BRASIL E MUNDO

Pesquisadores elaboram dicionário das características sensoriais do chá-mate

Publicados

em


A partir de agora, assim como o café e o vinho, o chá-mate possui um léxico próprio, ou dicionário, contendo atributos, definições e referências para descrever com mais detalhes as características sensoriais da bebida.

É um trabalho inédito, resultado de um estudo desenvolvido no âmbito do programa Cientista Visitante, da pesquisadora Rossana Catie Bueno de Godoy, da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) Florestas. Ela teve a orientação do professor Edgar Chambers V, do Sensory and Consumer Research Center, da Universidade do Estado do Kansas (K-State), nos Estados Unidos.

“O desenvolvimento de um léxico representa um dos primeiros passos para a melhoria da classificação do chá-mate, e de sua padronização no mercado, ações que irão se refletir na fidelização dos consumidores, que terão condições de escolher produtos de acordo com sua preferência”, afirmou a cientista da Embrapa. Ela explica que o léxico do chá-mate é um tipo de dicionário que contém atributos, definições e referências para descrever a cor, o aroma e o sabor do produto.

A expectativa é que o léxico do chá-mate revitalize toda a cadeia produtiva da erva-mate. A indústria se beneficiará com a reclassificação dos produtos. Gerentes de cultivo de erva-mate poderão direcionar a produção de chá tendo como alvo as características desejadas para a bebida. Os fabricantes poderão empregar os atributos para diferenciar itens, categorizar a matéria-prima, otimizar processos e desenvolver novos produtos.

Com informações do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento

Fonte: Brasil.gov

Comentários Facebook
Propaganda

BRASIL E MUNDO

Ministro da Saúde do Paraguai cai após protestos por má gestão da pandemia

Publicados

em


source
Julio Mazzoleni, ministro da Saúde do Paraguai, perdeu o cargo após protestos populares
Reprodução

Julio Mazzoleni, ministro da Saúde do Paraguai, perdeu o cargo após protestos populares

O ministro da Saúde do Paraguai , Julio Mazzoleni, pediu demissão nesta sexta-feira (5), após protestos populares pela má gestão da pandemia no país, que vive alta de casos e enfrenta lentidão na campanha de vacinação. Na véspera, parlamentares pediram sua saída do cargo, mas sua primeira reação foi negar o pedido do Senado, até reunir-se com o presidente  Mario Abdo Benítez , pressionado, e deixar o cargo.

“Concordamos juntos em eu sair… para proporcionar a paz de que precisamos para enfrentar esse desafio”, disse Mazzoleni após encontro com o presidente paraguaio. Para o seu lugar, foi nomeado o dr. Julio Borba, vice-ministro.

Até esta sexta, o Paraguai havia vacinado apenas 0,1% de sua população, de acordo com os dados oficiais. O país sul-americano tem mais de 165 mil casos confirmados do novo coronavírus, além de 3.526  mortes, de acordo com o governo. Há temor de colapso do sistema de saúde nacional nas próximas semanas, o que motivou os pedidos de afastamento do então ministro Mazzoleni e os protestos populares, que reuniram grandes números de pessoas aglomeradas.

Em Assunção , capital paraguaia, manifestantes se reuniram exigindo a renúncia do presidente Mario Abdo Benítez. Mesmo após afastamento do ministro da Saúde, os atos continuaram e a noite foi marcada por confrontos. Outros protestos também ocorreram ao longo do dia em Ciudad del Este.

Fonte: IG Mundo

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana