POLÍCIA

Operação da PM potencializa atendimentos às vítimas de violência e fiscaliza agressores em MT

Publicado


Nesta quarta-feira (25) a Polícia Militar, por meio da Coordenadoria de Polícia Comunitária e Direitos Humanos deflagrou a Operação Maria da Penha, na capital e em 13 cidades de Mato Grosso. O objetivo da ação é conseguir atender mais mulheres que são vítimas de violência doméstica, oferecendo ajuda com processo judicial, fiscalização e conscientização dos agressores que devem cumprir as medidas protetivas de urgência determinadas pela justiça. 

A operação tem duração de 12 horas e mobilizao 68 policiais militares e 34 viaturas, que fiscalizam 256 novos processos envolvendo crimes de violência doméstica e familiar. 

A ação deflagrada neste dia 25 de novembro marca o início da campanha anual e internacional “16 Dias de Ativismo pelo fim da violência contra mulher”. O 25 de novembro é também o ‘Dia Internacional pela Eliminação da Violência Contra as Mulheres’.

A coordenadora da Operação Maria da Penha, tenente-coronel Emirella Martins explica que a iniciativa ocorre nas cidades onde a população conta com o trabalho da Patrulha Maria da Penha e que os policiais que atuam na ação são especializados no atendimento às ocorrências de violência contra a mulher. 

“A operação desenvolve o protocolo de fiscalização de medidas protetivas de urgência. Estamos buscando potencializar os atendimentos com novos casos. Na visita ao agressor buscamos informar sobre as consequências de não obedecer as medidas protetivas judiciais. A operação busca também  encorajar as vítimas que ainda não denunciaram para nos procurar. Estamos abertos para atendê-las a qualquer dia e hora. Queremos combater essa violência contra as mulheres”, diz a tenente-coronel. 

A iniciativa conta com a parceria do Tribunal de Justiça de Mato Grosso pela Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar e varas de violência doméstica e familiar para que o ciclo da violência seja quebrado por meio do acompanhamento constante das vítimas e da fiscalização das medidas protetivas que inibem possíveis ações violentas dos agressores. 

No comando da Operação Maria da Penha na região de Várzea Grande, o tenente – coronel Sizano Attir de Oliveira conta que a iniciativa realiza mais de 30 atendimentos e que  as visitas são combinadas com as vítimas à respeito do melhor  horários para os  atendimentos de acolhimento da PM e também de conscientização com o homem agressor. 

A operação Maria da Penha seguirá até as 20h desta quarta- feira(25) nas cidades de Cuiabá, Várzea Grande,Santo Antônio de Leverger, Nossa Senhora do Livramento, Rondonópolis, Barra do Garças, Pontal do Araguaia, Sinop, Sorriso, Cáceres, Primavera do Leste, Pontes e Lacerda, Comodoro e Querência. 

A Polícia Militar orienta a população a continuar denunciando os crimes de violência contra as mulheres via 190 ou pelo 0800 65 3535. A instituição  ressalta ainda  que as vítimas podem contar com as equipes de PM para protegê-las e deter os agressores.

Fonte: PM MT

Comentários Facebook
publicidade

POLÍCIA

Policiais encontram drogas com sete homens em bairros de Várzea Grande

Publicado


Policiais militares de Várzea Grande prenderam nesta segunda-feira (18.01), sete homens por tráfico de droga durante rondas em quatro bairros da cidade.

Duas ocorrências foram atendidas pela equipe do 25º BPM. A primeira, no bairro Construmat, durante rondas e os policiais perceberam que três homens em um veículo Fiat Pálio ficaram nervosos com a presença da viatura. Devido à atitude, foram iniciados os procedimentos de abordagem e vistoria no carro e encontrado porções de maconha e cocaína. Nenhum dos homens assumiu ser dono da droga. Já na delegacia, um deles confessou que o entorpecente seria seu.

No Bairro Parque São João, um homem foi abordado na rua e os policiais localizaram em seu bolso porões de maconha. Os militares foram ate sua casa e mais porções da mesma droga foram encontradas. O suspeito disse que vende entorpecente na região.

 No bairro Jacarandá, os policiais do 4º BPM prenderam dois homens com 23 porções de maconha, uma balança, dinheiro e uma máscara de palhaço. A dupla saia de uma casa conhecida por ser ponto de tráfico de droga, em uma motocicleta. Tentaram fugir, mas foram rendidos. Parte da droga estava na casa de um dos suspeitos.

No bairro Canelas, os militares da 3ª Companhia do 4º BPM pararam um motociclista que conduzia uma Honda Biz vermelha. No baú do veículo estava várias porções de maconha em tamanhos diferentes. O homem contou ter sido contratado por uma mulher para fazer a entrega da droga e receberia R$ 200 pelo serviço. A moto foi apreendida por estar com o lacre rompido.

Serviço

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do disque-denúncia 0800.65.3939. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes. Exemplos: a presença de foragidos da Justiça com mandado de prisão em aberto e ponto de venda de droga.

Fonte: PM MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Agronegocio

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana