas identificadas como locais de despejo ilegal de lixo. Atualmente, com a contribuição o Cata-treco, o número foi reduzido para cerca de 38. Ainda conforme o órgão municipal, todas essas áreas são monitoradas com o apoio da população e recebem constantes intervenções de limpeza.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana