AGRO & NEGÓCIO

Parceiros articulam fortalecimento de pesquisas e transferência de tecnologias em Arapiraca (AL)

Publicados

em


Pesquisadores da Embrapa participaram, na quarta (14), em Arapiraca, no Agreste de Alagoas, de reunião com parceiros para discutir e articular o fortalecimento de pesquisas com mandioca, grãos e hortaliças no município e entorno.

O anfitrião do encontro foi o secretário de Desenvolvimento Rural de Arapiraca, Hibernon Cavalcante, que recebeu Antonio Santiago, pesquisador da Embrapa Tabuleiros Costeiros (Aracaju, SE) baseado em Alagoas, e Flávia Teixeira, pesquisadora da Embrapa Hortaliças (Brasília, DF) atualmente baseada na nova Unidade sediada em Maceió, a Embrapa Alimentos e Territórios. 

A reunião contou com a participação de assessores e técnicos da Secretaria do Desenvolvimento Rural da Arapiraca e Emater-AL, e teve como foco a implementação de ações de pesquisa e transferência de tecnologias voltadas à cultura de mandioca e hortaliças para técnicos e produtores do município já para 2021. 

Santiago já vem há alguns anos coordenando estudos e ensaios de campo com mandioca na região de Arapiraca e municípios vizinhos, tradicional produtora da raiz e de hortaliças, sempre em parceria com os governos municipais e estadual.

“A ideia é fortalecer as parcerias para retomarmos e intensificarmos esses estudos de competição de cultivares de mandioca para a indústria e implantarmos ensaios com cultivares voltadas para a alimentação animal, além hortaliças como cenoura e alface, feijão e pesquisas com milho dentro da já consolidada atuação da Comissão Estadual de Grãos”, explica Santiago. 

Com aproximadamente 180 produtores atuando numa área de 250 hectares, segundo dados da Prefeitura Municipal, a produção de hortaliças em Arapiraca, apresenta, anualmente, faturamento bruto acima dos 50 milhões. Na cultura da mandioca, são utilizados 5,5 mil hectares, com média de produção de 30 mil toneladas anuais e faturamento bruto de 15 milhões por ano.

Fonte: Embrapa

Comentários Facebook
Propaganda

AGRO & NEGÓCIO

Prosa Rural – Como a eficiência alimentar contribui para a sustentabilidade dos sistemas na pecuária

Publicados

em


Maio/2021 – 3ª Semana – Região Sul

Esta semana o Prosa Rural fala sobre a eficiência alimentar e sua contribuição para a sustentabilidade dos sistemas na pecuária. Essa eficiência pode ser medida por meio de Provas de Avaliação a Campo e de Eficiência Alimentar de touros das raças Hereford, Braford, Aberdeen Angus e Charolês. As provas ajudam a identificar os exemplares mais eficientes para a produção de carne e têm um aproveitamento melhor do alimento. Os exemplares mais eficientes são animais que geram menos gases de efeito estufa e menos dejetos para o ambiente. Participa do programa a pesquisadora Renata Suñé, da Embrapa Pecuária Sul.  Quer saber mais sobre o assunto? Então, fique ligado no Prosa Rural, o programa de rádio da Embrapa!

Fonte: Embrapa

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana