JURÍDICO

OAB firma parceria e oferece assinatura grátis do Valor Econômico e O Globo à advocacia

Publicados

em


A OAB Nacional, por meio da Coordenação Nacional das Caixas de Assistência (Concad), realizou parceria com a Editora Globo, para oferecer assinatura grátis por seis meses da versão digital dos jornais Valor Econômico e O Globo para toda a advocacia do país.

Os advogados podem optar por dois planos distintos. O pacote Globo Mais + Valor, após esse período de 6 meses gratuito, será cobrado da advocacia o valor de R$24,90 ao mês por mais 6 meses, mantendo um desconto exclusivo. O plano Globo Mais são os 6 primeiros meses gratuitos, após esse período o valor passa para R$9,90 ao mês por 6 meses, também com um super desconto aos advogados. O cancelamento pode ser feito a qualquer momento.

Para fazer a assinatura, basta acessar o link https://oab.oglobo.com.br/ . Para obter o desconto, os advogados deverão incluir apenas o número da inscrição na OAB. A inciativa da parceria foi do coordenador da Concad, Pedro Alfonsin, que viabilizou mais esse serviço para a advocacia. “Ter informações de jornalistas qualificados e apoiar os órgãos de imprensa, principalmente neste momento de expansão das chamadas fake news, fará toda a diferença para o futuro do profissional da advocacia. Estamos ofertando aos advogados notícias com credibilidade”, disse Alfonsin.

Os planos promocionais para a advocacia incluem ainda a circulação, às sextas-feiras, de uma newsletter semanal especial com notícias e análises para o mundo jurídico, com o nome de Fumus boni iuris. A publicação terá a curadoria das redações dos jornais e do advogado Gustavo Binenbojm, formado pela Faculdade de Direito da UERJ, pela qual também obteve os graus de mestre e doutor e se tornou professor titular. É também Master of Laws (LL.M.) pela Yale Law School. Na OAB Nacional é membro da Comissão Nacional de Estudos Constitucionais e da Comissão Especial de Direito Econômico.

Comentários Facebook
Propaganda

JURÍDICO

Publicada resolução que estabelece paridade de gênero e cotas raciais nas eleições da OAB

Publicados

em


Foi publicado nesta quarta-feira (14) a Resolução 5/20, que altera o Regulamento Geral do Estatuto da Advocacia e da OAB para estabelecer paridade de gênero (50%) e a política de cotas raciais para negros (pretos e pardos), no percentual de 30%, nas eleições da OAB. Ambas as alterações foram aprovadas pelo Conselho Pleno, instância máxima da OAB Nacional, na sessão do dia 14 de dezembro de 2020, e valem para as eleições de 2021.

“São duas mudanças históricas para a OAB. As cotas raciais e a paridade de gênero são mais do que uma necessária e indispensável política de reparação e de inclusão. É o caminho para fortalecer a OAB como grande organização que é. Para mim é motivo de orgulho presidir a Ordem em um momento histórico, mesmo em período tão difícil. Volto a agradecer a todos pela votação histórica que tivemos no dia 14 de dezembro e por aqueles que trabalharam para que esse dia chegasse. A advocacia compreendeu a necessidade de adotar políticas transformadoras”, disse o presidente da OAB Nacional, Felipe Santa Cruz.

Com a mudança aprovada pelo Conselho Pleno, a paridade de gênero torna-se válida para a composição das chapas nas eleições do Conselho Federal, das seccionais, subseções e Caixas de Assistência. A medida estabelece ainda que as chapas, para obterem o registro nas eleições, a partir de 2021, deverão atender ao percentual de 50% para candidaturas de cada gênero, tanto para titulares como para suplentes.

Em relação à nova regra que estabelece as cotas raciais para pretos e pardos, ela também se estende para além do Conselho Federal, abrange a composição das chapas nas eleições das seccionais, subseções e Caixas de Assistência.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana