cultura

Museu da Língua Portuguesa celebra o idioma com programação online

Publicados

em

O Dia Internacional da Língua Portuguesa, na quarta-feira (5), será celebrado com uma programação especial do Museu da Língua Portuguesa, em São Paulo, nos próximos três dias. A programação começa nesta segunda-feira (3) e vai ter eventos online até quarta-feira, com lives e exibição de vídeos.

“A programação digital tem muitas mesas com convidados internacionais, celebrando essa língua que é falada por mais de 280 milhões de pessoas em nove países. O português é a quinta língua mais falada no mundo, a segunda língua mais falada na internet e tem toda uma discussão sobre a riqueza desses falares. O Museu da Língua Portuguesa tem o compromisso de celebrar a diversidade e a potência dessa língua”, disse a diretora técnica do Museu da Língua Portuguesa, Marilia Bonas.

Entre as atrações da programação online estão uma aula do músico e ensaísta José Miguel Wisnik; uma performance do músico Tom Zé; um encontro virtual ao vivo com os escritores Mia Couto (Moçambique), José Eduardo Agualusa (Angola) e Inês Pedrosa (Portugal); além de uma mesa, também ao vivo, sobre o funk e a literatura, com participação de produtores de conteúdo dos perfis Funkeiros Cults, Se Poema Fosse Funk e Favela Business, no Instagram, e do coletivo PerifaCon.

Há, ainda, a participação dos escritores Geovani Martins e Amara Moira, além da pesquisadora e curadora de literatura indígena Julie Dorrico, que conversam com Marcelino Freire sobre os falares do Brasil.

Linn da Quebrada, Dino D´Santiago e Sara Correia se juntam ao compositor e ativista cultural Vinícius Terra em um bate-papo sobre a música e o videoclipe Meu Bairro, Minha Língua, que terá pré-lançamento durante a programação.

Ao longo da semana, a antropóloga e brincante brasileira Vivian Catenacci convida a contadora de histórias caboverdiana Dulce Siqueira e a cantora e educadora moçambicana Lenna Bahule, que se apresentam em vídeo, em formato de pílulas, com repertório de brincadeiras tradicionais, cantadas e ritmadas em língua portuguesa nestes três países.

No encerramento, a cantora Maria Bethânia, faz a leitura em vídeo do poema Os Argonaustas, de Fernando Pessoa, famoso pelos versos “Navegar é preciso / Viver não é preciso”.

Nas lives, haverá tradução simultânea em Libras, a Língua Brasileira de Sinais. Todos os vídeos exibidos terão legenda.

Língua Solta

Haverá ainda visita presencial à exposição Língua Solta, mas para um público restrito de 160 pessoas (10 por vez), que já adquiriram os ingressos antecipadamente pela internet.

Com curadoria de Fabiana Moraes e Moacir dos Anjos, Língua Solta será a primeira exposição temporária do Museu da Língua Portuguesa, com previsão de reabertura no próximo semestre.

A exposição é composta por um conjunto de artefatos que ancoram seus significados no uso das palavras, como objetos da arte popular e da arte contemporânea, apresentados de maneira embaralhada, levando o público a pensar nessa divisão e em outros entendimentos possíveis para o mundo.

Esta é a quinta edição da programação comemorativa pelo Dia Internacional da Língua Portuguesa. Desde o ano passado, com as medidas de isolamento social, a programação cultural migrou para o ambiente virtual, que proporcionou também uma conexão mais ampla com a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP).

Os eventos online podem ser acessados pela página do museu, no Facebook, e também no perfil do museu no YouTube. A programação completa dos eventos, você encontra aqui.

Edição: Denise Griesinger

Fonte: EBC Geral

Comentários Facebook
Propaganda

cultura

Webinário irá dialogar sobre políticas públicas culturais da região Centro-Oeste

Publicados

em

Contemplado no edital MT Criativo promovido pela Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel-MT, o projeto Academia Digital oferece ao público um webinário para dialogar sobre as políticas públicas culturais para o Centro-Oeste brasileiro. O seminário online será transmitido nesta quinta-feira (13.05), às 14h.

Abordando temas como mecanismos públicos de financiamento, mercado cultural, economia criativa, organização do setor, problemas e soluções, intercâmbio criativo e produtivo, o webinário debaterá políticas de cultura com convidados dos estados da região Centro-Oeste.

O advogado e gestor cultural Mário Olímpio faz a mediação dos temas abordados pelos palestrantes: Wellington Abreu, que é ator, palhaço, produtor cultural, diretor de teatro e cinema no Distrito Federal; Divino Arbués, escritor, cantor e compositor mato-grossense; Luana Otto, produtora audiovisual de Goiás; e Jerry Espíndola, cantor e compositor sul-mato-grossense.

O projeto Academia Digital, do qual o webinário faz parte, visa preservar, difundir e promover o patrimônio artístico e cultural da região de Barra do Garças com a gravação de vídeos de artistas e mestres da cultura popular.  O material está em fase de finalização e será exibido a partir de julho pelas plataformas de internet da Academia de Letras, Cultura e Artes do Centro-Oeste.

Serviço

Webinário Política Cultural no Centro-Oeste

Data: quinta-feira (13/05), às 14h

Transmissão: Facebook @academiacentrooeste

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana