cultura

Mostra de Dança de Mato Grosso ocorre neste fim de semana com aula livre e palestra de Ana Botafogo

Com acesso gratuito, público poderá conferir espetáculos entre os dias 3 e 5 de dezembro

Publicados

em

Embaixadora da dança no Brasil, Ana Botafogo

A Mostra de Dança de Mato Grosso, em sua 14ª edição, leva ao palco do Cine Teatro, a linguagem corporal urbana e contemporânea, das manifestações artísticas populares e exibe também, espetáculos do repertório clássico.

E diante da diversidade cultural e agenda intensa entre os dias 3 e 5 de dezembro, faz de Cuiabá no período, a capital da dança, reunindo artistas de Mato Grosso, Rio de Janeiro e São Paulo para deleite do público.

A palestra e a aula livre com a embaixadora da dança no Brasil, Ana Botafogo, é uma das atividades mais aguardadas.

Já quanto às apresentações, o público tem acesso gratuito aos espetáculos encenados nos três dias, sempre a partir das 20h.

Ingressos gratuitos podem ser retirados no Espaço Caroline, piso 1 do Goiabeiras Shopping, das 10h às 20h e ainda, na bilheteria do Cine Teatro, aberta até o domingo, das 14h às 18h. O evento é realizado com incentivo do Governo de Mato Grosso, via Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel-MT).

É neste momento fértil que a mais tradicional companhia de dança, a Escola Caroline comemora 40 anos de atividade em Mato Grosso. Incansável, sua diretoria sempre se dedicou à formação e tornou dinâmico o segmento, sem medir esforços para a promoção de eventos públicos e gratuitos que têm culminado com a formação de plateia para a dança e capacitação de artistas.

Nesta perspectiva, é que em 2004 nasceu a Cidarta, Cia das Artes e Associados que, atualmente, mantém a Cia de Dança Ballet de Mato Grosso e o projeto da Mostra de Dança.

Aulas Livres

A 14ª Mostra de Dança de Mato Grosso contempla artistas mato-grossenses que chegam a Cuiabá, vindos de várias regiões do Estado, com aulas livres, ministradas por grandes nomes da dança no Brasil.

Caso de Liana Vasconcelos e Cícero Gomes, bailarinos do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, que desenvolvem atividades no primeiro dia da mostra, 3 de dezembro, às 9h e 10h30, respectivamente. No dia seguinte, é a vez da Embaixadora da Dança no Brasil, Ana Botafogo, a partir das 9h.

Outro convidado, o produtor cultural e diretor do Malosá Studio de Dança de São Paulo, André Malosá, tem participação especial na encenação de suíte do Ballet La Fille Mal Gardée, parte da Mostra de Dança.

Palestra

No dia 5 de dezembro, Ana Botafogo brindará os presentes com a palestra Vida de Bailarina, que começa às 10h.

Segundo a artista, que é Embaixadora da Dança no Brasil e bailarina do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, à ocasião, ela apresenta como ocorre a evolução do profissional da dança, falando sobre as dificuldades, desafios e superações que são inerentes à essa arte.

“A palestra é apoiada na minha vida artística onde conto minha história através de vídeos dos meus mais importantes ballets, fotos e entrevistas ao longo de minha carreira pelo Brasil e pelo mundo”.

E ressalta que a atividade se destina a todos os públicos. “Vai muito além dos praticantes e amantes de dança, atingindo em todas as idades mulheres, homens e jovens apreciadores de arte. Mas essencialmente, é um estímulo, quase um convite, aos jovens bailarinos para que continuem a buscar passo a passo o caminho de seus sonhos”.

Vitrine

A Mostra da Dança de Mato Grosso sempre teve na sua essência o esforço de dar visibilidade à produção mato-grossense, enquanto contempla o público com produções nacionais que inclusive, foram encenadas em palcos de países do mundo todo.

Assim, insere o Estado no cenário artístico da dança, nacional e internacional, possibilitando o intercâmbio e a reunião de diferentes culturas, além da reciclagem e o amadurecimento das artes.

Para a Cidarta, não há como dissociar o fortalecimento do segmento, da popularização dos diversos estilos da dança.

Ao longo dos anos a mostra tem defendido valores artísticos, despertando o interesse de jovens e profissionais que almejam a educação através da dança e das artes em geral e ainda, sensibilizando gestores públicos, produtores, artistas e público sobra a importância da qualificação da dança e a sua devida regulamentação.

Programação

03/12

9h – Aula livre com Liana Vasconcelos

10h30 – Aula livre com Cícero Gomes

20h – Mostra de dança

Cícero Gomes e Liana Vasconcelos (RJ)

Cia Najmah Dance Company (MT)

Espaço Roda – Arte e Expressão (MT)

Ópera Ballet (MT)

Dreams Ballet (MT)

Gabriela Berbetz e João Victor Gonçalves (SP)

Corpo Livre Cia de Dança (MT)

Associação Cultural Flor Ribeirinha (MT)

Sophia Lustre (SP)

João Victor Gonçalves (MT)

Dreams Ballet (MT)

Sophia Lustre e Diego Siqueira (SP)

04/12

9h – Aula livre com Ana Botafogo

17h – Espetáculo / Ballet La Fille Mal Gardee

Suíte 1 Ato

Elenco: Escola do Grupo Caroline (Cuiabá), Projeto

Constellation/Cenprhe Canopus (Várzea Grande) e Laura Cristina Ballet

(Rondonópolis). Participação Especial Malosá Studio de Dança (SP);

Coordenação: Maria Hercilia Panosso; Adaptação: Ana Carolina Pereira

e Ana Carolina Lima; Assistentes: Ana Carolina Lima e Rebeca Nicolau

20h

André Malosá (SP)

Cícero Gomes e Liana Vasconcelos (RJ)

Grupo de Dança de Rua Hypnoze Break (MT)

Ópera Ballet

Escola Municipal de Dança de Primavera do Leste

Cia de Dança Rodinei Barbosa (MT)

Dreams Ballet (MT)

Estúdio Claz (MT)

Gabriela Berbetz e João Victor Gonçalves (SP)

Espaço Roda – Arte e Expressão (MT)

Ópera Ballet (MT)

Corpo Livre Cia de Dança (MT)

Escola Municipal de Dança de Primavera do Leste (MT)

Grupo de Siriri Flor de Atalaia (MT)

05/12

10h – Palestra com Ana Botafogo: “Vida de bailarina”

20h – Encerramento com encenação do espetáculo “Ballet La Fille Mal Gardée” /Suíte 1 Ato

Vale ressaltar, todas as atividades da XIV MOSTRA DE DANÇA DE MATO GROSSO, são gratuitas e sujeitas às regras de biossegurança estabelecidas por autoridades competentes.

Mais informações: @grupocarolineoficial (Instagram)

 

Comentários Facebook
Propaganda

cultura

Inscrições para eleições do Conselho Estadual de Cultura encerram na segunda-feira (31)

Publicados

em

O Conselho Estadual de Cultura (CEC) encerra nesta segunda-feira (31.01) as inscrições para o processo eleitoral que irá eleger os novos representantes da sociedade civil. Tanto os cidadãos interessados nas cadeiras de membros (candidatos) quanto os que quiserem votar (eleitores) precisam se inscrever para participar das eleições. Ao todo, são 14 vagas disponíveis.

Todo processo eleitoral está sendo feito online, com os arquivos do Regimento Eleitoral e formulários disponíveis no site da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel).

Vale lembrar que, na fase de inscrição, é necessário concluir as duas etapas para que o cadastro seja considerado válido. Ou seja, primeiro o interessado acessa o link (candidato ou eleitor) para fornecer os dados iniciais (nome e email). Depois, ele irá receber por email o acesso para o preenchimento do formulário final. Nessa fase, é necessário inserir as informações solicitadas e anexar os documentos exigidos no Regimento Eleitoral. Ao fim, a pessoa recebe uma cópia da ficha de inscrição validada pela Comissão Eleitoral.

“Vamos ficar atentos à finalização das duas etapas. Estamos com 200 inscrições no sistema que serão inabilitadas por falta de conclusão. A Comissão eleitoral está enviando email para essas pessoas, e está de plantão para tirar todas as dúvidas e orientar os candidatos e eleitores”, explica o secretário-adjunto de Cultura, Jan Moura.

Inscrições

As inscrições ficam abertas até segunda-feira (31.01). Para participar, tanto como eleitor quanto como candidato, é necessário ter pelo menos 18 anos de idade, comprovar efetiva contribuição na área cultural e ser residente em Mato Grosso.

Cada pessoa terá direito a dois votos, um para segmento cultural e outro para território. Vale ressaltar que tanto o eleitor quanto o candidato só poderá votar e/ou pleitear a vaga relacionada à sua área artística de atuação, ou no território onde reside.

As 14 vagas são divididas entre os seguintes segmentos culturais: artes cênicas, patrimônio histórico e cultural, artes visuais, cultura tradicional e étnico-cultural, humanidades, música e rede de Pontos de Cultura.

Também estão distribuídas entre os territórios mato-grossenses: Cuiabá, Juruena, Paraguai-Guaporé, Vermelho, Teles Pires e Araguaia. Os municípios que compõem as regiões estão descritos nos anexos do Regimento Eleitoral.

O Conselho

Regulamentado pela Lei 10.378/2016, o Conselho Estadual da Cultura é um órgão colegiado vinculado à Secel. Com o objetivo de estabelecer diretrizes e prioridades para o desenvolvimento da política pública cultural em Mato Grosso, o CEC tem competência deliberativa, normativa, consultiva e de fiscalização.

Ao todo, é composto por 28 membros e suplentes, sendo 14 deles os representantes dos segmentos culturais e territórios mato-grossenses, e outros 14 os conselheiros indicados pelo Poder Público.

Serviço

Processo eleitoral do Conselho Estadual de Cultura

Período de inscrição: até às 17h do dia 31 de janeiro de 2022

Formulário Eleitor: https://formularios.cultura.mt.gov.br/index.php/144224

Formulário Candidato: https://formularios.cultura.mt.gov.br/index.php/843574

A equipe do Conselho Estadual de Cultura também está fazendo atendimento online para orientar e tirar dúvidas, por meio de um chat, disponibilizado no link do formulário de inscrição.

Informações: [email protected] e (65) 3613.0207 / 0231

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana