ENTRETENIMENTO

Patrícia Pillar lamenta mortes no Jacarezinho: “A barbárie não pode se instalar”

Publicados

em


source
Patrícia Pillar
Reprodução Instagram

Patrícia Pillar


Patrícia Pillar recorreu às redes sociais para mostrar a sua indignação com a chacina causada por uma atividade da Polícia Civil que vitimou vinte e cinco pessoas no Complexo do Jacarezinho, nesta quinta-feira (6), e se solidarizar com “famílias que perderam alguém em nome dessa batalha sem sentido”. Para ela, foi a atuação mais letal da história do Rio de Janeiro.

Ao dar voz aos sentimentos e pensamentos, a estrela da Globo afirmou que, “assim como aconteceu após todas as outras operações, o tráfico não acabará, sequer terá alguma diminuição” e que “já são anos que essa guerra insana às drogas é usada para justificar o assassinato de pessoas pobres e, na maior parte, pretas pelas forças do Estado”.


Depois, lembrou que “nós não temos pena de morte! Não é a polícia, o governador ou o presidente que devem decidir quem vive ou morre. A barbárie não pode se instalar aqui”. Nos comentários, uma internauta fez coro à reflexão, justificando que “ninguém tem direito de tirar a vida de ninguém”. Já outro seguidor lamentou: “Já se instalou, Patrícia. O Brasil está ao deus-dará”.


Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Propaganda

ENTRETENIMENTO

Enteado de Marcos Oliver morre após cair de prédio em Santos, São Paulo

Publicados

em


source
Enteado faleceu após cair do 11º andar
Reprodução

Enteado faleceu após cair do 11º andar

O enteado do ator e modelo Marcos Oliver, Lorenzo, morreu nesta sexta-feira (18), após cair da cobertura de um prédio em Santos, litoral de São Paulo. Segundo informações, o garoto de 11 anos estava com a irmã mais velha no apartamento. 

De acordo com o repórter do Melhor da Tarde, Oliver e a mãe do garoto estavam em Taubaté, interior de São Paulo. “O que temos de informação é que a escola onde ele estudava emitiu uma nota de pesar. Ele era um jovem que gostava de brincar de bola e morava na cobertura deste prédio no canal 3, em Santos, perto da praia”, disse o repórter João Leite.

O zelado do edifício foi uma das primeiras pessoas a encontrar o garoto após o acidente. “

Fui tomar café da manhã quando vi aquele vidro chacoalhando. Quando procurei, alguém mostrou para mim que alguém havia caído. Chegou polícia, bombeiro e isolaram a área. Trabalho aqui há 27 anos e nunca vi uma história dessas”, lamentou.

O delegado do caso disse que “não existe indicativo de um homicídio”. “Muito provável que tenha sido uma queda acidental. A priori, parece que ele se desequilibrou”, disse Jorge Álvaro Gonçalves Cruz. Ainda segundo o delegado, a área da cobertura é telada, exceto por uma pequena parte, onde há um jardim ornamental.

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana