mato grosso

Obra de nova escola com 1.600 vagas em Sinop está 50% concluída

Publicado


.

As obras da nova escola estadual no Jardim das Orquídeas, em Sinop (500 quilômetros ao norte de Cuiabá) avançam a cada dia. Após a cobertura da quadra poliesportiva, os operários estão preparando o contrapiso. Além de coberta e com iluminação, a quadra terá arquibancadas, vestiários e total acessibilidade.

Retomadas em julho de 2019, a construção chega a mais de 50% de edificação. A estrutura das salas está em fase acelerada com a preparação das janelas. A próxima etapa será a parte do acabamento. A obra, no valor total de R$ 5.455.480,66 – com recursos do Governo Federal e do Estado – tem previsão de entrega no final do primeiro semestre de 2021.

Segundo a assessora pedagógica Janaina Schweitzer Chitolina, a nova unidade escolar vai dar fôlego em relação às vagas daquela região da cidade que cresce muito.

“Para a comunidade escolar de Sinop será maravilhoso ver que a obra está caminhando rapidamente e a expectativa é que fique pronta o quanto antes. A escola é fundamental para o redimensionamento escolar para 2021”, assinala.

A nova unidade escolar terá cerca de 1.600 novas vagas em três turnos, ampliando de forma significativa a oferta de matrículas tanto no ensino fundamental como no ensino médio.

Serão 18 salas de aulas, além de dependências administrativas, laboratório de informática, biblioteca, refeitório, banheiros masculinos e femininos. O projeto prevê a acessibilidade em todo o prédio incluindo os sanitários e acesso à quadra poliesportiva que será um dos destaques.

“Com a construção dessa unidade vamos possibilitar a ampliação do atendimento em todo o município”, salienta a secretária de Estado de Educação, Marioneide Kliemaschewsk.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
publicidade

mato grosso

Governador anuncia aos servidores a correção monetária sobre salários escalonados

Publicado


O Governo de Mato Grosso vai pagar aos servidores estaduais (ativos e inativos) a correção monetária sobre os salários que foram pagos de forma escalonada.

O anúncio foi feito pelo governador Mauro Mendes nesta terça-feira (27.10), após reunião com os secretários Rogério Gallo (Fazenda) e Basílio Bezerra (Planejamento e Gestão).

A correção será paga de uma só vez a todos os servidores que têm o direito na folha de novembro, junto com a folha de pagamento.

“Infelizmente o Estado de Mato Grosso, nos últimos anos, atrasou salários e em alguns meses pagou de forma parcelada. E a legislação estadual diz claramente que quando o Estado paga além do dia 10, o servidor tem direito à correção monetária. Graças ao nosso trabalho e dos nossos servidores, conseguimos consertar o Estado e isso nos permitiu pagar este direito”, afirmou o governador.

Os valores são correspondentes a pagamentos atrasados e/ou escalonados no período de agosto de 2017 a outubro de 2019, incluindo o 13° do período.

A correção será feita pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).

De acordo com o secretário da Seplag, Basílio Bezerra, o Governo tem envidado todos os esforços para corrigir distorções ocorridas no passado relativas aos servidores públicos. “Esse pagamento é justo e representa a valorização e respeito aos servidores públicos estaduais”, ressaltou.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Agronegocio

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana