POLÍCIA

Nove pessoas envolvidas em roubo de mineradora em Pontes e Lacerda são presas

Publicados

em

Nove pessoas envolvidas no roubo de uma mineradora, ocorrido na noite de sábado (28.11), no município de Nova Lacerda (644 km a oeste de Cuiabá) foram presas em flagrante em ação rápida das forças de segurança da região de fronteira, realizada menos de 24 horas do crime. Na ação foram apreendidos veículos, armas de fogo e dinheiro.

Os suspeitos foram autuados em flagrante pelos crimes de latrocínio tentado e associação criminosa.

Participaram dos trabalhos, as equipes da Polícia Civil da Delegacia de Pontes e Lacerda, Comodoro, Vila Bela da Santíssima Trindade, Gerência de Operações Especiais (GOE), Polícia Militar, Grupo Especial de Fronteira (Gefron), com apoio do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer).

O crime ocorreu por volta das 22 horas, quando aproximadamente 15 homens chegaram à mineradora, a pé pela mata  e renderam os seguranças. Durante a ação, os criminosos agiram com extrema violência, efetuaram disparos de arma de arma de fogo e subtraíram uma caminhonete Toyota Hilux além de objetos das pessoas que trabalham no local.

Assim que foi acionada do roubo, a equipe da plantonista da Polícia Civil sob o comando do delegado João Paulo Berté acionou as demais Forças de Segurança que iniciaram as diligências e com bases em informações colhidas conseguiram identificar e prender alguns dos envolvidos nos crime.

Com os suspeitos foram localizados três veículos,  um Fiat Uno, um Fiat Pálio e um Hiunday Santa Fé, além da caminhonete Toyota Hilux roubada da mineradora. Os suspeitos foram conduzidos à Delegacia de Pontes e Lacerda e confessaram a participação no crime, autorizando posteriormente buscas em suas residências.

Em continuidade as diligências foram realizadas as buscas nas casas, onde foram apreendidas armas de fogo, material para refino de ouro e R$ 6,9 mil em dinheiro, além de outros objetos de origem ilícita.

Segundo o delegado, João Paulo Berté, mesmo tentando ocultar suas identidades utilizando apetrechos como bala clavas no momento do crime, os suspeitos foram reconhecidos pelas vítimas por outros aspectos físicos diversos dos rostos.

Ainda de acordo com o delegado, há cerca de 60 dias ocorreu um furto na mineradora, fato que teria sido praticado pelo mesmo grupo criminoso, demonstrando que os suspeitos tinham conhecimento do local.

“Em ação rápida e integrada das forças de segurança, foi possível identificar e prender parte do grupo envolvido no crime, que confessou que estava planejando o roubo há aproximadamente um mês. As investigações estão em andamento para prender os outros envolvidos no crime”, disse o delegado.

O secretário de Segurança Pública, Alexandre Bustamante, destacou que a ação integrada demonstrou mais uma vez que o crime organizado está perdendo espaço em Mato Grosso. “É mais uma mostra da eficiência da área de segurança no combate a crimes de grande monta procurando dar a resposta cada vez mais rápida, resultando na recuperação do patrimônio roubado e desarticulação do grupo envolvido na ação criminosa”, destacou.

Comentários Facebook
Propaganda

POLÍCIA

Polícia Civil prende quatro traficantes com 47 porções de entorpecentes prontas para a venda

Publicados

em


Assessoria | Polícia Civil-MT
 

Mais quatro traficantes foram presos pela Polícia Civil em Rondonópolis (212 km ao sul de Cuiabá), na manhã desta terça-feira (26.01), durante trabalho investigativo da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) do município.

A ação resultou na apreensão de 47 porções de entorpecentes, entre maconha e cocaína, embaladas e prontas para venda, na quantia de R$ 550 em trocado, balanças de precisão, além de diversos materiais utilizados para o comércio ilícito.

Os quatro jovens, de 19 a 24 anos, foram autuados em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico, resistência e desobediência, após serem abordados em uma residência no bairro Vila Cardoso.

Os policiais civis realizavam diligências quando identificaram um imóvel com intenso fluxo de pessoas usuárias, bem como um entra e sai constante de suspeitos utilizando uma moto Honda de cor azul.

Com base nas suspeitas o endereço passou a ser monitorado e constatada a presença de um suspeito fazendo uso de tornozeleira eletrônica, junto com outros indivíduos os quais revezaram na utilização da motocicleta.

Nesta terça-feira (26) ao avistarem grande movimentação na casa, os policiais civis realizaram a abordagem de três pessoas no local que tentaram fugir, porém foram detidas.

Durante buscas foram localizadas diversos rolos de papel filme, uma porção de maconha escondida no telhado. No interior da residência os policiais civis apreenderam uma porção de cocaína, máquina de cartão de crédito, 46 porções de maconha, R$ 550 em dinheiro e outros objetos usados para a prática criminosa.

Em entrevista um dos suspeitos contou que estava morando no local há pouco tempo, pois havia fugido da cidade de Juscimeira para não ser preso pois teria furtado uma loja de eletrodoméstico naquele município.

Ele também informou que outro comparsa estava na rua com a motocicleta, mas que este estaria para chegar. Passado certo tempo, o quarto indivíduo chegou no local com a moto e ao ser abordado o mesmo jogou no chão uma mochila e saiu correndo a pé pelo bairro.

Mesmo pulando alguns muros das residências e tentando se esconder em uma delas, o rapaz foi contido no cerco policial. Na ocasião foi identificado que o suspeito era quem vinha cometendo o tráfico de drogas por meio do aplicativo “whatsapp”.

Diante dos fatos, os quatro jovens foram encaminhados para a Derf-Rondonópolis junto com os produtos apreendidos, onde foram interrogados e autuados em flagrante delito. Após a confecção dos autos os presos foram colocados à disposição da Justiça.

 

 

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana