MINISTÉRIO PÚBLICO MT

Operação desarticula organização criminosa que tinha participação de policiais

Publicados

em

O Ministério Público em investigação conjunta com a Polícia Civil, por intermédio da Corregedoria Geral da Polícia Civil, deflagrou nesta manhã de terça-feira (04.05), a operação renegados, com a finalidade de cumprir 44 mandados, sendo que destes 22 são de mandados de prisão preventiva.

A operação se fundamenta em um Procedimento de Investigação Criminal – PIC instaurado no âmbito do Gaeco e Inquéritos  instaurados pela Corregedoria Geral da Policial Civil.

A investigação busca desarticular  uma organização criminosa composta, dentre outros membros, por policiais civis e militares, além de informantes utilizados pelo grupo criminoso.

Os elementos informativos e provas colhidos, demonstraram que a organização criminosa era comandada por policial da ativa, o qual se utilizava  de técnicas de investigação com o uso de equipamentos da Polícia Judiciária Civil, além da facilidade de ser chefe de operação de uma Delegacia da capital, para facilitar e encobrir as ações criminosas do grupo. Ações essas que envolvem a prática de crimes graves como concussão, corrupção, peculato, roubo e tráfico.

O Ministério Público e a Polícia Civil  comungam esforços para combater os que desonram sua missão institucional e renegam a nobre missão do combate à corrupção e à criminalidade . A lei é para todos e com muito mais rigor deve atingir aqueles que abusam da função pública e se utilizam do cargo e do aparato estatal para o cometimento de crimes.

No cumprimento das medidas judiciais, participaram o Ministério Público, através do Gaeco e sua equipe; a Polícia Judiciária Civil, por meio da Corregedoria-Geral, e com aproximadamente 20 delegados e equipes das Diretorias de Atividades Especiais e Metropolitana; além do apoio da Polícia Militar e do Ciopaer.

 

Confira a lista dos alvos da operação desta terça-feira:

 Dhiego de Matos Ribas (policial civil e chefe de operação)

 Edilson Antônio da Silva (policial civil)

 Natalia Regina Assis da Silva (namorada de Edilson)

 Alan Cantuário Rodrigues (policial civil)

 Júlio César de Proença (policial civil)

 Paulo da Silva Brito (policial civil)

 Rogério da Costa Ribeiro (policial civil)

 André Luis Haack Kley (policial civil)

 Frederico Eduardo de Oliveira Gruszczynski (policial civil)

 Evanir Silva Costa (ex-policial civil)

 Raimundo Gonçalves de Queiroz (ex-policial civil)

 Domingos Savio Alberto de Sant’ana (ex-servidor público)

 Reinaldo do Nascimento Lima (incerto)

 Manoel José de Campos (policial militar)

 Kelle de Arruda Santos (incerto)

 Jovanildo Augusto da Silva (criminoso)

 Genivaldo de Souza Machado (já foi preso)

 Neliton João da Silva (incerto)

 Adilson de Jesus Pinto (policial militar)

 João Martins de Castro (incerto)

 Delisflasio Cardoso Bezerra Silva (já foi preso por se passar por policial civil)

 Sandro Victor Teixeira Silva (policial civil)

 

Comentários Facebook
Propaganda

MINISTÉRIO PÚBLICO MT

Webinar discute aspectos da investigação de órgãos de segurança pública 

Publicados

em


Quais as atribuições da Polícia Judiciária Civil e da Polícia Militar na investigação e processo penal nos quais os próprios servidores públicos da área de segurança são investigados por práticas delituosas?” Para discutir esta e outras questões relacionadas à temática, será realizado nos dias 18 e 19 de maio, das 8 às 12 horas, o webinar “Das Competências e Atribuições Investigativas dos Órgãos de Segurança Pública”. 

O evento é uma realização do Centro de Apoio Operacional do Júri (CAO-Júri) e Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/MT), com a participação da Secretaria de Estado de Segurança Pública, Poder Judiciário, Defensoria Pública e entidades acadêmicas. O webinar conta com o apoio do Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional (CEAF) do MPMT. 

O seminário tem como público-alvo membros do Ministério Público, da magistratura, da OAB, especialmente os que atuam perante o Tribunal do Júri e na área militar, e agentes da Secretaria de Segurança Pública (Polícia Militar e Polícia Judiciária Civil).  

No dia 18, às 8 horas, o evento terá início com o painel “Considerações acerca da Segurança Pública de Mato Grosso”. O tema será apresentado pelo secretário de Estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante, e terá como debatedores o presidente da Comissão de Direito Militar da OAB/MT, Antônio Roberto Monteiro de Moraes, o promotor de Justiça Mauro Zaque de Jesus e o juiz de Direito Geraldo Fidelis. 

A primeira aula do webinar trará o tema “Atribuições investigativas dos órgãos de segurança – PJC e PM”, e como palestrantes o coronel PM Daniel Lipi Alvarenga e o delegado de Polícia Fausto Freitas da Silva. O promotor de Justiça Reinaldo Rodrigues Filho, o advogado Waldir Caldas e o defensor-público Maicon Vendrúsculo atuarão como debatedores. 

Para encerrar o primeiro dia do seminário, às 10h50 começa a segunda aula com o tema “Dos procedimentos básicos de colheita de prova e preservação do ambiente pós delito”. Ela será ministrada pelo diretor-geral da Politec, Rubens Sadao Okada, que contará com os debatedores advogada criminalista Regina Dessunte, o professor de Direito Público Marcelo Horn e o promotor de Justiça Rubens Alves de Paula. 

O seminário tem sequência no dia 19 de maio, a partir das 8h30, com a terceira aula, sobre “Dos tratados e convenções internacionais e a jurisprudência da corte interamericana de direitos humanos”. A aula será ministrada pela promotora de Justiça Marcelle Rodrigues Faria e terá como debatedores a juíza de Direito Ana Cristina Silva Mendes e o presidente da Associação dos Familiares Vítimas de Violência de Mato Grosso, o advogado Wantuir Luiz Pereira. 

A quarta e última aula do webinar abordará “Da competência constitucional do tribunal do júri para processar e julgar crimes dolosos contra a vida e sua repercussão nas atribuições investigativas dos órgãos de Segurança Pública”. O palestrante será o promotor de Justiça Vinícius Gahyva Martins e os debatedores serão o juiz de Direito Marcos Faleiros da Silva e o presidente da Comissão Estadual de Direito Penal e Processo Penal da OAB/MT, Leonardo Luis Nunces Bernazzoli. 

O webinar será realizado pela plataforma Zoom e será transmitido pelo canal do YouTube/ESA. 

Fonte: MP MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana