tce mt

Ouvidoria é instrumento prático de democracia direta, diz Antonio Joaquim

Publicados

em

Conselheiro do TCE-MT, Antonio Joaquim | Foto: Tony Ribeiro

Ouvidoria é instrumento prático de democracia direta. Ela garante a participação do cidadão no dia a dia das instituições. Essa participação, por sua vez, constitui-se em uma das principais e essenciais atitudes no exercício da cidadania e para  o fortalecimento e a evolução da democracia. Essa foi a manifestação do conselheiro Antonio Joaquim na sessão plenária desta terça-feira (02/03), após sua nomeação como Ouvidor Geral do Tribunal de Contas de Mato Grosso.

O conselheiro Antonio Joaquim agradeceu o presidente conselheiro Guilherme Maluf pelo  convite e nomeação para o cargo de Ouvidor Geral. Também fez questão de antecipar a expectativa de apoio e boa recepção de todo o corpo do TCE-MT nas demandas geradas a partir da Ouvidoria de Contas. Para o conselheiro, somente assim será garantida a efetividade da unidade e, ao mesmo tempo, a confiança e a credibilidade necessárias.

“Recebo esta designação para o cargo de Ouvidor Geral como uma missão nobre, importante. Tenham a certeza de que darei o melhor para que a Ouvidoria funcione de forma adequada”, assinalou o conselheiro. 

Histórico

O conselheiro Antonio Joaquim disse que ficou profundamente emocionado e agradecido com a manifestação feita na sessão plenária pelo conselheiro corregedor Valter Albano da Silva, celebrando o seu retorno ao cargo e convalidando  o discurso feito naquela ocasião. 

Albano disse que o discurso de Antonio Joaquim foi histórico e juridicamente impecável, de alto nível e de suprema grandeza institucional. “Eu não posso negar a honra que senti com os elogios do conselheiro Valter Albano”, afirmou Antonio Joaquim.

Comentários Facebook
Propaganda

tce mt

Atletas do TCE-MT se reúnem para foto oficial das Olimpíadas dos Tribunais de Contas

Publicados

em

Faltam menos de 10 dias para as Olimpíadas dos Servidores dos Tribunais de Contas do Brasil (OTC), em Natal. Para registrar a data, os atletas do Tribunal de Contas de Mato Grosso (TCE-MT) se reuniram na manhã desta segunda-feira (15) para a foto oficial da equipe que representará a Corte de Contas nesta edição, que será realizada entre os dias 22 e 27 de agosto.

“A união aqui no Tribunal se dá em todos os níveis, desde a harmonia entre os conselheiros, passando pelos servidores. É por isso que temos resultados tão positivos, tão favoráveis. Somos uma instituição ativa, colaboradora com os gestores do estado e, é claro, que entre nós também existe este espírito, o que é maravilhoso”, disse o conselheiro e chefe da delegação, Sérgio Ricardo.

Foto: Thiago Bergamasco/TCE-MT

Na ocasião, o conselheiro também lembrou que a edição de 2023 da OTC acontecerá em Mato Grosso. “Será a Olimpíada do Pantanal, quando o TCE-MT estará comemorando seus 70 anos de existência.  Além de incentivar o esporte, fomentaremos a economia de Mato Grosso, movimentando hotéis, pontos turísticos, restaurantes e agências de turismo”, pontuou.

Desde a última edição da disputa, em 2019, a delegação mato-grossense mais do que dobrou e o número de participantes chega a 70 neste ano, o sexto maior do país. É o que explica o presidente da comissão organizadora em Mato Grosso, Nelson Kawahara. “No começo da delegação era pequena, a foto tinha poucas pessoas. Então este encontro hoje evidencia esse aumento.”

Foto: Thiago Bergamasco/TCE-MT

A recomendação para os atletas nesta reta final é para desacelerar os treinos para evitar contusões. É o que tem feito a atleta Lourine Neves, que participa da Olimpíada desde 2017 e está inscrita em seis modalidades neste ano. “A preparação já vem desde 2020 quando a gente começou os preparativos. O esporte tem essa função integrativa, além de melhorar a qualidade física e dar motivação para o trabalho”, diz.

OTC Natal 

Para a OTC Natal são esperados 1.071 atletas e 347 acompanhantes que disputarão 23 modalidades esportivas coletivas e individuais. Esta será a maior Olimpíada em número de participantes desde o início dos jogos, em 2005. Além disso, esta é a primeira competição após o período de restrições provocado pela pandemia de Covid-19, tendo sido a última realizada em 2019 na cidade de Manaus (AM).

Foto: Thiago Bergamasco/TCE-MT

As disputas reúnem representantes de 27 cortes de contas e do Tribunal de Contas da República do Uruguai. Os atletas disputam as seguintes modalidades: basquete, futsal, futebol society, futevôlei, voleibol, vôlei de praia, atletismo, beach tennis, bocha, boliche, corrida, natação, tênis de campo, tênis de mesa, tiro esportivo, pesca, sinuca, poker, dominó, damas, xadrez, truco e pebolim.

Natal também será a primeira cidade do Nordeste a sediar a OTC, maior evento esportivo da América Latina, envolvendo os membros e servidores das cortes de contas. Vale destacar que, desde 2018, os jogos passaram a ser realizados anualmente pela Associação Nacional Olímpica, Recreativa, Cultural e Social dos Tribunais de Contas do Brasil (ANOSTC).

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

TECNOLOGIA

MATO GROSSO

Política Nacional

Mais Lidas da Semana