mato grosso

Parceria entre Governo e Prefeituras irá asfaltar 421 Km de Rodovias

Publicado

Um total de 420 quilômetros de rodovias em Mato Grosso serão asfaltadas pelo Governo do Estado em parceria com 12 prefeituras, como resultado de um novo modo de trabalhar do Poder Público que valoriza e prioriza as cooperações junto aos municípios para obras de infraestrutura.

Da extensão prevista, 139 quilômetros já estão com obras em andamento, nas cidades de Porto dos Gaúchos, Ipiranga do Norte, Itanhangá e Aripuanã. Outros 223 quilômetros terão as obras iniciadas ainda neste ano. Já 57,50 quilômetros deverão ser asfaltados em razão de proposta de parceria de cooperação ainda em análise. Os investimentos para a execução dessas  obras  são de aproximadamente R$ 348 milhões de recursos do Fundo Estadual de Transporte e Habitação (Fethab).

Firmadas pela Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra) diretamente com as prefeituras, as cooperações garantem a execução de obras de qualidade, com menores custos e possibilitam a realização de melhorias de infraestrutura em mais de regiões de Mato Grosso.

“Na condição de vice-governador e com toda a equipe da Sinfra tivemos a oportunidade de, nestes um ano e 9 meses, atuar firmemente para ajudar na construção e recuperação das rodovias de Mato Grosso. Conseguimos, eu e o governador Mauro, retomar mais de 100 obras.  Nós estamos consertando o Estado de Mato Grosso. Contrariamos alguns interesses. Tomamos medidas difíceis. Mas é preciso entender que essas medidas precisam ser tomadas e estamos vendo agora os resultados, com as entregas e a volta da capacidade de investimento do Estado”, disse o vice-governador Otaviano Pivetta, importante articulador para que as parcerias fossem concretizadas.

Governo de Mato Grosso asfalta 420 Km de rodovias em parcerias com prefeituras

Até o momento já foram formalizadas 11 cooperações com as prefeituras de São Félix do Araguaia, Canabrava do Norte, Santo Afonso, Tangará da Serra, Porto dos Gaúchos, Ipiranga do Norte, Itanhangá, Aripuanã, Sorriso, São José do Rio Claro e Nova Maringá para obras de pavimentação. Está previsto ainda a cooperação com a prefeitura de Paranaíta, cuja proposta está em análise.

Além dos municípios com as obras em andamento, as demais cidades com cooperações formalizadas já estão com processos em curso para dar início às pavimentações.  Pela cooperação a Sinfra é que realiza a licitação das obras, excluindo alguns serviços que serão executados diretamente pelas prefeituras, dentro do limite territorial de cada uma.

Já as prefeituras ficam responsáveis pela execução de serviços como terraplanagem, recomposição ambiental e sinalização das vias, por exemplo. Neste modelo de cooperação não há transferência de recursos aos municípios.

Segundo o secretário de Estado de Infraestrutura e Logística, Marcelo de Oliveira, esse novo método de executar obras, adotado nesta administração do Governo do Estado, tem sido vantajoso para o Estado, pois está sendo possível avançar com as obras a um custo mais justo.

Isso porque as licitações realizadas têm apresentado uma média de 25% de redução nos valores das obras, em razão de que os municípios são responsáveis pela licitação de alguns itens, que seriam de responsabilidade da Sinfra caso não houvesse a cooperação.

Obras na MT-129  em Porto dos Gaúchos

Obras em andamento

Dos 139 quilômetros que já estão com obras em andamento, são realizadas as obras em 64,13 quilômetros na rodovia MT-220, no trecho que vai do entroncamento da BR-163 até o entroncamento da MT-170, em Porto dos Gaúchos.  Em Itanhangá é realizado o asfaltamento dos 11,29 quilômetros da rodovia MT-242, do município até Ipiranga do Norte.

Já na cidade vizinha, Ipiranga do Norte, está em execução o asfalto em 22,14 quilômetros na rodovia MT-010, do trecho do entroncamento da MT-484 até o entroncamento da MT-242.  Com a conclusão das obras, os municípios de Porto de Gaúchos, Itanhangá, Ipiranga do Norte, Lucas do Rio Verde e Sorriso estarão todos interligados por vias asfaltadas.

Em Aripuanã é realizado o asfaltamento de 41,69 quilômetros da MT-208, no trecho que vai da sede da cidade de Aripuanã até Passagem do Loreto, no entroncamento da MT-418. Essa obra é a primeira ligação asfáltica do município e vai facilitar o acesso às cidades de Colniza e Juruena e a região Noroeste do Estado.

Obras a iniciar

Já entre as obras que foram formalizadas e deverão iniciar ainda neste ano está a pavimentação de 34,4 quilômetros da MT-485, conhecida como Estrada do Morocó, localizada na divisa entre os municípios de Sorriso e Santa Rita do Trivelato. Também será realizado o asfaltamento de 81 quilômetros das rodovias MT-492 e MT-249 para interligar as cidades de Nova Maringá e São José do Rio Claro por vias pavimentadas.

Obras em Ipiranga do Norte já estão em estágio bem avançado

Será iniciada ainda a pavimentação de 69 quilômetros da MT-109, do trecho que vai do entroncamento da MT-322/BR-080 até o entroncamento da MT-412, em São Felix do Araguaia. Além dessas obras, serão asfaltados 37,61 quilômetros da MT-240, do trecho que vai do entroncamento da MT-240/MT-358, em Tangará da Serra, até o fim da pavimentação urbana do município de Santo Afonso.

Parcerias a formalizar

Além das obras já citadas, está previsto a execução da pavimentação 57,50 quilômetros da MT-206, em Paranaíta. A proposta de cooperação já está em análise pela Sinfra e deve ser formalizada nas próximas semanas.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
publicidade

mato grosso

Cão fareja droga em roupa de cama e impede entrada na Mata Grande

Publicado


Aproximadamente 300 gramas de substância análoga a maconha foram encontrados em roupas de cama que seriam entregues a um reeducando da Penitenciária Major PM Eldo Sá Corrêa (Mata Grande), em Rondonópolis (215 km ao Sul de Cuiabá). Na manhã desta quinta-feira (29.10), um dos cães farejadores que compõem o canil da unidade e que estava no corpo de guarda identificou o odor em um cobertor e um colchão.

Ao perceber o comportamento do animal, um homem que levou o material conseguiu fugir. Já uma mulher que estava mais próxima do corpo de guarda alegou que é menor de idade, e foi encaminhada para o Centro Integrado de Segurança e Cidadania (CISC) da cidade, para as providências necessárias.

Desde que os cães foram integrados ao canil da Penitenciária, em 2016, já foram frustradas várias tentativas de inserir objetos ilícitos na unidade. “É uma ação complementar às medidas de segurança que já temos na unidade, como o scanner corporal, a torre de vigilância, e a expertise do policial penal, que tem funcionado muito bem”, analisa o diretor da Mata Grande, Ailton Ferreira.

O canil possui atualmente seis cachorros, sendo quatro de guarda e dois farejadores. Os que exercem o faro ficam no corpo de guarda, em regime de revezamento, todos os dias, das 7h às 17h. Eles recebem todos os cuidados básicos necessários e tratamento, caso seja necessário, sob supervisão de um profissional zootecnista.

Direito do reeducando

A entrega de materiais de higiene pessoal e roupas de cama e de uso pelo reeducando é direito assegurado pela Lei de Execuções Penais (LEP), e pode ser feita por familiares, após a entrada do reeducando na unidade penal. Para isso, o procedimento de revista é adotado, a fim de evitar a entrada de materiais ilícitos, como drogas, celulares, entre outros.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Agronegocio

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana