POLÍTICA NACIONAL

Moraes nega recurso da AGU contra depoimento de Bolsonaro

Publicados

em


source
Alexandre de Moraes, ministro do Supremo Tribunal Federal (STF)
Rosinei Coutinho/SCO/STF

Alexandre de Moraes, ministro do Supremo Tribunal Federal (STF)

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alenxandre de Moraes, negou o recurso da Advocacia Geral da União (AGU) contra o depoimento do presidente Bolsonaro. O recurso pedia o adiamento da apresentação de Jair Bolsonaro à Polícia Federal marcado para esta sexta-feira (28). 

Moraes alega que o direito ao silêncio, previsto na Constituição, não consagra “direito de recusa prévia e genérica à observância de determinações legais”.

“Não lhes é permitido recusar prévia e genericamente a participar de atos procedimentais ou processuais futuros, que poderão ser estabelecidos legalmente dentro do devido processo legal, máxime quando já definidos ou aceitos pela defesa, como na presente hipótese em que, inclusive, houve concordância do investigado em participar do ato procedimental e solicitação de dilação de prazo para o seu agendamento”, disse o ministro.

O depoimento do presidente estava marcado para às 14h da tarde destas sexta-feira. Bruno Bianco, advogado-geral da União, compareceu à PF por volta das 13h45, sem a compainha de Bolsonaro.

Leia Também

O mandatário deveria ser ouvido no inquérito que apura o vazamento de documentos sigilosos relacionado a um ataque hacker contra o Tribunal Superior Eleitor (TSE) em 2018. 




Comentários Facebook
Propaganda

POLÍTICA NACIONAL

PSDB cancela reunião após desistência de Doria: ‘Gesto de grandeza’

Publicados

em

source
João Doria desistiu de pré-candidatura nesta segunda (23)
Reprodução / redes sociais – 23.05.2022

João Doria desistiu de pré-candidatura nesta segunda (23)

Bruno Araújo, presidente do PSDB, anunciou nesta segunda-feira (23) o cancelamento da reunião executiva do partido que estava marcada para amanhã. A decisão foi tomada após desistência de Doria em concorrer à presidência da República.

Em nota, Adolfo Viana, líder da sigla na Câmara afirmou que “a reunião da executiva foi cancelada, pois seria uma reunião com a presença do ex-governador João Doria, no qual trataríamos das deliberações do encontro que tivemos com o Cidadania e o MDB nos últimos dias. Após o gesto de grandeza de Doria, esta reunião se tornou inócua naturalmente”. 

Uma nova reunião foi marcada para junho e acontecerá presencialmente na sede do PSDB Nacional. Segundo Viana, a nova data servirá para que o partido “siga alinhado”. 

“Ficam os membros da Comissão Executiva Nacional convocados para reunião ampliada, com participação das bancadas na Câmara e no Senado Federal, a ser realizada presencialmente no dia 02 de junho de 2022”, diz trecho onvocação. 




Governo de SP

Nesta segunda-feira (23), o PP confirmou que vai apoiar Rodrigo Garcia na campanha para o governo do Estado. Com esta decisão, partido praticamente sepulta o rumor de que poderia romper com o atual governador de São Paulo, diante de uma incerteza quanto à participação da sigla num eventual novo mandato de Rodrigo.

A melhora do desempenho do tucano nas pesquisas de intenção de votos, atrelado ao potencial de crescimento até o início da campanha eleitoral, favoreceu o acordo com o Progressistas, que conta com cinco deputados na Assembleia Legislativa do estado: Coronel Telhada, Delegado Bruno Lima, Delegado Olim, Letícia Aguiar e Professor Kenny.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana