BRASIL E MUNDO

Pazuello retorna ao Exército após ser exonerado do Ministério da Saúde

Publicados

em


source
Pazuello retorna ao Exército após ser exonerado do Ministério da Saúde
Reprodução: iG Minas Gerais

Pazuello retorna ao Exército após ser exonerado do Ministério da Saúde

O general Eduardo Pazuello , exonerado do cargo de ministro da Saúde, retorna oficialmente à ativa do Exército . Uma portaria publicada no Diário Oficial da União nesta sexta-feira (26) determinou a volta do militar ao quadro ‘ ativo ‘.

O comandante do Exército, general Edson Leal Pujol, assinou a portaria que trouxe Pazuello novamente ao Exército. Esse retorno é realizado de maneira retroativa , ou seja, vale desde 23 de março, data da exoneração


Enquanto esteve à frente da pasta da Saúde , o ex-ministro seguia como ” agregado ” das Forças Armadas . Ou seja, o militar estava ‘ emprestado ‘ ao executivo federal desde 28 de abril de 2020 quando passou a ser secretário-executivo do ex-ministro da Saúde, Nelson Teich .

Comentários Facebook
Propaganda

BRASIL E MUNDO

‘Queiroga com certeza será reconvocado à CPI’, diz Omar Aziz

Publicados

em


source
 'Queiroga com certeza será reconvocado à CPI', diz Omar Aziz
Reprodução

‘Queiroga com certeza será reconvocado à CPI’, diz Omar Aziz

O senador e presidente da CPI da Covid , Omar Aziz (PSD-AM), se posicionou sobre o depoimento do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, como a “grande decepção” da comissão até o momento. Em relação as falas pouco objetivas, Aziz reiterou que Queiroga “com certeza” será reconvocado. As falas foram reproduzidas em uma entrevista no YouTube para o canal do historiador Marco Antônio Villa.

O motivo que levou o presidente da comissão em buscar uma nova audiência para ouvir Queiroga é a constante contradição entre as diretrizes do Ministério da Saúde e as políticas públicas do governo Bolsonaro .

Queiroga declarou inúmeras vezes que não se pronunciaria em seu depoimento pois não havia um protocolo de tratamento para a covid-19 elaborado pela Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no SUS (Conitec).

Renan Calheiros declarou no último sábado (08) que a estratégia adotada pelo cardiologista comandante do Ministério da Saúde de não responder objetivamente as perguntas é uma outra maneira de “não falar a verdade”.

Aziz ratificou o posicionamento de Calheiros ao declarar que “a gente perguntava se ele era a favor da cloroquina – e ele não citava a palavra cloroquina, falava em ‘fármacos’ -, ele jogava para a Conitec”.


O presidente da CPI argumentou que o posicionamento de Queiroga visa “não magoar o chefe” e que as contradições existentes dão base para que o ministro seja reconcado”.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana