esportes

Os guerreiros do Palmeiras que brilharam no campo de batalha

Publicados

em

WEVERTON

Eficiente e decisivo, o goleiro foi fundamental durante a campanha vitoriosa do Verdão na Conmebol Libertadores 2020, atuando em todas as 13 partidas da competição – foi um dos atletas do elenco que mais jogaram, ao lado de Gustavo Gómez – e sofrendo apenas seis gols no total. No histórico triunfo por 3 a 0 contra o River Plate-ARG, na Argentina, pela partida de ida das semifinais, o arqueiro deu novo rumo ao duelo com defesas importantes antes do primeiro gol palestrino, marcado pelo atacante Rony, e a partir dali o Verdão tomou conta do confronto. Já no jogo da volta, pela primeira vez na temporada ele precisou fazer dez defesas em uma mesma partida e, assim, impediu que os argentinos devolvessem o placar de Buenos Aires.

Na grande decisão, Weverton mostrou a habitual segurança embaixo das traves e apareceu bem em pelo menos três oportunidades do Santos. Ao final, repetiu o feito realizado com o Brasil nos Jogos Olímpicos do Rio 2016 e levantou mais um troféu no estádio do Maracanã, seu terceiro pelo Palmeiras em três anos de clube – os outros foram o Campeonato Paulista de 2020 (defendendo duas cobranças na disputa de pênaltis contra o Corinthians na final) e o Campeonato Brasileiro de 2018 (conquistando a Bola de Prata e, inclusive, completando nove jogos sem tomar gols durante a temporada (884 minutos com acréscimos e 812 sem), feito que lhe rendeu a segunda melhor marca da história do Palmeiras neste quesito, atrás apenas de Zetti, com 12 jogos (1.238 minutos sem acréscimos), em 1987). De quebra, Weverton tornou-se também o primeiro acreano campeão na história do Brasileirão desde 1959.

Recordes

Weverton é o 10º goleiro que mais jogou pelo Verdão em todos os tempos, com 151 partidas desde que estreou pelo clube em 2018 – o ranking é encabeçado por Emerson Leão, com 621 jogos, seguido por Marcos (533), Valdir de Morais (480), Velloso (458), Oberdan (353), Sérgio (333), Gilmar (290), Fernando Prass (274) e Primo (185).

Recentemente, o goleiro bateu uma marca que não era atingida havia 23 anos: chegou à terceira temporada consecutiva com 20 ou mais jogos sem sofrer gols, algo que não acontecia desde que Velloso não foi vazado por 28 partidas em 1995, 24 em 1996 e 27 em 1997. Foram 21 jogos sem ser vazado em 2018 e 26 em 2019, até então recorde de um arqueiro palmeirense em um mesmo ano neste século 21, mas, na atual temporada, o camisa 21 (usa a 1 na Libertadores) chegou a 30, batendo seu próprio recorde.

Com um total de 78 jogos sem levar gols desde que chegou ao Verdão, Weverton fica na terceira posição do ranking de goleiros com mais partidas sem ser vazado neste século, atrás apenas de Marcos (107) e Fernando Prass (101). Ele ainda ostenta a terceira menor média de gols sofridos na história do Palmeiras: vazado apenas 97 vezes em 151 jogos, o jogador tem índice de 0,64 gol por partida, está atrás só do paraguaio Benítez, com 0,54 (13 gols sofridos em 24 jogos em 1978), e do também paraguaio Gato Fernández, com 0,62 (22 gols em 35 jogos em 1994).

Atleta que soma mais minutos em campo na temporada atual, Weverton atuou em 62 dos 67 jogos do Palmeiras em 2020/21, mesmo números de Willian, presente em 62 dos 67 compromissos do time alviverde.

Números gerais:

> 151 jogos (151 como titular) pelo Palmeiras

> 62 jogos (62 como titular) na temporada 2020

> 13 jogos (13 como titular) pela Libertadores 2020

Jogos na Libertadores 2020:

Tigre-ARG 0x2 Palmeiras (1ª rodada – fase de grupos)

Palmeiras 3×1 Guaraní-PAR (2ª rodada – fase de grupos)

Bolívar-BOL 1×2 Palmeiras (3ª rodada – fase de grupos)

Guaraní-PAR 0x0 Palmeiras (4ª rodada – fase de grupos)

Palmeiras 5×0 Bolívar-BOL (5ª rodada – fase de grupos)

Palmeiras 5×0 Tigre-ARG (6ª rodada – fase de grupos)

Delfín-EQU 1×3 Palmeiras (Oitavas de final – ida)

Palmeiras 5×0 Delfín-EQU (Oitavas de final – volta)

Libertad-PAR 1×1 Palmeiras (Quartas de final – ida)

Palmeiras 3×0 Libertad-PAR (Quartas de final – volta)

River Plate-ARG 0x3 Palmeiras (Semifinal – ida)

Palmeiras 0x2 River Plate-ARG (Semifinal – volta)

Palmeiras 1×0 Santos (Final – jogo único)

LUAN

Com passagem pelo Vasco da Gama, Luan sente-se em casa jogando no Rio de Janeiro, e isso foi comprovado mais uma vez na grande decisão contra o Santos. Depois de ajudar a levar o Brasil à medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de 2016, com a grande final também sendo realizada no Maracanã, o defensor contribuiu bastante para o Palmeiras erguer o troféu da principal competição entre clubes das Américas novamente no estádio carioca.

Ao longo da campanha alviverde na Libertadores 2020, Luan marcou presença em oito das 13 partidas do clube, sendo cinco como titular da equipe. Ao lado do paraguaio Gustavo Gómez, o jogador formou uma zaga titular segura e bastante elogiada pelo técnico Abel Ferreira, começando pelo difícil compromisso com o Bolívar-BOL, na Bolívia, que terminou com vitória palmeirense por 2 a 1.

Ao lado de Gustavo Gómez, inclusive, Luan perdeu só uma vez na temporada e tem retrospecto geral de 59 jogos, 38 vitórias, 15 empates e só seis derrotas, com 28 gols sofridos (média de 0,47 gol sofrido por partida). Em 2019, Luan e Gómez atingiram a expressiva marca de 1081 minutos consecutivos sem sofrer gols (sem considerar os acréscimos), segunda maior sequência instransponível de uma dupla de zagueiros na história do Palmeiras – o recorde ainda pertence a Marcio e Vágner Bacharel, que, em 1987, garantiram que o time ficasse sem levar gols por exatos 1.148 minutos (sem acréscimos). Um ano antes, durante a campanha do decacampeonato brasileiro de 2018, eles já haviam contribuído para estabelecer o recorde palmeirense de menos gols sofridos na história do Brasileirão de pontos corridos: apenas 26 tentos tomados (a marca anterior era de 32, na caminhada do título de 2016).

Números gerais:
> 125 jogos (112 como titular), 5 gols e 1 assistência pelo Palmeiras
> 43 jogos (31 como titular) na temporada 2020
> 8 jogos (5 como titular) pela Libertadores 2020

Jogos na Libertadores 2020:
Tigre-ARG 0x2 Palmeiras (1ª rodada – fase de grupos)
Bolívar-BOL 1×2 Palmeiras (3ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 5×0 Bolívar-BOL (5ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 5×0 Delfín-EQU (Oitavas de final – volta)
Libertad-PAR 1×1 Palmeiras (Quartas de final – ida)
Palmeiras 3×0 Libertad-PAR (Quartas de final – volta)
Palmeiras 0x2 River Plate-ARG (Semifinal – volta)
Palmeiras 1×0 Santos (Final – jogo único)

GUSTAVO GÓMEZ

Sempre aguerrido e com uma capacidade de liderança fora do comum dentro das quatro linhas, Gustavo Gómez foi novamente decisivo em um título do Verdão, assim como já havia acontecido nas conquistas do Campeonato Brasileiro 2018 e do Campeonato Paulista 2020. O paraguaio foi titular em todas as partidas do time na Libertadores 2020, marcando, inclusive, dois gols ao longo da trajetória palmeirense – um deles contra o Libertad-PAR, clube formador do atleta, no primeiro encontro das quartas de final, no Paraguai.

Nas primeiras rodadas do torneio, o camisa 15 formou dupla principalmente com Felipe Melo, que havia mudado de posição com o técnico Vanderlei Luxemburgo, passando de volante para zagueiro. Após uma grave contusão no tornozelo, o Pitbull abriu espaço para Luan assumir a titularidade ao lado do paraguaio a partir da goleada por 5 a 0 sobre o Delfín-EQU, na partida de volta das oitavas de final.

A zaga Gómez e Luan foi derrotada só uma vez no ano (20 partidas, 13 vitórias, seis empates, uma derrota e apenas dez gols sofridos) e tem retrospecto geral de 59 jogos, 38 vitórias, 15 empates e só seis derrotas, com 28 gols sofridos (média de 0,47 gol sofrido por partida). Em 2019, Gómez e Luan atingiram a expressiva marca de 1081 minutos consecutivos sem sofrer gols (sem considerar os acréscimos), segunda maior sequência instransponível de uma dupla de zagueiros na história do Palmeiras – o recorde ainda pertence a Marcio e Vágner Bacharel, que, em 1987, garantiram que o time ficasse sem levar gols por exatos 1.148 minutos (sem acréscimos). Um ano antes, durante a campanha do decacampeonato brasileiro de 2018, eles já haviam contribuído para estabelecer o recorde palmeirense de menos gols sofridos na história do Brasileirão de pontos corridos: apenas 26 tentos tomados (a marca anterior era de 32, na caminhada do título de 2016).

Ao lado de Weverton, Gustavo Gómez foi o jogador do elenco com mais partidas na Libertadores 2020: 13 jogos. Apesar de ser constantemente convocado para a Seleção do Paraguai, ele também aparece como o jogador de linha que tem mais tempo em campo entre os jogadores do Verdão na temporada: somando os minutos do Paulista, da Copa do Brasil, da Libertadores e do Brasileiro, além dos amistosos (Florida Cup) – apenas o goleiro Weverton supera Gómez neste quesito.

Números gerais:
> 110 Jogos (107 como titular), 13 gols e 1 assistência pelo Palmeiras
> 51 jogos (50 como titular), 5 gols e 1 assistência na temporada 2020
> 13 jogos (13 como titular) e 2 gols pela Libertadores 2020

Jogos na Libertadores 2020:
Tigre-ARG 0x2 Palmeiras (1ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 3×1 Guaraní-PAR (2ª rodada – fase de grupos)
Bolívar-BOL 1×2 Palmeiras (3ª rodada – fase de grupos)
Guaraní-PAR 0x0 Palmeiras (4ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 5×0 Bolívar-BOL (5ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 5×0 Tigre-ARG (6ª rodada – fase de grupos)
Delfín-EQU 1×3 Palmeiras (Oitavas de final – ida)
Palmeiras 5×0 Delfín-EQU (Oitavas de final – volta)
Libertad-PAR 1×1 Palmeiras (Quartas de final – ida)
Palmeiras 3×0 Libertad-PAR (Quartas de final – volta)
River Plate-ARG 0x3 Palmeiras (Semifinal – ida)
Palmeiras 0x2 River Plate-ARG (Semifinal – volta)
Palmeiras 1×0 Santos (Final – jogo único)

Gols na Libertadores 2020:
Palmeiras 5×0 Tigre-ARG (6ª rodada – fase de grupos): primeiro gol
Libertad-PAR 1×1 Palmeiras (Quartas de final – ida): segundo gol

EMERSON SANTOS

Com poucas oportunidades no começo de 2020, Emerson Santos passou a ganhar destaque no time palmeirense após a chegada de Abel Ferreira. Na Libertadores 2020, o defensor entrou em campo seis vezes, com uma oportunidade de iniciar entre os titulares, na vitória por 3 a 1 sobre o Delfín-EQU, no Equador, pelo duelo de ida das oitavas de final. Como volante, função nova promovida pelo treinador português, o jogador também fez bonito nos confrontos com o River Plate-ARG, pelas semifinais.

O atual camisa 3 estreou pelo clube em 2018, justamente em um jogo de Libertadores (entrou aos 42 minutos do segundo tempo contra o Alianza Lima-PER, quando o Palmeiras já vencia por 3 a 1). O duelo seguinte à sua estreia foi na vitória por 3 a 1 diante do Junior Barranquilla-COL, também pela Libertadores de 2018 – nesta partida, ele atuou por 90 minutos pela primeira vez (ao lado de Luan).

Números gerais:
> 25 jogos (14 como titular) pelo Palmeiras
> 21 jogos (13 como titular) na temporada 2020
> 6 jogos (1 como titular) pela Libertadores 2020

Jogos na Libertadores 2020:
Palmeiras 5×0 Tigre-ARG (6ª rodada – fase de grupos)
Delfín-EQU 1×3 Palmeiras (Oitavas de final – ida)
Libertad-PAR 1×1 Palmeiras (Quartas de final – ida)
Palmeiras 3×0 Libertad-PAR (Quartas de final – volta)
River Plate-ARG 0x3 Palmeiras (Semifinal – ida)
Palmeiras 0x2 River Plate-ARG (Semifinal – volta)

EMPEREUR

Contratado ao longo da temporada 2020, Alan Empereur ganhou destaque na Libertadores 2020 ao ter uma atuação memorável na histórica vitória por 3 a 0 sobre o River Plate-ARG, no primeiro jogo das semifinais. Por conta de uma lesão de última hora de Luan, o jogador ganhou a oportunidade de fazer dupla com Gustavo Gómez e não decepcionou. Antes disso, o palestrino já havia participado da goleada por 5 a 0 sobre o Delfín-EQU, entrando no lugar de Gustavo Scarpa. Na final contra o Santos, ele fez a sua primeira partida da carreira no estádio do Maracanã.

Números gerais:
> 13 jogos (7 como titular) pelo Palmeiras
> 13 jogos (7 como titular) na temporada de 2020
> 4 jogos (2 como titular) pela Libertadores

Jogos na Libertadores 2020:
Palmeiras 5×0 Delfín-EQU (Oitavas de final – volta)
River Plate-ARG 0x3 Palmeiras (Semifinal – ida)
Palmeiras 0x2 River Plate-ARG (Semifinal – volta)
Palmeiras 1×0 Santos (Final – jogo único)

KUSCEVIC

O jovem defensor chileno foi muito importante no segundo encontro com o River Plate-ARG, no Allianz Parque, no embate de volta das semifinais, o primeiro dele na Libertadores 2020. Kuscevic entrou na lateral direita ao longo da partida, no lugar de Marcos Rocha, e colaborou bastante para o Verdão garantir a vaga na grande decisão da competição.

Números gerais:
> 8 jogos (5 como titular) pelo Palmeiras
> 8 jogos (5 como titular) na temporada de 2020
> 1 jogo (0 como titular) pela Libertadores 2020

Jogos na Libertadores 2020:
Palmeiras 0x2 River Plate-ARG (Semifinal – volta)

RENAN

Revelado pelas categorias de base do Palmeiras, o atleta participou da vitória por 3 a 1 sobre o Delfín-EQU, no Equador, pelas oitavas de final. O jovem, que atua como zagueiro e lateral-esquerdo, foi muito importante durante o período em que boa parte do elenco palestrino havia testado positivo para a Covid-19, emplacando grandes atuações com o manto alviverde também pelo Campeonato Brasileiro.

O atleta de 18 anos conquistou importantes títulos pela base do Palmeiras e da Seleção Brasileira desde o Sub-15 – entre eles, o bicampeonato paulista sub-15 (2016 e 2017), o Campeonato Paulista Sub-17 (2018), a Copa do Brasil Sub-17 (2019), a Supercopa do Brasil Sub-17 (2019) e o bicampeonato do Mundial de Clubes Sub-17 (2018 e 2019), pelo Verdão, além da Copa do Mundo Sub-17 em 2019, pelo Brasil. Ele chegou ao Palmeiras em 2015, aos 13 anos de idade, começou a jogar de lateral-esquerdo no início de 2019 por decisão do técnico Artur Itiro e agradou. Ganhou a polivalência como uma de suas características.

Números gerais:
> 7 jogos (6 como titular) pelo Palmeiras
> 7 jogos (6 como titular) na temporada 2020
> 1 jogo (0 como titular) pela Libertadores 2020

Jogos na Libertadores 2020:
Delfín-EQU 1×3 Palmeiras (Oitavas de final – ida)

VITOR HUGO

Campeão da Copa do Brasil 2015, do Campeonato Brasileiro 2016 e do Campeonato Paulista 2020, Vitor Hugo também fez parte da campanha do segundo título do Verdão na Libertadores. Foram três jogos do defensor nesta edição da competição sul-americana, todas com vitória do Alviverde. Além de ser importante dentro de campo, o atleta foi decisivo fora dele pela liderança e bom relacionamento com os companheiros de elenco.

Números gerais:
> 161 Jogos (157 como titular), 13 gols e 3 assistências pelo Palmeiras
> 10 jogos (6 como titular) na temporada 2020
> 3 jogos (0 como titular) pela Libertadores 2020

Jogos na Libertadores 2020:
Palmeiras 3×1 Guaraní-PAR (2ª rodada – fase de grupos)
Bolívar-BOL 1×2 Palmeiras (3ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 5×0 Bolívar-BOL (5ª rodada – fase de grupos)

MARCOS ROCHA

Marcos Rocha participou de nove jogos do Palmeiras na Libertadores 2020, todos como titular e registrando uma assistência, no gol de Rony durante a vitória por 3 a 0 sobre o Libertad-PAR, pelas quartas de final. Campeão do torneio sul-americano com o Atlético-MG, em 2013, o agora palestrino foi peça-chave na campanha vitoriosa do Verdão, pela qualidade dentro de campo e pela experiência vivida na competição.

Na marcante vitória por 3 a 0 sobre o River Plate-ARG, uma das mais importantes da história do clube na Libertadores, Rocha cumpriu com perfeição as suas funções táticas na estratégia montada pelo treinador Abel Ferreira, atuando como um terceiro zagueiro. Este é o terceiro título do lateral com o manto do Palmeiras – os outros são o Campeonato Brasileiro 2018 e o Campeonato Paulista 2020.

Números gerais:
> 138 jogos (132 como titular), 6 gols e 20 assistências pelo Palmeiras
> 46 jogos (42 como titular), 2 gols e 5 assistências na temporada 2020
> 9 jogos (9 como titular) e 1 assistência pela Libertadores 2020

Jogos na Libertadores 2020:
Palmeiras 3×1 Guaraní-PAR (2ª rodada – fase de grupos)
Bolívar-BOL 1×2 Palmeiras (3ª rodada – fase de grupos)
Guaraní-PAR 0x0 Palmeiras (4ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 5×0 Bolívar-BOL (5ª rodada – fase de grupos)
Delfín-EQU 1×3 Palmeiras (Oitavas de final – ida)
Palmeiras 3×0 Libertad-PAR (Quartas de final – volta)
River Plate-ARG 0x3 Palmeiras (Semifinal – ida)
Palmeiras 0x2 River Plate-ARG (Semifinal – volta)
Palmeiras 1×0 Santos (Final – jogo único)

MAYKE

Titular na vitória por 3 a 1 sobre o Delfín-EQU, no Equador, Mayke mostrou comprometimento e polivalência ao atuar como lateral-esquerdo naquela partida – sempre rápido em suas chegadas ofensivas, o palmeirense deu conta do recado e ajudou o Verdão a conquistar um resultado importante fora de casa pelas oitavas de final. Mayke faz parte do grupo de jogadores que também levantaram os troféus do Campeonato Brasileiro 2018 e do Campeonato Paulista 2020.

Números gerais:
> 112 jogos (93 como titular), 2 gols e 8 assistências pelo Palmeiras
> 30 jogos (17 como titular) e 1 assistência na temporada 2020
> 4 jogos (1 como titular) pela Libertadores 2020

Jogos na Libertadores 2020:
Palmeiras 5×0 Tigre-ARG (6ª rodada – fase de grupos)
Delfín-EQU 1×3 Palmeiras (Oitavas de final – ida)
Palmeiras 5×0 Delfín-EQU (Oitavas de final – volta)
Palmeiras 3×0 Libertad-PAR (Quartas de final – volta)

MATÍAS VIÑA

Eficiente defensivamente, Viña também mostrou força ofensiva ao longo da campanha vitoriosa do Palmeiras na Libertadores 2020, marcando dois gols e dando três assistências. Titular nas 12 partidas em que foi relacionado, o jogador não poupou energia para ajudar o Alviverde na principal competição de clubes da América do Sul. Foi dele o terceiro gol palestrino na vitória por 3 a 0 sobre o River Plate-ARG, na Argentina, após jogada ensaiada que pegou de surpresa a defesa rival.

Os três passes a gol feitos por Viña aconteceram nas vitórias por 5 a 0 contra Bolívar-BOL e Tigre-ARG, ambos realizados no Allianz Parque, pela fase de grupos. Contra os bolivianos, o lateral ajudou Wesley e Raphael Veiga a balançarem as redes adversárias, já contra o rival argentino foi Rony o beneficiado.

  Palmeiras realiza treino técnico visando o confronto contra o Coritiba

 

O uruguaio é um reforço que chegou neste ano do Nacional-URU e, apesar das poucas partidas pelo Verdão (43 ao todo), está na história do clube como o quinto uruguaio que mais defendeu a equipe em todos os tempos – completam a lista: Ventura Cambon (4º, com 53), Héctor Silva (3º, com 80), Villadoniga (2º, com 138) e Diogo (líder do ranking, com 146).

Números gerais:
> 44 jogos (43 como titular), 2 gols e 8 assistências pelo Palmeiras
> 44 jogos (43 como titular), 2 gols e 8 assistências na temporada 2020
> 12 jogos (12 como titular), 2 gols e 3 assistências pela Libertadores 2020

Jogos na Libertadores 2020:
Tigre-ARG 0x2 Palmeiras (1ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 3×1 Guaraní-PAR (2ª rodada – fase de grupos)
Bolívar-BOL 1×2 Palmeiras (3ª rodada – fase de grupos)
Guaraní-PAR 0x0 Palmeiras (4ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 5×0 Bolívar-BOL (5ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 5×0 Tigre-ARG (6ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 5×0 Delfín-EQU (Oitavas de final – volta)
Libertad-PAR 1×1 Palmeiras (Quartas de final – ida)
Palmeiras 3×0 Libertad-PAR (Quartas de final – volta)
River Plate-ARG 0x3 Palmeiras (Semifinal – ida)
Palmeiras 0x2 River Plate-ARG (Semifinal – volta)
Palmeiras 1×0 Santos (Final – jogo único)

Gols na Libertadores 2020:
Palmeiras 5×0 Bolívar-BOL (5ª rodada – fase de grupos): primeiro gol
River Plate-ARG 0x3 Palmeiras (Semifinal – ida): segundo gol

ESTEVES

O jovem lateral-esquerdo foi mais um atleta das categorias de base palmeirense a participar da campanha do título da Libertadores 2020. O jogador entrou ao longo da vitória por 3 a 1 sobre o Delfín-EQU, no Equador, em duelo válido pelas oitavas de final do torneio.

Cria da Academia, o jogador está no Palmeiras desde 2014, quando passou a integrar o elenco Sub-15, o jovem de 20 anos foi um dos destaques de uma geração que conquistou títulos inéditos e importantes pela base do clube, como a Copa do Brasil Sub-17 (2017), o Brasileiro Sub-20 (2018), a Copa RS Sub-20 (2018), a Copa do Brasil Sub-20 (2019) e o Bi Paulista Sub-20 (2018 e 2019), além de dezenas de taças no exterior. Em 2019, pelo Sub-20, Esteves disputou 38 partidas e marcou sete gols.

Números gerais:
> 9 jogos (4 como titular) pelo Palmeiras
> 8 jogos (4 como titular) na temporada de 2020
> 1 jogo (0 como titular) pela Libertadores 2020

Jogos na Libertadores 2020:
Delfín-EQU 1×3 Palmeiras (Oitavas de final – ida)

FELIPE MELO

Volante durante quase toda a carreira como jogador, Felipe Melo encarou um novo desafio em 2020: atuar como zagueiro. Ao lado de Gustavo Gómez, o Pitbull formou uma zaga de respeito na fase de grupos da Libertadores e acabou sendo um dos destaques do time, mesmo estando em uma nova função. O camisa 30, contudo, interrompeu a boa sequência no torneio por conta de uma grave lesão no tornozelo, deixando de disputar as fases de oitavas de final, quartas de final e semifinal, retornando apenas na grande decisão contra o Santos. Foram seis jogos com o atleta durante a campanha.

Apesar do período longe dos gramados, Felipe Melo segue como o atleta que mais vezes vestiu a braçadeira de capitão na temporada: foram 30 vezes iniciando uma partida com o adereço de autoridade máxima em seu braço, seguido de Gustavo Gómez, com 18.

Do atual elenco, Felipe Melo é o vice-líder em jogos no geral, atrás só de Willian. Na semifinal do Paulista diante da Ponte Preta, quando alcançou sua 155ª partida pela equipe, ele fez do Palmeiras o clube que mais defendeu na carreira (pelo Galatasaray-TUR, foram 154).

Números gerais:
> 173 jogos (164 como titular), 12 gols e 6 assistências pelo Palmeiras
> 34 jogos (32 como titular), 1 gol e 1 assistência na temporada 2020
> 6 jogos (5 como titular) pela Libertadores 2020

Jogos na Libertadores 2020:
Tigre-ARG 0x2 Palmeiras (1ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 3×1 Guaraní-PAR (2ª rodada – fase de grupos)
Guaraní-PAR 0x0 Palmeiras (4ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 5×0 Bolívar-BOL (5ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 5×0 Tigre-ARG (6ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 1×0 Santos (Final – jogo único)

DANILO

Uma das principais revelações do clube em 2020, Danilo é o típico volante que sabe defender e atacar. Discreto, porém muito eficiente, o jovem jogou como gente grande no triunfo palestrino por 3 a 0 diante do River Plate-ARG, na Argentina, formando com Patrick de Paula e Gabriel Menino um meio de campo totalmente criado nas categorias de base do Verdão. O camisa 28 terminou a Libertadores com 11 jogos (oito como titular), um gol e duas assistências.

Uma partida em especial da Libertadores ficará marcada para sempre na história de Danilo. Além de marcar o seu primeiro gol como profissional na goleada por 5 a 0 diante do Delfín-EQU, no Allianz Parque, pelas oitavas de final, o jovem também deu passe para Gabriel Veron anotar um dos tentos do Verdão na partida e acabou sendo decisivo para o triunfo palestrino. Nos 3 a 0 contra o River Plate-ARG, fora de casa, foi de Danilo a assistência para a arrancada inesquecível de Luiz Adriano rumo à meta adversária, que culminou no segundo gol alviverde. A final contra o Santos, no Maracanã, também foi marcante para o jovem, já que foi a sua estreia como jogador no estádio.

Figura constante nas convocações da Seleção Brasileira Sub-20, o jovem de 19 anos é o jogador oriundo da base que está há menos tempo no elenco profissional do Palmeiras – chamou a atenção da comissão técnica durante os treinos do Sub-20 na Academia de Futebol no início do segundo semestre e, desde então, não voltou mais para a base.

Meio-campista versátil que atua na contenção e na armação de jogadas, Danilo participou de alguns projetos sociais na sua cidade natal, Salvador (BA), e foi vice-campeão da segunda divisão do Campeonato Baiano pelo Cajazeiras, aos 16 anos, antes de chegar ao Palmeiras em 2018, quando foi captado para integrar o elenco Sub-17 e naquela mesma temporada já conquistou o título paulista da categoria. No Sub-20, o canhoto de 19 anos ganhou espaço ao final de 2019, contribuindo para a conquista de mais um título paulista. Foi ainda titular da equipe na Copa São Paulo deste ano, na qual disputou cinco jogos e marcou um gol.

Números gerais:
> 31 jogos (17 como titular), 1 gol e 2 assistências pelo Palmeiras
> 31 jogos (17 como titular), 1 gol e 2 assistências na temporada de 2020
> 11 jogos (8 como titular), 1 gol e 2 assistências pela Libertadores 2020

Jogos na Libertadores 2020:
Bolívar-BOL 1×2 Palmeiras (3ª rodada – fase de grupos)
Guaraní-PAR 0x0 Palmeiras (4ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 5×0 Bolívar-BOL (5ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 5×0 Tigre-ARG (6ª rodada – fase de grupos)
Delfín-EQU 1×3 Palmeiras (Oitavas de final – ida)
Palmeiras 5×0 Delfín-EQU (Oitavas de final – volta)
Libertad-PAR 1×1 Palmeiras (Quartas de final – ida)
Palmeiras 3×0 Libertad-PAR (Quartas de final – volta)
River Plate-ARG 0x3 Palmeiras (Semifinal – ida)
Palmeiras 0x2 River Plate-ARG (Semifinal – volta)
Palmeiras 1×0 Santos (Final – jogo único)

Gols na Libertadores 2020:
Palmeiras 5×0 Delfín-EQU (Oitavas de final – volta): primeiro gol

PATRICK DE PAULA

Autor da última cobrança de pênalti que deu o título do Campeonato Paulista 2020 ao Palmeiras, Patrick de Paula também contribuiu para o bicampeonato do clube na Libertadores desta temporada. Com um golaço de fora da área, o jovem abriu o marcador na goleada por 5 a 0 sobre o Delfín-EQU, resultado que colocou o Verdão nas quartas de final da competição. Contra o River Plate-ARG, na Argentina, fez bonito na vitória palmeirense por 3 a 0 ao formar um trio de respeito com Danilo e Gabriel Menino.

Captado pelo Palmeiras em 2017 quando atuava no futebol amador do Rio de Janeiro, sua cidade natal, Patrick fazia inicialmente a função de meia, mas assumiu o protagonismo na base quando passou a jogar mais recuado, como primeiro volante (atuou até improvisado como zagueiro em algumas partidas). Campeão brasileiro Sub-20 em 2018, faturou ainda a Copa do Brasil Sub-20 em 2019 e quatro títulos paulistas seguidos (2017, 2018 e 2019 pelo Sub-20 e 2020 pelo Profissional) no clube.

Números gerais:
> 44 jogos (32 como titular), 5 gols e 1 assistência pelo Palmeiras
> 44 jogos (32 como titular), 5 gols e 1 assistência na temporada de 2020
> 6 jogos (4 como titular) e 1 gol pela Libertadores 2020

Jogos na Libertadores 2020:
Palmeiras 3×1 Guaraní-PAR (2ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 5×0 Bolívar-BOL (5ª rodada – fase de grupos)
Delfín-EQU 1×3 Palmeiras (Oitavas de final – ida)
Palmeiras 5×0 Delfín-EQU (Oitavas de final – volta)
River Plate-ARG 0x3 Palmeiras (Semifinal – ida)
Palmeiras 1×0 Santos (Final – jogo único)

Gols na Libertadores 2020:
Palmeiras 5×0 Delfín-EQU (Oitavas de final – volta): primeiro gol

GABRIEL MENINO

De Menino, apenas o sobrenome. Gabriel foi uma das principais figuras do Palmeiras na histórica campanha da Libertadores 2020, com destaque para a atuação impecável na vitória por 3 a 0 sobre o River Plate-ARG, na Argentina. O camisa 25 deu trabalho ao rival argentino e impressionou a todos com a sua vontade e qualidade técnica durante o triunfo palmeirense. Contra o Bolívar-BOL, na Bolívia, ainda pela fase de grupos, marcou um dos gols mais bonitos desta edição do torneio e foi decisivo para a vitória do Verdão por 2 a 1. Ao todo, foram 12 jogos (11 como titular), três gols e uma assistência.

O gol contra o Bolívar-BOL, em setembro, foi o primeiro do camisa 25 como profissional, selando a vitória por 2 a 1, em La Paz, e o colocou como o terceiro jogador mais jovem a balançar a rede pelo Verdão na Libertadores: 19 anos, 11 meses e 16 dias, desbancando Keirrison, que em 2009 marcou contra o Real Potosí-BOL aos 20 anos, 1 mês e 26 dias – o recorde é de Gabriel Veron, que com 18 anos, um mês e 19 dias deixou sua marca contra o Tigre-ARG, em 21/10/2020, enquanto Gabriel Jesus é o segundo colocado com o gol aos 18 anos, 10 meses e 13 dias contra o River Plate-URU em 2016.

Contra o Delfín-EQU, no duelo de ida das oitavas, no Equador (vitória por 3 a 1), o camisa 25 também deixou a sua marca ao fazer o gol que abriu o placar. A Cria da Academia fez mais um na vitória por 3 a 0 diante do Libertad-PAR, em casa – jogo este que valeu a classificação às semifinais do Continental. Menino soma três gols pelo Verdão, todos pela Libertadores.

Natural de Morungaba (SP), ele foi captado pela base do Palmeiras em 2017, quando atuava no Guarani, e logo se destacou, inclusive sendo convocado para defender a Seleção Brasileira Sub-20 no Sul-Americano de 2019. Campeão brasileiro Sub-20 em 2018, faturou também a Copa do Brasil Sub-17 em 2017 e três títulos paulistas seguidos (2018 e 2019 pelo Sub-20 e 2020 pelo Profissional) no clube.

Números gerais:
> 54 jogos (47 como titular), 3 gols e 9 assistências pelo Palmeiras
> 54 jogos (47 como titular), 3 gols e 9 assistências na temporada de 2020
> 12 jogos (11 como titular), 3 gols e 1 assistência pela Libertadores 2020

Jogos na Libertadores 2020:
Tigre-ARG 0x2 Palmeiras (1ª rodada – fase de grupos)
Bolívar-BOL 1×2 Palmeiras (3ª rodada – fase de grupos)
Guaraní-PAR 0x0 Palmeiras (4ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 5×0 Bolívar-BOL (5ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 5×0 Tigre-ARG (6ª rodada – fase de grupos)
Delfín-EQU 1×3 Palmeiras (Oitavas de final – ida)
Palmeiras 5×0 Delfín-EQU (Oitavas de final – volta)
Libertad-PAR 1×1 Palmeiras (Quartas de final – ida)
Palmeiras 3×0 Libertad-PAR (Quartas de final – volta)
River Plate-ARG 0x3 Palmeiras (Semifinal – ida)
Palmeiras 0x2 River Plate-ARG (Semifinal – volta)
Palmeiras 1×0 Santos (Final – jogo único)

Gols na Libertadores 2020:
Bolívar-BOL 1×2 Palmeiras (3ª rodada – fase de grupos): primeiro gol
Delfín-EQU 1×3 Palmeiras (Oitavas de final – ida): segundo gol
Palmeiras 3×0 Libertad-PAR (Quartas de final – volta): terceiro gol

ZÉ RAFAEL

Apelidado carinhosamente de “trem” pelos companheiros de elenco, Zé Rafael contribuiu bastante com o Palmeiras ao utilizar a sua força física e qualidade técnica para liderar o meio de campo do time nas 12 partidas da Libertadores 2020 em que esteve presente, sendo seis como titular. Ele marcou duas vezes ao longo do torneio, na goleada por 5 a 0 sobre o Tigre-ARG, no Allianz Parque, pela fase de grupos, e no triunfo por 3 a 1 sobre o Delfín-EQU, fora de casa, pelas oitavas de final.

Números gerais:
> 98 jogos (75 como titular), 12 gols e 12 assistências pelo Palmeiras
> 59 jogos (42 como titular), 5 gols e 7 assistências na temporada de 2020
> 12 jogos (7 como titular) e 2 gols pela Libertadores 2020

Jogos na Libertadores 2020:
Tigre-ARG 0x2 Palmeiras (1ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 3×1 Guaraní-PAR (2ª rodada – fase de grupos)
Bolívar-BOL 1×2 Palmeiras (3ª rodada – fase de grupos)
Guaraní-PAR 0x0 Palmeiras (4ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 5×0 Tigre-ARG (6ª rodada – fase de grupos)
Delfín-EQU 1×3 Palmeiras (Oitavas de final – ida)
Palmeiras 5×0 Delfín-EQU (Oitavas de final – volta)
Libertad-PAR 1×1 Palmeiras (Quartas de final – ida)
Palmeiras 3×0 Libertad-PAR (Quartas de final – volta)
River Plate-ARG 0x3 Palmeiras (Semifinal – ida)
Palmeiras 0x2 River Plate-ARG (Semifinal – volta)
Palmeiras 1×0 Santos (Final – jogo único)

Gols na Libertadores 2020:
Palmeiras 5×0 Tigre-ARG (6ª rodada – fase de grupos): primeiro gol
Delfín-EQU 1×3 Palmeiras (Oitavas de final – ida): segundo gol

RAPHAEL VEIGA

Raphael Veiga tem sido um dos protagonistas do meio de campo do Palmeiras após a chegada do técnico Abel Ferreira, participando ativamente das jogadas ofensivas do time, inclusive com gols decisivos. O jogador já soma 18 gols na temporada 2020, sendo dois deles na Libertadores 2020 (nas goleadas por 5 a 0 contra Bolívar-BOL e Tigre-ARG, ambas no Allianz Parque), marca que o coloca na vice-artilharia da equipe, ao lado de Willian e atrás apenas de Luiz Adriano, com 20.

Ao ter entrado em campo no clássico contra o Corinthians, no Allianz Parque, o meia Raphael Veiga completou 100 jogos pelo Palmeiras e fez dois gols no duelo. Em 102 jogos desde janeiro de 2017, ele marcou 25 gols e concedeu seis assistências – em seus últimos 18 jogos disputados, Veiga marcou dez gols (média de 0,55 neste período). Ao todo, neste ano, Raphael Veiga soma 18 bolas na rede na temporada e, com isso, superou os nove gols que acumulou em 2018 pelo Athletico-PR e fez de 2020, de forma disparada, a temporada mais artilheira de sua carreira.

Além disso, com os 25 gols que possui, ele é, de forma isolada, o terceiro colocado dentre os principais artilheiros gerais do elenco atual, atrás só de Luiz Adriano, com 27, e de Willian Bigode, com 56.

Números gerais:
> 102 jogos (57 como titular), 25 gols e 4 assistências pelo Palmeiras
> 49 jogos (35 como titular), 18 gols e 2 assistências na temporada de 2020
> 10 jogos (6 como titular), 2 gols e 1 assistência pela Libertadores 2020

Jogos na Libertadores 2020:
Bolívar-BOL 1×2 Palmeiras (3ª rodada – fase de grupos)
Guaraní-PAR 0x0 Palmeiras (4ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 5×0 Bolívar-BOL (5ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 5×0 Tigre-ARG (6ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 5×0 Delfín-EQU (Oitavas de final – volta)
Libertad-PAR 1×1 Palmeiras (Quartas de final – ida)
Palmeiras 3×0 Libertad-PAR (Quartas de final – volta)
River Plate-ARG 0x3 Palmeiras (Semifinal – ida)
Palmeiras 0x2 River Plate-ARG (Semifinal – volta)
Palmeiras 1×0 Santos (Final – jogo único)

Gols na Libertadores 2020:
Palmeiras 5×0 Bolívar-BOL (5ª rodada – fase de grupos): primeiro gol
Palmeiras 5×0 Tigre-ARG (6ª rodada – fase de grupos): segundo gol

LUCAS LIMA

Sempre uma opção importante para cadenciar o jogo e dar qualidade nos passes para finalização, Lucas Lima entrou em campo quatro vezes nesta edição da Libertadores, com três participações como titular da equipe de Abel Ferreira. Campeão brasileiro em 2018 e paulista em 2020, o meia levantou a sua terceira taça pelo Verdão, a primeira em âmbito internacional.

Conhecido por sua técnica apurada e boa visão de jogo, Lucas Lima possui 21 assistências no total desde que chegou ao Palmeiras em 2018. Desta forma, ele é o vice-líder de passes a gol do atual elenco, atrás de Willian. Na atual temporada, ele é o líder em passe para finalizações.

Números gerais:
> 157 jogos (108 como titular), 10 gols e 21 assistências pelo Palmeiras
> 50 jogos (34 como titular), 2 gols e 5 assistências na temporada de 2020
> 4 jogos (3 como titular) pela Libertadores 2020

Jogos na Libertadores 2020:
Guaraní-PAR 0x0 Palmeiras (4ª rodada – fase de grupos)
Delfín-EQU 1×3 Palmeiras (Oitavas de final – ida)
Palmeiras 5×0 Delfín-EQU (Oitavas de final – volta)
Libertad-PAR 1×1 Palmeiras (Quartas de final – ida)

GUSTAVO SCARPA

Pouco utilizado no primeiro semestre, o meia Gustavo Scarpa viu a sua situação no Palmeiras mudar completamente após a chegada do técnico Abel Ferreira. Além de ser mais acionado, o jogador viveu a experiência de atuar como lateral-esquerdo. E o palmeirense não decepcionou, tendo boas chegadas ao ataque com cruzamentos perfeitos e arremates certeiros ao gol adversário.

As assistências de Scarpa resultaram em três gols do Palmeiras na Libertadores: o tentos de Gustavo Gómez no empate em 1 a 1 com o Libertad-PAR, fora de casa, e de Gabriel Menino na vitória por 3 a 0, novamente contra o rival paraguaio, desta vez no Allianz Parque, ambos duelos pelas quarta de final, além do gol de cabeça marcado por Viña contra o River Plate-ARG, na Argentina, pelas semifinais, após jogada ensaiada que pegou de surpresa os defensores rivais. Foi o terceiro do Verdão na ocasião.

Números gerais:
> 110 jogos (60 como titular), 22 gols e 15 assistências pelo Palmeiras
> 39 jogos (15 como titular), 3 gols e 6 assistências na temporada de 2020
> 6 jogos (5 como titular) e 3 assistências pela Libertadores 2020

Jogos na Libertadores 2020:
Bolívar-BOL 1×2 Palmeiras (3ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 5×0 Delfín-EQU (Oitavas de final – volta)
Libertad-PAR 1×1 Palmeiras (Quartas de final – ida)
Palmeiras 3×0 Libertad-PAR (Quartas de final – volta)
River Plate-ARG 0x3 Palmeiras (Semifinal – ida)
Palmeiras 0x2 River Plate-ARG (Semifinal – volta)

  Grêmio x Palmeiras: informações, estatísticas e curiosidades

 

Gols na Libertadores 2020:
Palmeiras 3×0 Libertad-PAR (Quartas de final – volta): primeiro gol

RAMIRES

Multicampeão no futebol europeu e com o cobiçado título da Champions League na bagagem, Ramires também colaborou para a conquista palmeirense na Libertadores 2020, torneio de clubes mais importantes das Américas. Foram sete jogos no total, com quatro aparições na equipe titular.

Números gerais:
> 45 jogos (20 como titular) e 1 gol pelo Palmeiras
> 39 jogos (18 como titular) e 1 gol na temporada de 2020
> 7 jogos (4 como titular) pela Libertadores 2020

Jogos na Libertadores 2020:
Tigre-ARG 0x2 Palmeiras (1ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 3×1 Guaraní-PAR (2ª rodada – fase de grupos)
Bolívar-BOL 1×2 Palmeiras (3ª rodada – fase de grupos)
Guaraní-PAR 0x0 Palmeiras (4ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 5×0 Bolívar-BOL (5ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 5×0 Tigre-ARG (6ª rodada – fase de grupos)
Delfín-EQU 1×3 Palmeiras (Oitavas de final – ida)

BRUNO HENRIQUE

Capitão do Palmeiras no título do Campeonato Brasileiro 2018 e presente na conquista do Campeonato Paulista 2020, o volante Bruno Henrique esteve em cinco partidas da atual edição da Libertadores, sendo três como titular, todas elas durante a fase de grupos do torneio sul-americano. Apesar de ter mudado de equipe antes das oitavas de final, o atleta também faz parte da lista de campeões da Libertadores 2020.

Números gerais:
> 175 jogos (141 como titular), 28 gols e 12 assistências pelo Palmeiras
> 32 jogos (17 como titular) e 1 assistência na temporada de 2020
> 5 jogos (3 como titular) pela Libertadores 2020

Jogos na Libertadores 2020:
Tigre-ARG 0x2 Palmeiras (1ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 3×1 Guaraní-PAR (2ª rodada – fase de grupos)
Bolívar-BOL 1×2 Palmeiras (3ª rodada – fase de grupos)
Guaraní-PAR 0x0 Palmeiras (4ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 5×0 Bolívar-BOL (5ª rodada – fase de grupos)

RONY

Um dos principais nomes do Palmeiras na Libertadores 2020, Rony superou todas as expectativas ao marcar cinco gols e dar oito assistências ao longo das 11 partidas em que esteve presente na competição, além de ser eleito pela Conmebol como Melhor Jogador da Partida em quatro oportunidades. Um destes cinco tentos, inclusive, foi fundamental para o Verdão conquistar a histórica vitória por 3 a 0 sobre o River Plate-ARG, na Argentina. O camisa 11 abriu o marcador na casa do rival, dando início a uma noite que se tornou inesquecível para os palestrinos.

Rony é o principal artilheiro do Verdão na Libertadores 2020 com cinco bolas na rede, ao lado de Luiz Adriano. O camisa 11 marcou contra Bolívar-BOL (vitória por 5 a 0, em casa), Tigre-ARG (vitória por 5 a 0, em casa), Delfín-EQU (vitória por 3 a 1, fora), Libertad-PAR (vitória por 3 a 0, em casa) e River Plate-ARG (vitória por 3 a 0, fora).

O atacante também é o garçom máximo da edição 2020 da competição internacional, dentre todos os clubes, com oito passes a gol, além de ser também o líder isolado em participação em gols no torneio sul-americano, com 13 ações (ou seja, oito assitências e cinco bolas na rede). Os passes a gol de Rony foram para Willian contra o Tigre-ARG (vitória por 2 a 0, fora), Luiz Adriano contra o Guaraní-PAR (vitória por 3 a 1, em casa), Gabriel Menino contra o Bolívar-BOL (vitória por 2 a 1, fora), Gabriel Veron contra o Tigre-ARG (vitória por 5 a 0, em casa), Gabriel Menino e Zé Rafael contra o Delfín-EQU (vitória por 3 a 1, fora) e Gustavo Scarpa contra o Libertad-PAR (vitória por 3 a 0, em casa).

Números gerais:
> 45 jogos (34 como titular), 10 gols e 9 assistências pelo Palmeiras
> 45 jogos (34 como titular), 10 gols e 9 assistências na temporada de 2020
> 11 jogos (10 como titular), 5 gols e oito assistências pela Libertadores 2020

Jogos na Libertadores 2020:
Tigre-ARG 0x2 Palmeiras (1ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 3×1 Guaraní-PAR (2ª rodada – fase de grupos)
Bolívar-BOL 1×2 Palmeiras (3ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 5×0 Bolívar-BOL (5ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 5×0 Tigre-ARG (6ª rodada – fase de grupos)
Delfín-EQU 1×3 Palmeiras (Oitavas de final – ida)
Libertad-PAR 1×1 Palmeiras (Quartas de final – ida)
Palmeiras 3×0 Libertad-PAR (Quartas de final – volta)
River Plate-ARG 0x3 Palmeiras (Semifinal – ida)
Palmeiras 0x2 River Plate-ARG (Semifinal – volta)
Palmeiras 1×0 Santos (Final – jogo único)

Gols na Libertadores 2020:
Palmeiras 5×0 Bolívar-BOL (5ª rodada – fase de grupos): primeiro gol
Palmeiras 5×0 Tigre-ARG (6ª rodada – fase de grupos): segundo gol
Delfín-EQU 1×3 Palmeiras (Oitavas de final – ida): terceiro gol
Palmeiras 3×0 Libertad-PAR (Quartas de final – volta): quarto gol
River Plate-ARG 0x3 Palmeiras (Semifinal – ida): quinto gol

GABRIEL VERON

Cria da Academia e uma das grandes esperanças para o futuro alviverde, Gabriel Veron mostrou-se uma arma importante para o treinador Abel Ferreira na campanha vitoriosa da Libertadores. Com sete jogos (cinco como titular), três gols e uma assistência, o jovem conquistou o seu segundo troféu com a equipe profissional do Verdão – o primeiro foi o Campeonato Paulista.

Promovido ao elenco profissional no final da temporada passada, Gabriel Veron já está marcado na história do clube como o palmeirense mais jovem a fazer gol em Campeonato Brasileiro, Copa Libertadores e Copa do Brasil. Na competição continental, alcançou o recorde no dia 21/10/2020, ao fazer o quarto gol na vitória por 5 a 0 sobre o Tigre-ARG com 18 anos, um mês e 19 dias, superando Gabriel Jesus, que tinha 18 anos, 10 meses e 13 dias quando foi às redes no empate por 2 a 2 diante do River Plate-URU, em 16/02/2016. Veron voltou a marcar duas vezes pelo torneio sul-americano na goleada por 5 a 0 contra o Delfín-EQU, no Allianz Parque, pelas oitavas de final.

Natural de Assú-RN, Veron está no Palmeiras desde o Sub-15 e soma títulos por todas as categorias de base – inclusive, foi campeão paulista Sub-15, Sub-17, Sub-20 e Profissional pelo Verdão. Em 2018, foi também campeão mundial interclubes Sub-17 pelo Palmeiras, marcando gol na vitória por 4 a 2 sobre o Real Madrid na decisão e terminando a competição como o artilheiro e eleito o melhor jogador. Em 2019, sagrou-se bicampeão mundial com a vitória por 2 a 1 sobre o Leganés-ESP, além de campeão das Copas do Brasil Sub-17 e Sub-20. Com a Seleção Brasileira, conquistou a Copa do Mundo Sub-17 em 2019 e, mais uma vez, levou o prêmio de melhor jogador para casa.

Números gerais:
> 40 jogos (18 como titular), 11 gols e 6 assistências pelo Palmeiras
> 37 jogos (18 como titular), 9 gols e 5 assistências na temporada de 2020
> 7 jogos (5 como titular), 3 gols e 1 assistência pela Libertadores 2020

Jogos na Libertadores 2020:
Tigre-ARG 0x2 Palmeiras (1ª rodada – fase de grupos)
Bolívar-BOL 1×2 Palmeiras (3ª rodada – fase de grupos)
Guaraní-PAR 0x0 Palmeiras (4ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 5×0 Tigre-ARG (6ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 5×0 Delfín-EQU (Oitavas de final – volta)
Libertad-PAR 1×1 Palmeiras (Quartas de final – ida)
Palmeiras 3×0 Libertad-PAR (Quartas de final – volta)

Gols na Libertadores 2020:
Palmeiras 5×0 Tigre-ARG (6ª rodada – fase de grupos): primeiro gol
Palmeiras 5×0 Delfín-EQU (Oitavas de final – volta): segundo e terceiro gols

WESLEY

Apesar de ter sido prejudicado por uma grave lesão no meio da temporada, o atacante Wesley foi decisivo quando entrou em campo pela competição mais importante da América do Sul. Sempre ágil e habilidoso, ele realizou três jogos durante a campanha do Alviverde, com um gol e três assistências – duas no triunfo por 5 a 0 contra o Bolívar-BOL, no Allianz Parque, e uma nos 5 a 0 contra o Tigre-ARG, novamente na arena alviverde, ambos os duelos pela fase de grupos.

Natural de Salvador, o jogador de 21 anos foi captado em 2016, quando atuava pelo Jacuipense-BA, para reforçar o Sub-17. Na temporada seguinte, subiu para o Sub-20, categoria pela qual conquistou o Campeonato Brasileiro em 2018, a Copa do Brasil em 2019 e o tricampeonato paulista em 2017, 2018 e 2019. Emprestado ao Vitória-BA em maio do ano passado para adquirir experiência disputando a Série B do Brasileiro, teve bom desempenho: anotou cinco gols, deu três assistências, foi o segundo maior driblador da competição e o sexto jogador mais caçado.

Números gerais:
> 23 jogos (13 como titular), 4 gols e 6 assistências pelo Palmeiras
> 23 jogos (13 como titular), 4 gols e 6 assistências na temporada de 2020
> 3 jogos (2 como titular),1 gol e 3 assistências pela Libertadores 2020

Jogos na Libertadores 2020:
Guaraní-PAR 0x0 Palmeiras (4ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 5×0 Bolívar-BOL (5ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 5×0 Tigre-ARG (6ª rodada – fase de grupos)

Gols na Libertadores 2020:
Palmeiras 5×0 Bolívar-BOL (5ª rodada – fase de grupos): primeiro gol

WILLIAN

Vice-artilheiro do Palmeiras na Libertadores 2020 com quatro gols, atrás apenas de Rony e Luiz Adriano (ambos com cinco), Willian foi, mais uma vez, um dos destaques do clube na temporada. Experiente e com um total de 31 partidas no torneio internacional com o manto palestrino, o camisa 29 atuou em 10 jogos (cinco como titular) nesta edição. Os quatro gols de Willian na Libertadores 2020 foram anotados contra o Tigre-ARG (vitória por 2 a 0, fora), o Bolívar-BOL (vitória por 2 a 1, fora), novamente o Bolívar-BOL (vitória por 5 a 0, em casa) e o Delfín-EQU (vitória por 5 a 0, em casa).

Contra o River Plate-ARG, no jogo de ida, vitória por 3 a 0 fora de casa (não atuou no duelo de volta), ele chegou a 31 partidas pela competição continental e superou o volante Cesar Sampaio na lista dos atletas palmeirenses com mais jogos pela Libertadores em todos os tempos, se isolando na 5ª colocação – completam a lista o atacante Dudu (4º, com 34 jogos), o volante Galeano (3º, com 38 jogos), o meia Alex (2º, com 39 jogos) e o goleiro Marcos (líder da lista, com 57 jogos).

Willian segue como o atleta mais assíduo do Verdão na atual temporada, ao lado de Weverton: atuou em 62 dos 67 compromissos possíveis, assim como o goleiro. Além disso, Willian é o vice-artilheiro do time na temporada, atrás apenas de Luiz Adriano. O atacante é também o segundo maior goleador do Palmeiras neste século com 56 tentos (atrás só de Dudu, com 70) e aparece na 47ª posição da lista dos maiores artilheiros da história alviverde, ao lado de Zinho.

Jogador do atual elenco com mais partidas, gols e assistências, Willian é o 68º no ranking dos atletas com mais jogos na história do clube e o 6º entre os que têm mais vitórias neste século, com 114 triunfos – completam o ranking Márcio Araújo (5º, com 118), Valdivia (4º, com 122), Fernando Prass (3º, com 151), Dudu (2º colocado, com 174) e Marcos (líder com 182 vitórias).

As 211 partidas de Willian, inclusive, o colocam também no top 10 de palmeirenses com mais partidas neste século, na 6ª colocação, ao lado do volante Corrêa – completam o ranking o meia Valdivia (5º, com 241), o volante Márcio Araújo (4º, com 252), o goleiro Fernando Prass (3º, com 274), o atacante Dudu (2º, com 305) e o goleiro Marcos (líder no quesito, com 392).

Números gerais:
> 211 jogos (143 como titular), 56 gols e 22 assistências pelo Palmeiras
> 62 jogos (35 como titular), 18 gols e 6 assistências na temporada de 2020
> 10 jogos (5 como titular), 4 gols e 1 assistência pela Libertadores 2020

Jogos na Libertadores 2020:
Tigre-ARG 0x2 Palmeiras (1ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 3×1 Guaraní-PAR (2ª rodada – fase de grupos)
Bolívar-BOL 1×2 Palmeiras (3ª rodada – fase de grupos)
Guaraní-PAR 0x0 Palmeiras (4ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 5×0 Bolívar-BOL (5ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 5×0 Tigre-ARG (6ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 5×0 Delfín-EQU (Oitavas de final – volta)
Libertad-PAR 1×1 Palmeiras (Quartas de final – ida)
Palmeiras 3×0 Libertad-PAR (Quartas de final – volta)
River Plate-ARG 0x3 Palmeiras (Semifinal – ida)

Gols na Libertadores 2020:
Tigre-ARG 0x2 Palmeiras (1ª rodada – fase de grupos): primeiro gol
Bolívar-BOL 1×2 Palmeiras (3ª rodada – fase de grupos): segundo gol
Palmeiras 5×0 Bolívar-BOL (5ª rodada – fase de grupos): terceiro gol
Palmeiras 5×0 Delfín-EQU (Oitavas de final – volta): quarto gol

LUIZ ADRIANO

Ao lado de Rony, Luiz Adriano foi o principal artilheiro do Palmeiras nesta edição da Libertadores com cinco gols marcados. Com uma categoria diferenciada, o jogador também mostrou um arranque imparável no primeiro jogo contra o River Plate-ARG, pelas semifinais: Foi dele o segundo tento do Verdão no triunfo por 3 a 0, após disparar do meio de campo até a meta adversária. Ao todo, foram sete jogos, todos como titular.

Logo de cara, na primeira rodada da fase de grupos, o camisa 10 já deixou a sua marca na vitória por 2 a 0 sobre o Tigre-ARG, na Argentina. No duelo seguinte, com o Guaraní-PAR, no Allianz Parque, o atacante foi decisivo novamente e acrescentou mais um hat-trick na carreira ao marcar três vezes na vitória por 3 a 1 sobre os paraguaios.

Luiz Adriano figura, de forma isolada, na artilharia do time na atual temporada, com 20 gols, seguido de Willian Bigode e Raphael Veiga, ambos com 18. Além dos números absolutos, Adriano possui também a melhor média: 0,40 (20 gols em 49 jogos) contra 0,36 de Raphael Veiga (18 gols em 49 partidas). Com 27 gols desde que chegou ao Verdão, em 2019, o jogador é ainda o vice-goleador do elenco no geral, seguido de Raphael Veiga, com 25, e atrás só de Willian, com 56 bolas na rede.

Números gerais:
> 64 jogos (55 como titular), 27 gols e 5 assistências pelo Palmeiras
> 49 jogos (42 como titular), 20 gols e 4 assistências na temporada de 2020
> 7 jogos (7 como titular) e 5 gols pela Libertadores 2020

Jogos na Libertadores 2020:
Tigre-ARG 0x2 Palmeiras (1ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 3×1 Guaraní-PAR (2ª rodada – fase de grupos)
Guaraní-PAR 0x0 Palmeiras (4ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 5×0 Tigre-ARG (6ª rodada – fase de grupos)
River Plate-ARG 0x3 Palmeiras (Semifinal – ida)
Palmeiras 0x2 River Plate-ARG (Semifinal – volta)
Palmeiras 1×0 Santos (Final – jogo único)

Gols na Libertadores 2020:
Tigre-ARG 0x2 Palmeiras (1ª rodada – fase de grupos): primeiro gol
Palmeiras 3×1 Guaraní-PAR (2ª rodada – fase de grupos): segundo, terceiro e quarto gols
River Plate-ARG 0x3 Palmeiras (Semifinal – ida): quinto gol

BRENO LOPES

Apesar de não ter iniciado nenhuma partida entre os titulares, Breno Lopes foi uma opção interessante para Abel Ferreira dar velocidade ao ataque palestrino nas etapas finais dos jogos. E foi assim também na final: o atacante entrou aos 39 minutos do segundo tempo e marcou o gol do título nos acréscimos, aos 53.

Destaque no Campeonato Brasileiro da Série B com o Juventude, o atleta chegou ao Verdão em 2020 e colaborou para a conquista sul-americana, participando de cinco duelos: os dois com o Libertad-PAR, pelas quartas de final, os dois com o River Plate-ARG, pelas semifinais, e a finalíssima contra o Santos, no Maracanã, que, inclusive, marcou a estreia do jogador no estádio carioca.

Números gerais:
> 17 jogos (6 como titular) pelo Palmeiras, 2 gols
> 17 jogos (6 como titular) na temporada de 2020, 2 gols
> 5 jogos (0 como titular) pela Libertadores 2020, 1 gol

Jogos na Libertadores 2020:
Libertad-PAR 1×1 Palmeiras (Quartas de final – ida)
Palmeiras 3×0 Libertad-PAR (Quartas de final – volta)
River Plate-ARG 0x3 Palmeiras (Semifinal – ida)
Palmeiras 0x2 River Plate-ARG (Semifinal – volta)
Palmeiras 1×0 Santos (Final – jogo único)

GABRIEL SILVA

O jovem atacante de 18 anos, relevado pelas categorias de base do Palmeiras, fez três jogos pela Libertadores 2020, dando, inclusive, uma assistência para gol. Apesar da pouca idade, o palmeirense mostrou personalidade ao ser acionado pelo treinador Abel Ferreira.

Gabriel Silva chegou ao clube aos 13 anos, em 2015, e tem no currículo dois títulos do Mundial de Clubes Sub-17 – nas duas finais, aliás, ele deixou sua marca: primeiro na vitória por 4 a 2 sobre o Real Madrid na decisão de 2018, na Espanha, e depois na vitória por 2 a 1 sobre o Leganés-ESP em 2019, também na Espanha. Campeão paulista Sub-15, Sub-17, Sub-20 e Profissional pelo Verdão, marcou 40 gols em 46 jogos atuando pelo Sub-17 e pelo Sub-20 em 2019 e se destacou também por balançar as redes em todas as finais nacionais que disputou na temporada passada: Paulista Sub-17 (vice-campeão), Copa do Brasil Sub-17 (campeão), Supercopa do Brasil Sub-17 (campeão), Paulista Sub-20 (campeão), Brasileiro Sub-20 (vice-campeão) e Supercopa do Brasil Sub-20 (vice-campeão). Neste ano, tem seis gols em sete jogos entre Brasileiro Sub-20 e Copa do Brasil Sub-20.

Números gerais:
> 16 jogos (2 como titular) e 1 assistência pelo Palmeiras
> 16 jogos (2 como titular) e 1 assistência na temporada de 2020
> 3 jogos (0 como titular) e 1 assistência pela Libertadores 2020

Jogos na Libertadores 2020:
Delfín-EQU 1×3 Palmeiras (Oitavas de final – ida)
Palmeiras 5×0 Delfín-EQU (Oitavas de final – volta)
Libertad-PAR 1×1 Palmeiras (Quartas de final – ida)

DUDU

Um dos grandes nomes do Palmeiras nos últimos anos, o atacante Dudu não poderia ficar de fora da campanha do bicampeonato da Libertadores. Foram apenas duas partidas do jogador na atual edição do torneio (já que se transferiu para o futebol do exterior no meio da temporada), mas todas como titular e com direito a duas assistências para gol. Com isso, o eterno camisa 7 acumula cinco conquistas pelo Alviverde: Copa do Brasil 2015, Campeonato Brasileiro 2016 e 2018 e Campeonato Paulista 2020, além da Libertadores.

Números gerais:
> 305 jogos (285 como titular), 70 gols e 78 assistências pelo Palmeiras
> 12 jogos (11 como titular), 2 gols e 3 assistências na temporada de 2020
> 2 jogos (2 como titular) e 2 assistências pela Libertadores 2020

Jogos na Libertadores 2020:
Tigre-ARG 0x2 Palmeiras (1ª rodada – fase de grupos)
Palmeiras 3×1 Guaraní-PAR (2ª rodada – fase de grupos)

Comentários Facebook
Propaganda

esportes

Foco agora é o Brasileirão

Publicados

em


Depois da emocionante classificação para as quartas de final da Copa Libertadores, conquistada frente ao Boca Juniors-ARG, o Galo volta suas atenções para a disputa do Campeonato Brasileiro.

Os jogadores se representaram ontem (21), na Cidade do Galo, dando início à preparação para o duelo contra o Bahia, em jogo que será válido pela 13ª rodada do Brasileirão.

Os atletas que iniciaram o jogo como titulares, participaram de atividades físicas e regenerativas na academia. Os demais foram a campo para treinos técnicos e táticos.

Confira as fotos do treino:
Treino 22.07.2021

Na manhã de hoje (22), o volante Allan, peça importante na saída de bola e marcador implacável, concedeu entrevista coletiva, onde discorreu sobre a sequência positiva do time.

“As vitórias nos ajudam a ganhar confiança para seguir fazendo o que professor Cuca pede, sem diminuir a intensidade do time”, afirmou.

Assista à íntegra:

Em segundo lugar na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro, o Atlético enfrentará a equipe baiana domingo (25), às 11h, no Mineirão.

Fonte: https://agenciaesporte.com.br/proxy/atletico.php?slug=foco-agora-e-o-brasileirao

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana