POLÍCIA FEDERAL

PF combate esquema milionário de tráfico de drogas no Pará

Publicados

em


Belém/PA – A Polícia Federal deflagrou hoje (20/4) a Operação Globin, decorrente de Inquérito Policial instaurado para apurar a atuação de um grupo criminoso dedicado ao tráfico internacional de drogas, no Pará. O grupo foi identificado como responsável por 380 kg de cloridrato de cocaína, apreendidos pela Polícia Federal no interior de uma residência no Distrito de Mosqueiro, em Belém/PA, no dia 17 de julho de 2019.

Cerca de 30 policiais federais deram cumprimento, em Ananindeua/PA, Benevides/PA e Abaetetuba/PA, a seis Mandados de Busca e Apreensão e a dois Mandados de Prisão Preventiva, expedidos pela 3ª Vara Criminal Federal – Seção Judiciária do Estado do Pará.

Durante as investigações, observou-se que a associação criminosa fazia uso de aplicativo de criptografia de alto nível para tratar sobre atividades ilícitas, utilizando-se também de complexo sistema de financiamento ao tráfico de drogas que movimentou mais de R$ 89 milhões.

Além da coleta de novos elementos de informações durante o cumprimento dos mandados judiciais, a Operação Globin logrou êxito no deferimento judicial de medidas de sequestro de bens móveis e imóveis avaliados aproximadamente em R$ 22 milhões, referentes a prédios, casa, cotas referentes a apartamentos em Resorts de Luxo, entre outros.

 

Comunicação Social da Polícia Federal no Pará

Instagram: @policiafederalpa

Facebook: @policiafederalpa

Twitter: /pfnopara

[email protected]

*** O nome da Operação refere-se a uma lenda colombiana, a qual faz alusão a um anjo que foi expulso do sono com a punição de andar pelos campos da terra, persuadindo jovens e adultos e provocando pesadelos, sonambulismo, raiva, perdimento de coisas, levando-os a vagar sem rumo. A alusão ao nome GLOBIN está ligada diretamente aos efeitos nocivos que a cocaína causa sobre o ser humano.

Comentários Facebook
Propaganda

POLÍCIA FEDERAL

Polícia Federal deflagra Operação Cozinheiro Fantasma em Marília/SP

Publicados

em


Marília/SP – A Polícia Federal deflagrou nesta sexta-feira (7/5) a Operação Cozinheiro Fantasma visando cumprir 4 mandados de busca e apreensão e 14 mandados de intimação no Município de Piraju/SP, com a finalidade de se obter provas referentes à investigação de fraudes ao benefício do seguro desemprego.

A investigação teve início a partir de denúncia do Posto de Atendimento ao Trabalhador do Município de Piraju/SP, informando o ingresso de 14 requerimentos de seguro desemprego com indícios de demissões fraudulentas envolvendo uma empresa localizada no Município de Osasco/SP, o que gerou prejuízo de aproximadamente R$ 80 mil aos cofres públicos.

Durante as buscas, foram apreendidos telefones celulares, HD’s de computadores e documentos, os quais serão analisados no interesse da investigação.

Os investigados poderão responder, no limite de suas responsabilidades, pelos crimes estelionato majorado (art. 171, § 3º, do Código Penal) e, eventualmente, pelo crime de associação criminosa (art. 288 do Código Penal).

O nome da operação decorreu da constatação de que os investigados nunca haviam desempenhado a função de cozinheiro indicada nos requerimentos de seguro desemprego apresentados ao PAT/PIRAJU.

Comunicação Social da Polícia Federal em Marília

Contato: (14) 3303-3000

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana