POLÍCIA

Novo comandante assume o Batalhão Rotam

Publicados

em

O tenente-coronel André Wilian Dorileo, de 41 anos, assumiu o comando do Batalhão de Ronda Ostensiva Tática Móvel (Rotam) em solenidade realizada na manhã dessa quarta-feira (22.09), na sede da unidade, no bairro Dom Aquino, em Cuiabá.

O Batalhão Rotam era comandado pelo então tenente-coronel Paulo César da Silva, que assumiu a unidade especializada da Polícia Militar em outubro de 2019. Neste mês de setembro, o militar foi promovido ao posto de coronel, deixando a coordenação da unidade para o major Michael Kazuo Furuta, que passou o comando da unidade para o tenente-coronel Dorileo.

A unidade da PM tem mais de 142 policiais e neste ano completou 20 anos de fundação. Nos últimos três anos, a Rotam recebeu cerca de R$ 1 milhão em investimentos do Governo do Estado e da Assembleia Legislativa, valor destacado pelo comandante-geral da Polícia Militar, Jonildo José de Assis. “Quero agradecer ao governo estadual pelos investimentos que estão e serão feitos na nossa força policial, à nossa instituição militar no Mato Grosso. O Batalhão da Rotam é um batalhão de excelência, eficaz na produtividade operacional e que nos enche os olhos”, ressaltou o comandante-geral da PM.

Em sua despedida, o coronel Paulo César da Silva falou das melhorias na infraestrutura e destacou a produtividade da unidade, que apreendeu 190 armas de fogo e mais de uma tonelada de drogas sob o seu comando. “Hoje deixo o comando com o sentimento de dever cumprido. Só tenho a agradecer a todos. Conseguimos várias melhorias para a Rotam, de armamentos à infraestrutura, tudo isso somado a uma produtividade incrível. Nossas ações geraram um prejuízo de mais de R$ 15 milhões de reais ao crime organizado”, contou o coronel.

A Rotam será comandado pelo tenente-coronel André Wilian Dorileo, que ocupava a função de diretor adjunto de ensino e coordenador das Escolas Militares Tiradentes. Promovido à tenente-coronel em 2014, Dorileo exaltou o trabalho realizado pela Rotam. “Para mim é uma dádiva receber o comando da Rotam. Nesses últimos dez anos tivemos grandes avanços estruturais e um alto índice de produtividade. Vamos dar continuidade ao trabalho e implementar novos projetos”.

A solenidade da troca de comando da Ronda Ostensiva Tática Móvel (Rotam) reuniu autoridades civis e militares e foi presidida pelo comandante-geral da Polícia Militar, Jonildo José de Assis, junto do coronel José Nildo Silva de Oliveira.

Comentários Facebook
Propaganda

POLÍCIA

Autor de homicídio de vítima que sofreu tortura é preso pela Polícia Civil

Publicados

em

 

Por Raquel Teixeira

O autor de um homicídio qualificado ocorrido em março deste ano, em Várzea Grande, e identificado nas investigações da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa de Cuiabá (DHPP) foi preso nesta terça-feira, 26 de outubro, por equipes da unidade policial.

O investigado, de 18 anos, foi localizado no bairro 23 de Setembro e tentou fugir ao avistar os policiais civis. Ele pulou muros de residências, mas na fuga acabou encontrando de frente um dos investigadores da DHPP, que o deteve.

O homicídio pelo qual responde o investigado ocorreu no dia 10 de março deste ano e vitimou José Carlos Pereira da Costa, de 26 anos, encontrado aos fundos de uma região de motéis, em via pública, na área central de Várzea Grande. A vítima foi morta de forma cruel e o corpo apresentava sinais de tortura, uma lesão por esgorjamento (corte profundo na parte anterior do pescoço) e lesões causadas por arma cortante e arma de fogo.

A investigação da DHPP conduzida pelo delegado Olímpio da Cunha Fernandes Jr. apurou que o crime foi cometido por motivo banal e envolveu uma rixa por causa de um suposto furto de R$ 90,00 da vítima. Os policiais identificaram que o crime foi cometido por duas pessoas, um familiar da vítima e um amigo, uma delas presa nesta terça-feira.

Após cometer o crime, o investigado fugiu do bairro em que residia e não foi localizado durante as diligências. A prisão foi representada à 1a Vara Criminal de Várzea Grande, que deferiu o pedido diante dos elementos de autoria atribuídos ao rapaz investigado pelo homicídio.

Durante interrogatório na DHPP, ele se manteve em silêncio. O inquérito já foi finalizado e encaminhado à justiça em maio deste ano.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana