POLÍCIA

Patrulha Maria da Penha da PMMT participa de curso nacional promovido pelo Ministério da Justiça

Publicados

em


A coordenadora Estadual da Patrulha Maria da Penha da Polícia Militar, tenente-coronel Emirella Martins foi uma das participantes do “Curso Nacional de Capacitação para Atendimento às Mulheres Vítimas de Violência Doméstica e Familiar”. A capacitação foi oferecida pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), em Brasília.  

O curso faz parte das estratégias do Governo Federal para aprimorar o atendimento e acolhimento as vítimas de violência doméstica e familiar e reuniu entre os dias 20 e 24 deste mês, policiais militares e bombeiros de todo o país.  

Representado a Polícia Militar de Mato Grosso, a tenente-coronel Emirella Martins, coordenadora estadual da Patrulha Maria da Penha, ressalta que a experiência permitiu a ela aprimorar os conhecimentos sobre temáticas de prevenção e enfrentamento à violência praticada contra a mulher, por meio de aulas ministradas por especialistas em relações de gênero e novas ferramentas e atuação de acordo com a legislação. 

“A troca de experiência entre os Estados enriqueceu muito o curso. Ouvimos boas práticas de polícias militares que podem ser implementadas em nosso estado e outras que corroboram com o trabalho que já estamos realizando em Mato Grosso. Ainda há muito por fazer, mas estamos no caminho certo e, à medida em que os apoios se efetivem, conseguiremos proteger mais mulheres e ajudar mais famílias,” destacou a tenente-coronel. 

Tenente- coronel Emirella Martins destacou que as ações do Programa Patrulha Maria da Penha realizadas pela PM não cessam. “Em Mato Groso, a Polícia Militar intensificou as ações com o efetivo de mais de 2.044 policiais, por meio da Operação Nacional Maria da Penha, entre 20 de agostos e 20 de setembro. Na operação, os nossos policiais realizaram mais de 3.836 atendimentos relacionados a violência doméstica, mais de 1.190 mulheres foram atendidas especificamente pelas equipes da Patrulha Maria da Penha da PMMT”, explicou Emirella. 

Neste primeiro semestre de 2021, a Patrulha Maria da Penha da PMMT já realizou mais de 6 mil atendimentos a mulheres vítimas de violência doméstica. Nesse período, não houve registro de feminicídio entre as assistidas pelo programa no Estado.  

A Patrulha atuou em 36 descumprimentos de medidas protetivas, efetuando 12 prisões dos agressores em flagrante delito e a comunicação aos juízes competentes nos demais casos. Receberam a visita solidária 1.257 mulheres. Total de 1.558 visitas realizadas pelos policiais do programa da PM. 

Fonte: PM MT

Comentários Facebook
Propaganda

POLÍCIA

Estelionatário que usava dados de vítimas para fazer compras pela internet é preso pela Polícia Civil em Sorriso

Publicados

em


Assessoria/Polícia Civil-MT

Um estelionatário que utilizava dados pessoais de vítimas para realizar compras fraudulentas pela internet foi preso em flagrante pela Polícia Civil, na quarta-feira (20.10), durante investigações da Delegacia de Sorriso (449 km ao norte de Cuiabá). O golpista de 27 anos confessou o crime e foi autuado em flagrante por estelionato.

As investigações iniciaram após os policiais da Delegacia de Sorriso serem comunicadas pela vítima de que uma pessoa estava usando o seu nome indevidamente para realizar compras pela internet.

Segundo o comunicante, o estelionatário comprou um capô de veículo Gol G$/Parati/Saveiro, pelo valor de R$ 1.137, que seria entregue em um endereço no bairro Jardim Amazônia.

Com base nas informações, os policiais foram até o endereço indicado, onde foram recebidos pelo suspeito, que admitiu ter feito a compra mediante fraude pela internet, utilizando nome de terceiro.

Diante dos fatos, o capô foi apreendido e o suspeito conduzido à Delegacia de Sorriso, onde após ser interrogado, foi autuado em flagrante por estelionato pela internet.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana