Saúde

Paciente internado no MA com variante indiana está em estado grave

Publicados

em


O paciente internado em São Luís infectado com a variante indiana do novo coronavírus, chamada de variante B.1.617.2, apresentou piora e precisou ser intubado. A Secretaria de Estado da Saúde (SES) do Maranhão confirmou a informação na noite de ontem (22).

O paciente indiano é tripulante do navio MV Shandong da Zhi, que está na área de fundeio, em alto mar, e não atracou no porto de São Luís. Ele está internado em um hospital da rede privada desde o dia 14. Já a confirmação da variante indiana ocorreu na quinta-feira (20), pelo Instituto Evandro Chagas (IEC), em Belém.

“Quanto ao único tripulante internado em Unidade de Terapia Intensiva no hospital da rede privada, em São Luís, o último boletim confirma que permanece com quadro clínico grave”, informo a SES em nota. Três tripulantes do navio chegaram a ser internados com sintomas da covid-19, mas dois tiveram alta no dia 18 e retornaram à embarcação.

Segundo a secretaria, o Laboratório Central de Saúde Pública do Maranhão (Lacen/MA) recebeu 102 amostras dos profissionais em contato direto e indireto com os tripulantes do navio e, após processar todas as amostras, encaminhará o material para IEC, para que seja feito o sequenciamento genômico.

Dos 23 tripulantes embarcados no MV Shandong da Zhi, 15 testaram positivo para a covid-19, mas estão assintomáticos e seguem em quarentena no próprio navio, isolados em cabines individuais. A secretaria continua monitorando todos os contactantes, por meio do Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde.

Até o momento, não há confirmação de transmissão local da variante B.1.617.2 no Brasil. Ontem (22), o Ministério da Saúde anunciou o envio de 600 mil testes rápidos para identificar possíveis casos da variante indiana de covid-19 na capital maranhense.

Edição: Lílian Beraldo

Fonte: EBC Saúde

Comentários Facebook
Propaganda

Saúde

Brasil alcança a marca de 100 milhões de vacinados com a primeira dose

Publicados

em

 

 

source
Enfermeira enchendo seringa com vacina contra a Covid-19
Reprodução/Allan Phablo/PMM

Enfermeira enchendo seringa com vacina contra a Covid-19

O Brasil chegou a 100 milhões de pessoas imunizadas ao menos com a primeira dose da vacina contra a Covid-19. De acordo com o Ministério da Saúde, mais de 62% da população adulta já recebeu ao menos uma dose.

“Estamos cada vez mais próximos de chegar na nossa meta: até setembro, 100% dos adultos estarão vacinados com a primeira dose. E, até o final do ano, todos estarão imunizados”, afirmou o ministério, em nota à imprensa.

Ao mesmo tempo, o governo tem alertado a população sobre a importância da segunda dose. O ministério lançou no início de julho uma campanha para incentivar as pessoas que já tomaram a primeira dose a procurarem os postos de saúde para completar o esquema vacinal. Nas redes sociais, o ministério ressalta a importância de se vacinar:

 

 

O chefe da pasta, ministro Marcelo Queiroga defendeu que governo federal, estados e municípios devem reforçar a comunicação para estimular a procura das pessoas que já tomaram a primeira dose para que completem o ciclo dentro do prazo previsto.

Em evento em Presidente Prudente (SP), no início da tarde de hoje (31), Queiroga destacou o avanço da vacinação contra Covid-19 no país, e afirmou sua expectativa de cumprir a meta de vacinar todos os brasileiros acima de 18 anos até setembro.

Fonte: IG SAÚDE

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana