mato grosso

Nota MT pagou R$ 7,6 milhões em prêmios no ano de 2020

Publicados

em


A Secretaria de Fazenda (Sefaz), disponibilizou o relatório geral do Nota MT referente ao ano 2020. O documento é elaborado semestralmente pelo Núcleo Gestor do Programa a fim de dar publicidade e transparência aos dados e atividades desenvolvidas. Ao longo do ano foram distribuídos R$ 7,6 milhões em prêmios.

Para este mês de março estão programados dois sorteios, sendo eles mensal de fevereiro no dia 11 e o primeiro especial do ano que será o de Carnaval no dia 18, no quão concorrem bilhetes gerados por compras realizadas nos meses de dezembro de 2020, janeiro e fevereiro de 2021, com prêmios de 50 mil reais.

Lançado em junho de 2019, o programa encerrou o ano de 2020 tendo sorteado 13.080 prêmios para os consumidores. Foram 3.020 prêmios no primeiro semestre do ano e 10.060 no segundo, somando o montante de R$ 7,6 milhões distribuídos para os contribuintes cadastrados no Nota MT.

Houve um aumento de 70% nas premiações no segundo semestre em relação ao primeiro, pois a pandemia da Covid-19 afetou diretamente os sorteios, uma vez que houve cancelamento das extrações da Loteria Federal e eles precisaram ser suspensos entre os meses abril e junho, sendo retomados apenas no mês de julho.

Quanto a localidade dos ganhadores, a maior parte dos sorteados, ou seja 50,49% são residentes de Cuiabá e Várzea Grande, sendo o interior do estado ganhador de 49,20% dos prêmios. Ainda houveram 0,31% de ganhadores de outros estados, que também podem concorrer ao Nota MT quando fazem compras em Mato Grosso, desde que estejam devidamente cadastrados no programa.

Foram também beneficiadas 301 entidades filantrópicas, que receberam 20% dos valores dos prêmios sorteados, perfazendo um total de R$ 1,52 milhão. Essas instituições são indicadas pelo consumidor no momento do cadastro e até o dia 15 de janeiro de 2021 somavam 199 instituições beneficentes cadastradas.

De acordo com os documentos, foram contabilizados ainda 108.884 novos usuários cadastrados em 2020, somando um total de 363.167 até o final do ano. Os novos cadastros tiveram uma leve queda em relação ao primeiro semestre do ano por conta da pandemia e as mudanças de hábitos de consumo da população. Porém com a retomada dos sorteios, em julho, os novos cadastros passaram a ter um crescimento regular e constante.

Esses relatórios gerais são divididos por semestres e podem ser acessados por qualquer pessoa no site www.nota.mt.gov.br ou pelo aplicativo de celular, disponível para Android e IOS.

Foram gerados no segundo semestre de 2020 um total de 10.141.043 bilhetes para os sorteios mensais, resultando em uma diferença de 1.960.059 bilhetes em relação ao segundo semestre de 2019, tendo uma variação positiva de 23,96%.

Como concorrer

Para participar dos sorteios, o consumidor deve realizar o cadastro no portal www.nota.mt.gov.br ou pelo aplicativo disponível para Android e IOS e indicar uma instituição cadastrada para receber uma doação, caso o usuário seja sorteado. Também deve solicitar que seu CPF seja informado no Documento Fiscal Eletrônico (NFC-e, NF-e ou BP-e) no momento da aquisição da mercadoria ou bilhete eletrônico de transporte interestadual ou intermunicipal.

Tanto o portal quando o aplicativo são constantemente atualizados com o objetivo de se tornarem cada vez mais intuitivos e aumentar o número de informações do interesse do consumidor.

Os valores variam entre R$ 500 e R$ 10 mil nos sorteios mensais e chegam a R$ 50 mil nos especiais.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Propaganda

mato grosso

Mato Grosso registra 338.597 casos e 8.937 óbitos por Covid-19

Publicados

em

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta quinta-feira (15.04), 338.597 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 8.937 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 2.297 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 338.597 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 11.974 estão em isolamento domiciliar e 315.641 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 523 internações em UTIs públicas e 459 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 97,21% para UTIs adulto e em 57% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (72.045), Rondonópolis (25.253), Várzea Grande (21.937), Sinop (17.413), Sorriso (12.243), Tangará da Serra (11.338), Lucas do Rio Verde (10.948), Primavera do Leste (9.741), Cáceres (7.298) e Alta Floresta (6.473).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

O documento ainda aponta que um total de 300.194 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 691 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

Na quarta-feira (14), o Governo Federal confirmou o total de 13.673.507 casos da Covid-19 no Brasil e 361.884 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país contabilizava 13.599.994 casos da Covid-19 no Brasil e 358.425 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados desta quinta-feira (15).

Recomendações

Já existem vacinas para prevenir a infecção pelo novo coronavírus, mas ainda é importante adotar algumas medidas de distanciamento e biossegurança.

Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana