Várzea Grande

Município passa a ofertar eletrocardiograma em cinco Unidades de Saúde

Publicados

em

Seguindo a premissa da gestão Kalil Baracat que preza por um atendimento mais humanizado, a Secretaria de Saúde está melhorando e ampliando os serviços da Atenção Primária do Sistema Único de Saúde (SUS). A partir deste mês, cinco unidades passam a contar com um novo serviço de imagem para diagnóstico do coração – o Telediagnóstico de Eletrocardiograma – ECG -, que fornece laudos de exames de investigação do aparelho cardiovascular, facilitando a detecção e o tratamento de doenças.

O serviço é uma ação conjunta com o Núcleo de Telessaúde do Governo do Estado. Os exames são realizados pelos profissionais das Unidades Básicas de Saúde (UBS), onde os equipamentos já foram instalados e estão funcionando em cinco unidades – Clínicas de Atenção Primária dos bairros 24 de Dezembro, Parque do Lago, Marajoara, na Unidade Básica de Saúde do Santa Isabel (UBS) e na unidade Estratégia Saúde da Família (ESF) do bairro Aurília Curvo.

Segundo o secretário Municipal de Saúde, Gonçalo de Barros, a iniciativa de se estabelecer uma parceria com o Programa Telessaúde do Estado partiu da grande demanda de pacientes hipertensos. “Adquirimos com recursos próprios seis aparelhos de exame de imagem e implantamos nestas unidades com maior histórico de pacientes com hipertensão, fornecendo mais um aparelho ao Hospital e Pronto-Socorro”, explicou.

Gonçalo ainda explica que este novo serviço ajuda a desafogar as Upas e Hospital e Pronto-Socorro de Várzea Grande. “O paciente que chega com dor no peito ou outros sintomas sugestivos ao coração, o exame é feito, avaliado e o paciente já sai com o diagnóstico. Se necessário, ele é encaminhado à rede especializada. É um compromisso que assumimos e faz parte das metas estabelecidas pelo prefeito Kalil Baracat”, disse Gonçalo.

Agora, o exame de imagem é feito na unidade e, na mesma hora, é enviado via internet para o Núcleo Telessaúde no Hospital Universitário Júlio Muller (HUJM), onde são laudados e enviados via internet à Unidade Básica de Saúde solicitante, que faz a impressão do laudo e entrega ao usuário, já com o diagnóstico da causa da doença do coração, e inicia o tratamento.

No Brasil, a análise da mortalidade indica que as três principais causas de morte são, pela ordem, infartos agudos do miocárdio, acidentes vasculares cerebrais e insuficiência cardíaca, todas relacionadas ao fator de risco hipertensão. Estas constituem quatro das dez principais causas de internações no SUS, sendo responsáveis por 14% dos anos de vida perdidos ajustados por incapacidade, segundo a Organização Mundial de Saúde.

Sobre o Serviço:

Segundo a Telerreguladora do Telessaúde de Várzea Grande, a médica Cynthia Castilho Moreno, o Telessaúde é uma ferramenta de prestação de serviços e acesso à saúde, na educação continuada. “No caso do teleECG, o acesso ao laudo do eletrocardiograma sai em até 5 minutos. O serviço funciona 24 horas. Existem médicos plantonistas prontos para receberem o traçado do exame, interpretá-lo e laudá-lo quase que imediatamente, para o médico que está com o paciente. Com segurança no diagnóstico, o médico poderá iniciar o tratamento ou decidir encaminhar o paciente para uma unidade de referência de urgência. É uma ferramenta que realmente salva vidas”.

O superintendente de Atenção Primária, Geovane Renfro, disse que o Programa Telessaúde tem por objetivo apoiar a consolidação das Redes de Atenção à Saúde ordenadas pela Atenção Básica, no âmbito do SUS e é integrado por gestores da saúde, que se utilizam da Tecnologia da Informação e Comunicação para melhor capacitar as equipes de saúde da família e elevar a qualidade do atendimento básico prestado pelo SUS.

Segundo o médico Clínico Geral, da unidade do Parque do Lago, Olívio Glauber de Maman Sguarezi, com o aparelho de eletrocardiograma na unidade, e ainda apoiado com o serviço laudado pelo Telessaúde, possibilitou a melhoria de tratamento de pacientes com problemas do coração. “Chegando um paciente com dor torácica, temos protocolo de atendimento, que era urgentemente encaminhar para uma unidade que possuía o exame de imagem. Agora temos condições de imediatamente fazer o exame, ter o diagnóstico certo, e oportunamente tratar este paciente. Várzea Grande está de parabéns”, disse ele.

Comentários Facebook
Propaganda

Várzea Grande

Subcomandante da GM conquista medalha no Campeonato Brasileiro de Jiu-Jitsu

Alexander Ortiz, que é faixa roxa, competiu na modalidade peso médio master 3. O Guarda Municipal é bicampeão mundial (2019 e 2020) e campeão brasileiro de Jiu-Jitsu em sua modalidade

Publicados

em

Por Celly Silva

O subcomandante da Guarda Municipal de Várzea Grande (GMVG), Alexander Gouveia Ortiz, conquistou a medalha de bronze na modalidade peso médio master 3 (até 82 quilos) no Campeonato Brasileiro de Jiu-Jitsu Esportivo, no último sábado (25.06), no ginásio Ibirapuera, em São Paulo. O evento é organizado pela Confederação Brasileira de Jiu-Jitsu.

Ortiz, que é faixa roxa, é bicampeão mundial (2019 e 2020) e campeão brasileiro de Jiu-Jitsu em sua modalidade. Como é de costume sempre que vence, ele fez questão de levar as bandeiras de Várzea Grande e de Mato Grosso para o pódio. “É motivo de muito orgulho para mim poder representar nossa querida Várzea Grande e nosso Estado nessa competição, que é o maior campeonato nacional e que conta com grandes atletas de todo o Brasil”, disse o subcomandante.

O prefeito de Várzea Grande, Kalil Baracat, parabenizou o servidor da Guarda Municipal pela conquista e exaltou sua dedicação ao Município. “Alexander é um excelente profissional, dedicado e disciplinado, como deve ser um atleta e um subcomandante. Para nós, é um orgulho ter um exemplo como ele dentro dos nossos quadros e, ainda por cima, levando o nome de Várzea Grande para o Brasil”, afirmou.

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

Mais Lidas da Semana