ENTRETENIMENTO

“O Xand é maravilhoso, amei gravar com ele”, revela Japinha Conde ao iG Gente

Publicados

em


source
Xand Avião e Japinha Conde
Divulgação

Xand Avião e Japinha Conde


Com pouco menos de um ano nas paradas de sucesso, Japinha Conde, que saiu da Feira de São Cristóvão, no Rio de Janeiro, e conquistou o público do forró, piseiro e sertanejo em plena pandemia, lança nesta quarta-feira (9) seu novo projeto audiovisual. Trata-se de “Garrafa Virada”, parceria com Xand Avião.

Em contato com o site, a cantora não escondeu a satisfação por ter dividido os vocais com o ex-líder do Aviões do Forró. “Contar com a participação do Xand é mais um sonho sendo realizado. Agora, nesse momento, o que mais quero é que o povo goste”, disse, lembrando que, devido aos dias tão difíceis que estamos vivendo, “essa é uma maneira de levar alegria”.

Xand Avião e Japinha Conde
Divulgação

Xand Avião e Japinha Conde


Ainda de acordo com a artista, o single retrata “um relacionamento que está prestes a acabar e que a grande maioria de nós já viveu, por isso, acredito que muita gente vai se identificar com a letra”. Mas o forrozeiro  não é a única surpresa do trabalho, não. Ela também contou com Tierry, Lauana Prado, MC Rogerinho, Luiza & Maurílio e Léo Magalhães na gravação do DVD “Evidências”, em Fortaleza, no Ceará.



Múltiplos talentos

Odair Terra presta homenagem à Berenice Azambuja
Divulgação

Odair Terra presta homenagem à Berenice Azambuja


“Churrasco, bom chimarrão, fandango, trago e mulher. É disso que o velho gosta, é isso que o velho quer.” Infelizmente, na última quinta-feira (03), Berenice Azambuja, uma das compositoras dessa canção, regravada em 1985, por Sérgio Reis, e em 1996, por Chitãozinho & Xororó, faleceu aos 69 anos, vítima de um câncer no pâncreas.

Como forma de homenagear a também acordeonista,  o programa “Odair Terra”, da TV Aparecida, desta quarta-feira (09), exibirá uma edição superespecial, a partir das 22h30. “Berenice marcou a história do sul do Brasil e levou a cultura para o mundo todo. Nunca será esquecida, sua obra viverá para sempre”, manifestou-se o apresentador.

Colhendo os louros 

Lipy Adler
Carlo Locatelli/Divulgação

Lipy Adler


Você viu?

Com 21 anos de carreira, Lipy Adler é um nome bem conhecido do cenário cultural. Além de atuar, o carioca de 36 anos é dono de um vasto currículo como autor de obras de sucesso. A mais nova empreitada?  “Carnaval”, que entrou em cartaz na Netflix na primeira semana de junho e já é número 1 no Brasil e top 10 em vários países. 

Vale mencionar que ele não apenas assina o argumento do longa-metragem, ao lado do diretor Leandro Neri, como também dá vida ao personagem Marcão. “Para a história, eu me inspirei nas minhas idas para o feriado em Salvador, foram experiências únicas, e passei todas elas para o papel. O resultado é esse que vocês podem ver em casa quando quiser”, revelou.



Anota na agenda!

Muato
Paula Dias/Divulgação

Muato


O multiartista Muato faz live especial no Dia dos Namorados, sábado (12), a partir das 20h30, do projeto “AfroLove Songs ou A Canção Urbana de Amor Política”. Na apresentação, transmitida pelo YouTube, ele interpreta um repertório com criações próprias, regidas por formatos diversos, temperados com uma poesia imagética e um flerte estético entre a música brasileira, o hip-hop, o pop e o jazz. Ah, traz a participação de nomes como Carol Dall Farra, Vitória Rodrigues e Nara Couto.

Novidade musical

Tribo de Jah
Meirelles Jr./Divulgação

Tribo de Jah


No dia 11 de junho, a Tribo de Jah lança o álbum “Até Que o Bem Triunfe no Final”, por meio das principais plataformas de streaming. Com apenas músicas inéditas, o disco comemora os 35 anos de carreira dos pioneiros do reggae nacional. Para anunciar a boa nova, a Tribo ainda transmitirá uma live no domingo (13), das 15 às 17h30.

De acordo com o vocalista da banda Fauzi Beydoun, “o frescor de um trabalho atual será certamente um alento para os muitos fãs que se encontram também envoltos por toda a situação atual”. Inclusive, a faixa título discorre exatamente sobre isso, numa tentativa de abordar a realidade e manter a conexão com todos que estão passando por esse momento tão inesperado e repleto de insegurança.



Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Propaganda

ENTRETENIMENTO

Apresentador Rafinha Bastos mostra preocupação com variante delta do coronavírus

Publicados

em


source
Rafinha Bastos
Reprodução/Instagram

Rafinha Bastos


Rafinha Bastos, que chegou a anunciar uma interrupção nas gravações dos novos episódios do podcast “Mais Que 8 Minutos”, pelo “medo monstro” de testar positivo para a doença e “morrer na fila de um hospital”,  continua apreensivo com os desdobramentos da pandemia e o surgimento de novas cepas. E isso ficou ainda mais evidente em meio às suas críticas, cobranças e elogios a respeito dos Jogos Olímpicos de Tóquio.

É que o  humorista e podcaster  deu uma pausa nos comentários no Twitter para levantar uma questão: “Nossos picos de casos de corona sempre chegam um pouco depois dos EUA e da Europa. O próximo pico (delta) vai chegar com a vacinação em bons números (50% têm a primeira dose, e boa parte dos mais de 55 anos já tem a segunda). Isso vai fazer com que essa nova onda tenha menos mortes? Vai ser mais leve?”.


Internautas se dividiram nas respostas à postagem. No entanto, vale ressaltar que o afligimento do ex-comandante do “CQC” não é à toa. O número de contaminados com a Covid-19 teve um pequeno aumento na última semana na cidade de São Paulo e acendeu um alerta para as autoridades de saúde sobre um possível efeito da circulação da  mutação do vírus, identificada pela primeira vez na Índia em outubro de 2020, no estado de Maharashtra.


Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana