POLÍCIA

Operação Dispersão IV aplicou mais de R$ 2,6 milhões em multas

Publicados

em

Realizada desde o mês de março nos 141 municípios de Mato Grosso, a Operação Dispersão IV, já aplicou R$ 2.634.000,00 milhões em multas a pessoas que infringiram as normas de biossegurança e o toque de recolher.

As 2.931 multas correspondem ao registro de aglomerações, descumprimento do horário de fechamento de estabelecimentos e não uso da máscara de proteção facial para evitar a transmissão da Covid-19.

Conforme relatório da Polícia Militar, foram contabilizadas durante a operação 24.592 orientações em geral referentes às restrições, 47.026 abordagens em veículos, 62.253 pessoas estavam em situações de aglomerações e 44.276 orientações foram direcionadas à população pelo não uso da máscara de proteção facial.

O número de detenções por descumprimento das restrições de circulação de pessoas foi de 617, outras 1.034 pessoas chegaram a ser detidas por aglomerações e 508 estabelecimentos foram notificados por descumprimento do horário de fechamento obrigatório às 19h.

Na última operação, realizada entre os dias 21 e 22 de junho, das 19h às 5h da manhã, foram aplicados R$ 3.000,00 em multas. Ao todo, foram abordadas 131 pessoas em barreiras e 35 pessoas foram dispersas em aglomerações.

Os órgãos de segurança do Governo estão atuando de forma mais severa, aliando a conscientização e aplicação de multas, para que a população entenda a importância do isolamento social e cumprimento das medidas restritivas para o combate à pandemia da Covid-19.

A multa é de R$ 500 para o cidadão e R$ 10 mil para o estabelecimento, e podem ser triplicadas em caso de reincidência no descumprimento das medidas. No caso dos estabelecimentos, também há possibilidade de interdição do local pelo período de 30 dias e detenção do responsável.

Fonte: PM MT

Comentários Facebook
Propaganda

POLÍCIA

Homem é preso em flagrante depois de ameaçar ex-namorada durante atendimento à vítima na Polícia Civil

Publicados

em

A equipe da Delegacia Especializada da Mulher, Criança e Idoso de Várzea Grande prendeu nesta quinta-feira (05.08) um homem de 31 anos por ameaçar reiteradamente a ex-namorada.

A vítima, de 22 anos, procurou a Delegacia da Mulher de Várzea Grande e informou que estava sofrendo perseguição constante do ex-namorado, de quem se separou há meses. Mesmo bloqueando o número de celular dele, o suspeito continuava a lhe encaminhar mensagens com teor ofensivo e ameaçador.

Nesta quinta-feira, o homem tornou a telefonar para a vítima, por volta de 11h, e a ameaçou de morte dizendo que enfiaria ‘uma bala na cabeça’ dela. Depois, por volta de 13 horas, quando ela já estava na delegacia, ele telefonou novamente e a xingou de cadela, fato presenciado pela delegada Mariell Antonini Dias.

Como havia a ameaça de morte e o autor dos crimes demonstrava inconformismo com a decisão da mulher em terminar a relação, a delegada determinou diligências a fim de localizá-lo e prendê-lo. Ele foi autuado em flagrante pelos crimes de ameça e injúria no âmbito da violência doméstica e familiar, conforme a Lei 11.340/2006.

Com a conclusão do procedimento policial, o autor será encaminhado à audiência de custódia, permanecendo à disposição da Justiça.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana