JURÍDICO

No Estadão, Sarkis celebra fortalecimento das prerrogativas

Publicados

em


“A importância dessa decisão é que ela inaugura uma nova era, em que o aviltamento dos honorários, que tanto ofendeu a dignidade da advocacia e, por consequência, o exercício dos direitos da população. Essa é uma realidade que, graças a muito trabalho e empenho da OAB, estamos em vias de deixar para trás”. Alex Sarkis, procurador nacional de Defesa das Prerrogativas do Conselho Federal da OAB, celebrou a decisão da Corte Especial do Superior Tribunal de Justiça (STJ), que decidiu que o Código de Processo Civil (CPC) deve ser aplicado ao cálculo dos honorários advocatícios.

O conteúdo pode ser visto na coluna do jornalista Fausto Macedo, referência na cobertura de temas jurídicos, no jornal O Estado de S. Paulo. “Todos sabemos que a advocacia exige imensa dedicação e grandes renúncias pessoais em prol dos interesses dos clientes. Executar a missão com afinco não significa, todavia, abdicar de direitos”, aponta Sarkis.

Clique aqui e confira a íntegra do material no site do Estadão

Comentários Facebook
Propaganda

JURÍDICO

Seminário sobre planejamento sustentável do Judiciário começa nesta terça (28) com transmissão ao vivo

Publicados

em

Conteúdo da Página

O canal do Superior Tribunal de Justiça (STJ) no YouTube transmite, nesta terça-feira (28), o primeiro dia do IX Seminário de Planejamento Estratégico Sustentável do Poder Judiciário. O evento é promovido anualmente pelo STJ no mês em que se comemora o Dia Mundial do Meio Ambiente (5 de junho). A transmissão tem links específicos para os períodos da manhã, a partir das 11h, e da tarde, a partir das 14h.

O objetivo do seminário é discutir a gestão socioambiental como fator primordial para a efetivação do desenvolvimento nacional sustentável. As edições anteriores tiveram a participação de um público formado, em grande parte, por servidores e autoridades de instituições públicas de todo o país.

A palestra inicial será do filósofo ambientalista Ailton Krenak. Durante a tarde, haverá painéis sobre sustentabilidade no Poder Judiciário, Plano Nacional de Resíduos Sólidos e mercado de carbono. A artista plástica Nara Guichon vai falar sobre “arte que vem do lixo”, e a juíza Rafaela Rosa, do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, fará uma exposição sobre ações contra a mudança do clima.

Os debates do seminário têm como referência os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030 – metas globais definidas pela Organização das Nações Unidas (ONU) em busca da erradicação da pobreza, da proteção do meio ambiente e da garantia de paz e prosperidade para as pessoas em todo o planeta.

Na quarta (29) e na quinta-feira (30), os painéis ocorrerão a partir das 14h.

Confira a programação completa.

Fonte: STJ

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

Mais Lidas da Semana