BRASIL E MUNDO

Paraquedista morre durante salto no interior de São Paulo

Publicado


source
Leandro Torelli
Arquivo pessoal

Leandro Torelli chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Um paraquedista de 33 anos de idade morreu durante um salto no último domingo na cidade de Boituva, no interior de São Paulo. Leandro Torelli chegou a ser socorrido pelo Corpo de Bombeiros, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Segundo o Centro Nacional de Paraquedismo, Leandro teria feito uma curva brusca quando estava perto do chão, o que diminuiu a pressão do paraquedas. Com isso, ele desceu até o solo em alta velocidade, se chocando de forma brusca contra o chão.

Depois da queda, Torelli, que era um paraquedista experiente e acumulava mais de mil saltos, foi levado para o Hospital São Luiz e, depois, transferido para um hospital na cidade de Sorocaba, município vizinho ao de Boituva, onde aconteceu o incidente.

O corpo do paraquedista foi levado para a cidade de São Paulo, onde morava. O velório aconteceu no Cemitério Vila Nova Cachoeirinha e o sepultamento ocorreu por volta das 11h desta segunda (26).

Comentários Facebook
publicidade

BRASIL E MUNDO

Caso Queiroz: Gilmar Mendes libera Habeas Corpus para julgamento no STF

Publicado


source
Fabrício Queiroz e sua esposa serão julgados pela Segunda Turma do STF
O Antagonista

Fabrício Queiroz e sua esposa serão julgados pela Segunda Turma do STF

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes liberou para julgamento, na Segunda Turma, o habeas corpus de  Fabrício Queiroz e sua esposa Márcia Aguiar.

O julgamento deve começar no próximo dia 4 no plenário virtual, quando não há sessões de debates e os ministros apenas colocam seus votos no sistema.

Fabrício Queiroz e sua mulher foram denunciados pelo Ministério Público do Rio de Janeiro por participação no esquema de rachadinha no gabinete do então deputado estadual e senador Flávio Bolsonaro na Alerj (Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro).

Em agosto, Filmar Mendes havia derrubado uma decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ) e restabeleceu a prisão domiciliar, levando em consideração razões de saúde e o contexto da pandemia.

Com a nova decisão, os ministros da Segunda Turma vão definir se o casal permanece em prisão domiciliar ou vai para o presídio .

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Agronegocio

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana