POLÍTICA NACIONAL

Paim parabeniza CNBB pelo tema da Campanha da Fraternidade de 2021

Publicados

em


Em pronunciamento nesta terça-feira (23), o senador Paulo Paim (PT-RS) destacou a Campanha da Fraternidade de 2021, cujo tema é Fraternidade e diálogo: compromisso de amor.

Encabeçada pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), em parceria com o Conselho Nacional de Igrejas Cristãs, a campanha, segundo Paim, faz uma forte crítica à negação da ciência, à cultura da violência contra mulheres, negros, indígenas e população LGBTI e ainda reprova a postura de igrejas que descumpriram as regas de distanciamento social durante a pandemia.

A intenção da campanha neste ano, segundo as entidades que a organizaram, é estimular a superação do cenário de polarização e violência que marca o mundo atual, disse o senador. Paim citou dados que fundamentaram a escolha do tema. De acordo com o Atlas da Violência de 2020, 420 pessoas LGBTI foram assassinadas no Brasil em 2018. Dessas, 164 eram transgêneros.

Ainda segundo o Atlas da Violência, para cada pessoa não negra morta, 2,7 negros foram mortos. Os casos de feminicídio no Brasil cresceram 1,9% no primeiro semestre de 2020, em relação ao mesmo período de 2019. Foram 648 mulheres assassinadas. Em 2019, o país registrou 1326 vítimas, um crescimento de 7,1% em relação a 2018 – disse.

Paim afirmou ainda que a Campanha da Fraternidade é um poderoso instrumento de consciência individual e coletiva de cidadania. Foi por intermédio dessa ação anual que temas relacionados aos idosos, à juventude, às pessoas com deficiência e à igualdade racial ganharam projeção nacional e, com apoio da CNBB, foram regulamentados em leis, muitas das quais de sua autoria, lembrou o senador.

— O Brasil precisa de diálogo, de solidariedade, fraternidade, justiça social, tolerância e muito amor. Mais uma vez, meus cumprimentos à CNBB, inclusive no apoio à política do salário-mínimo e à política dos idosos — afirmou.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Comentários Facebook
Propaganda

POLÍTICA NACIONAL

MP abre crédito de R$ 275 milhões para recuperação de rodovias

Publicados

em


Foi publicada na edição extra do Diário Oficial da União de sexta-feira (5) uma medida provisória que abre crédito extraordinário ao Orçamento no valor de R$ 275 milhões para o Ministério da Infraestrutura.

MP 1.035/2021 viabilizará a reconstrução de infraestruturas rodoviárias danificadas ou destruídas pelas chuvas intensas ocorridas em quase todas as regiões do país. Segundo a exposição de motivos da medida, o ano de 2021 vem se caracterizando como extremamente atípico, com volume de chuvas 4,5 vezes mais elevado do que a média dos últimos anos. Toda essa chuva e os desastres naturais decorrentes dela levaram ao menos 13 estados a decretar situação de emergência ou estado de calamidade pública, com o reconhecimento do grave cenário pela União.

A dotação orçamentária, diz o texto da MP, será usada na execução de intervenções na infraestrutura rodoviária das áreas afetadas que requerem ações imediatas. Há risco do agravamento de condições do sistema de transportes, o que pode gerar consequências econômicas e sociais às localidades envolvidas. O ministério aponta ainda a imprevisibilidade, em razão da ocorrência do recorde no número de desastres naturais, que demandam interrupções no tráfego de rodovias.

A maior parte do orçamento será destinada à Região Norte (R$ 235 milhões). Sudeste e Sul receberão R$ 15 milhões cada e Centro-Oeste, R$ 10 milhões.

A MP 1.035/2021 precisa ser votada pelo Congresso até 3 de maio de 2021, quando perde a vigência.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana