POLÍCIA FEDERAL

PF deflagra Operação Chão de Piche contra divulgação de imagens pornográficas envolvendo crianças

Publicados

em


São Paulo/SP – A Polícia Federal deflagrou hoje (29/7) a Operação Chão de Piche. Policiais federais deram cumprimento a três mandados de busca e apreensão. Uma pessoa foi presa na posse de um aparelho de telefone celular, no qual, após análise realizada pelos policiais, foi encontrado arquivo com diversas imagens que caracterizam cenas pornográficas envolvendo crianças e adolescentes.

 O investigado, um jovem de 22 anos, residia na Zona Oeste de São Paulo. Preso em flagrante, foi liberado mediante o pagamento de fiança, tendo em vista que o crime de posse de pornografia infantil possui pena não superior a quatro anos (art. 241-B, do Estatuto da Criança e Adolescente – ECA).

 O aparelho foi apreendido e enviado para perícia. Se após a análise do celular for confirmado que houve divulgação do conteúdo pornográfico na internet, o indivíduo poderá responder por conduta mais gravosa, a de divulgação de pornografia infanto-juvenil, crime apenado com até seis anos de reclusão (art. 241-A, do ECA).

Comunicação Social da Polícia Federal em São Paulo

Contato: [email protected]

(11) 3538-5013

*** O nome da operação “Chão de Piche” se refere a termos análogos das iniciais CP, por vezes utilizadas pelos criminosos em arquivos como forma de dissimular o termo “Child Pornography”, dificultando sua localização pelos investigadores.

Comentários Facebook
Propaganda

POLÍCIA FEDERAL

Operação Restituere combate crimes em processo de aquisição de armas de fogo

Publicados

em


Teresina/PI – A Polícia Federal deflagrou nesta sexta-feira (17/9) a Operação RESTITUERE, com a finalidade de reprimir crimes de falsificação de documentos utilizados em processos de aquisição de armas de fogo autorizados pela Polícia Federal. Foram cumpridos dois mandados de busca e apreensão nos endereços dos investigados nessa capital.

A investigação iniciou-se com a constatação da falsificação de laudos de aptidão psicológica e laudos de aptidão técnica ao manuseio de arma de fogo necessários para a instrução de processos autorizativos de aquisição de armas de fogo de uso permitido junto ao Sistema Nacional de Armas – SINARM – da própria Polícia Federal. No bojo dos processos suspeitos, constatou-se a atuação da mesma despachante representando os interessados e a inautenticidade dos laudos apresentados.

O cumprimento das medidas de hoje visa colher novos elementos probatórios para a investigação e identificar outros possíveis envolvidos e beneficiários dessa prática criminosa.

Observa-se que a autorização para a aquisição de armas de fogo de uso permitido é emitida pela Polícia Federal após o atendimento dos requisitos previstos na Lei nº 10.826/2003, Decreto nº 9.845/2019 e Instrução Normativa nº 201/2021 da Polícia Federal, cujas informações estão disponíveis no endereço eletrônico “www.gov.br/pf/pt-br/assuntos/armas”.

Os suspeitos poderão responder pelos crimes de falsificação e uso de documentos falsos previstos nos artigos 298 e 304 do Código Penal Brasileiro, com penas previstas de 01 a 05 anos de reclusão.

Comunicação Social da Polícia Federal no Piauí

Contato:  (86) 2106-4937/99451-8529

E-mail: [email protected]

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana