POLÍCIA FEDERAL

PF prende homem por tentativa de fraude contra a CEF com documentos falsos

Publicados

em

Foz do Iguaçu/PR. Na tarde desta quinta-feira (12/05), policiais federais prenderam em flagrante um indivíduo que tentava sacar valores referente ao benefício de assistência social utilizando documentos falsos em uma agência bancária na cidade de Foz do Iguaçu.

O homem de 33 anos teria tentado aplicar o golpe em uma agência com documento de identidade falso, mas com a desconfiança da funcionária sobre a autenticidade da identificação apresentada, ele teria fugido do local.

Ao tomar ciência do ocorrido, equipes da Polícia Federal iniciaram um monitoramento a fim de identificar e localizar o suspeito e prendê-lo em flagrante.

No início da tarde, A PF conseguiu localizar o sujeito tentando aplicar novamente o mesmo golpe em outra agência da Caixa na cidade, ainda documento de identidade falso. Preso em flagrante, o indivíduo foi conduzido para a Delegacia de Polícia Federal para a realização dos procedimentos de praxe.

A PF ressalta que vem trabalhando em conjunto com a CEF para identificar e prender integrantes de quadrilhas especializadas em fraudes nos benefícios de assistência social. Qualquer informação pode ser encaminhada para nosso canal do disque-denúncia com completo sigilo e anonimato.

Comunicação Social da Polícia Federal em Foz do Iguaçu/PR

CS/PF/Foz

[email protected]

Disque-Denúncia

(45) 99116-8691 (telefone/Whatsapp)

Comentários Facebook
Propaganda

POLÍCIA FEDERAL

PF incinera aproximadamente 1,3 toneladas de entorpecentes no Amazonas

Publicados

em

Manaus/AM – A Polícia Federal realizou, nesta sexta-feira (24/6), a incineração de aproximadamente 1,3 toneladas de entorpecentes consistentes em cocaína e maconha do tipo skunk.

De janeiro a junho de 2022, a PF realizou a incineração de 7,28 toneladas de maconha e 118,6 quilos de cocaína.

O montante incinerado é fruto de diversas ações diretas da Polícia Federal, deste e anos anteriores, na circunscrição da Superintendência Regional no Amazonas, bem como de ocorrências apresentadas por outras forças de segurança pública do estado.

O trabalho para completa destruição da droga segue os procedimentos estabelecidos na Lei Antitóxicos (Lei n. 11.343/2006). O entorpecente é inserido, pelos policiais e equipe de apoio, num forno industrial e o processo químico é totalmente seguro e obedece a legislação de preservação ao meio ambiente.

Para a segurança da operação, é necessário o envolvimento de diversas equipes de policiais federais, o que garante a segurança da ação, preservação e escolta de todo material até a total destruição da droga.

Por fim, é importante mencionar que, ao longo do primeiro semestre de 2022, a Polícia Federal apreendeu cerca de 5,5 toneladas de entorpecentes e prendeu 52 pessoas por tráfico de drogas.

Comunicação Social da Polícia Federal no Amazonas

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

Mais Lidas da Semana