mato grosso

Motoristas de ônibus de Cuiabá e Várzea Grande farão teste para Covid-19

Nessa primeira etapa os exames gratuitos serão realizados em 303 motoristas.

Publicados

em

Começa amanhã (10.06) e segue até a próxima sexta-feira (12.06), feriado de Corpus Christi, a testagem para Covid-19 em motoristas do sistema de transporte coletivo de Cuiabá e Várzea Grande. Nessa primeira etapa os exames gratuitos serão realizados em 303 motoristas.

A ação é uma parceria do SEST/SENAT e MTU/STU entidades que representam as empresas de ônibus. Segundo o diretor da unidade SEST/SENAT de Cuiabá, Ricardo Azevedo, essa é mais uma mobilização nacional realizada em mais de 120 postos, que visa atender 30 mil trabalhadores do transporte urbano e rodoviário em todo País, levando assistência social, educação e saúde. “Apesar de serem testes rápidos, o resultado será encaminhado em até 48 horas no e-mail dos participantes”, declarou. Durante a testagem, todos os motoristas vão receber máscaras de tecidos que são reutilizáveis.

A testagem vai acontecer na sede do SEST/SENAT, localizada na avenida Fernando Correa da Costa, Coxipó, em Cuiabá, das 8h às 12h. No local, haverá equipe de médicos/ enfermeiros e psicólogos para acompanhamento dos motoristas testados. Também, os trabalhadores irão receber reforço nas orientações de higienização para combate ao Covid-19.

De acordo com o presidente da MTU, Rômulo Botelho, apesar da dificuldade de conseguir os testes para aplicação nos motoristas, ação demonstra a preocupação das empresas não somente com os trabalhadores, como também, da população cuiabana e várzeagrandense que utiliza ônibus para se locomover.

Desde o início de março, as empresas do transporte urbano de Cuiabá e Várzea Grande tem intensificado medidas preventivas de modo a minimizar os riscos à saúde de passageiros e de profissionais que atuam na prestação dos serviços. Em Cuiabá, logo que a justiça autorizou a circulação de 30% da frota foram mapeadas as quatro regiões da cidade, para atender exclusivamente profissionais de serviços essenciais, principalmente da saúde. Sendo todos os ônibus identificados com adesivos, atendendo o itinerário dos hospitais públicos e privados da Capital.

Outra medida adotada foi a desinfecção e limpeza de balaústres e pega mão dos ônibus nos pontos finais das principais linhas do sistema. Também está sendo feita medição de temperatura de todos antes de iniciar a jornada de trabalho, utilizando termômetros de testa. Quem tiver temperatura acima de 37,8 graus retorna para casa.

Comentários Facebook
Propaganda

mato grosso

MTI realiza live sobre “Estimular o perfil inovador e empreendedor dos servidores públicos”

Publicados

em

A Empresa Mato-Grossense de Tecnologia da Informação (MTI) realizou na última quarta-feira (25.05), a 15° edição do Tech Talk online com o tema “Estimular o perfil inovador e empreendedor dos servidores públicos”. A live teve o propósito de aliar ações educativas, diálogo e a interação como estratégia para promover a cultura da inovação no setor público.

“O foco da área de Inovação é trabalhar com esses servidores com perfis empreendedores e entusiasmados, uma vez que, existe pesquisas que mostram que esse grupo tem o efeito de transmitir e espalhar a mudança de cultura para os conformados. Se fala que no futuro as universidades vão ser apenas certificadores de conhecimento e não promovedores de informação, porque estamos vivendo um tempo onde a informação virou “commodity” (mercadoria) e existe uma overdose de informação. O problema agora não é acessar a informação e sim saber que informação eu tenho que acessar”, destaca o superintendente e gestor governamental da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag-MT), Washington Fernando da Silva, que ministrou a live.

Segundo Paulo Márcio Pinheiro Macedo, gerente de Unidade de Gestão Estratégica de Inovação e Parcerias da MTI (Ugein), já existe uma busca para criar essa cultura de inovação dentro da MTI, sendo um deles o evento Tech Talk que procura trazer sempre assuntos relevantes e profissionais aptos para lecionar os mais diversos assuntos. “A nossa intenção é que cada vez mais o servidor desperte para um novo momento de inovação no serviço público”, disse.

“Se a inovação não muda a vida das pessoas não é inovação. Só é inovação se agregar valor de maneira significativa ao Governo, gerando economia, melhoria de qualidade ou transformação, esse é o conceito de inovação”, acrescentou.

Habilidade empreendedora é habilidade de se adaptar a novas realidades não só de fazer isso, mais de ser o próprio agente da transformação dentro do setor público, ser o protagonista e também o articulador para que outras pessoas colaborem para provocar a grande mudança dentro da esfera pública ou pequenas mudanças também. 

Criada no início do ano passado, a superintendência de Governança Digital e Inovação em Práticas Públicas, traz em seu do contexto geral como é a Trilha, as ferramentas e outros meios para estimular e desenvolver uma competência no servidor de inovação de empreendedorismo.

Para Washington Fernando da Silva, é possível empreender sendo servidor público, porque o conceito de empreendedorismo não está correlacionado a empresariar, muitas pessoas acham que empreender é só abrir empresas ou explorar comercialmente alguma ideia e não, empreendedorismo é transformar realidade é ter visões e levar a instituições para alcançar essas visões de evolução de inovação, esse conceito mais democrático é mundialmente aceito hoje e por isso se criou o termo intraempreendedorismo, que nada mais são que agentes de transformação que decidiram atuar dentro das corporações pública ou privada.

Ainda o gestor aponta que, cada vez mais, o ser humano vai ter que se concentrar em tarefas tipicamente humanas e menos tipicamente robóticas, esse é o termo que se utiliza muito. Segundo essa visão mundial, os trabalhadores vão ter que se adaptar a conviver com a máquina e, essa substituição é uma realidade.

A exemplo do sistema implantado no governo na parte de protocolos, tramitação de documentos, o Sigadoc, simplesmente não precisa mais de pessoas para ficar carregando processos, tudo é automatizado, essas novas tecnologias vão trazer outros tipos de trabalho.

“A grande massa de servidores públicos ainda não acordou para isso, não percebeu que o trabalho dele vai ser modificado e está simplesmente deixando acontecer, temos que fazer um trabalho com os colaboradores para instruir de maneira inovadora esse aspecto que é delicado para nós”, pontuou.

*Assista o vídeo na íntegra no canal da MTI no YouTube clicando AQUI

Mini currículo do palestrante: Washington Fernando da Silva Gestor Governamental, atuando em projetos estratégicos de inovação no Governo de Mato Grosso desde 2007, foi premiado nos Prêmios Empreendedor Público e Inovar para Transformar. Atualmente ocupa cargo de Superintendente de Governança Digital e Inovação em Práticas Públicas.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana