economia

Moeda dos Jogos Olímpicos muda de formato e pode valer mais de R$ 5 mil; conheça

Publicados

em


source
Moeda do Jogos Olímpicos de 2012
Reprodução

Moeda do Jogos Olímpicos de 2012

Em 2012, durante as Olimpíadas de Londres, uma moeda olímpica de esportes aquáticos mudou de formato, e aqueles que mantiveram o modelo antigo conseguiram vender por mais de 720 libras (R$ 5.182,24) no Ebay, informa o The Sun.

A moeda tinha o desenho original com ondas passando pelo rosto do nadador antes de ser alterado para um conjunto de artigos olímpicos. Esse formato foi retido por colecionadores e hoje só 25% delas segue em circulação. 

Alguns modelos foram vendidos por até R$ 7.200. Esse erro de design, como tantas vezes acontece com os colecionáveis, é o que o torna atraente para os compradores.

No Brasil, as moedas das Olimpíadas de 2016  valorizam mais de 300%

Ao todo, foram 36 modelos. Algumas moedas nem chegaram a circular, foram vendidas direto para colecionadores. A moeda do Salto com Vara, por exemplo, só teve tiragem de cinco mil unidades. Foi produzida em ouro 900/1000 e vendida por R$ 1.180. Hoje, o modelo é encontrado por R$ 3.700 no Mercado Livre. 

Comentários Facebook
Propaganda

economia

Mulher denuncia empresa e pede demissão no alto-falante; veja o vídeo

Publicados

em


source
Beth McGrath usou alto-falante de loja para pedir demissão nos EUA
Arquivo pessoal

Beth McGrath usou alto-falante de loja para pedir demissão nos EUA

Beth McGrath, funcionária do Walmart no estado de Louisiana (EUA) se revoltou com as políticas trabalhistas da empresa e pediu demissão para quem quisesse ouvir, além de denunciar maus-tratos na empresa. Ela ainda chama um gerente de “pervertido”

“Trabalho no Walmart há quase cinco anos e posso dizer que todo mundo aqui trabalha com excesso de trabalho e é mal pago. A política de atendimento é otimista. Somos maltratados pela administração e pelos clientes todos os dias. Sempre que temos um problema com isso, somos informados de que somos substituíveis”, declarou ela.

“Esta empresa trata seus associados idosos como merda”, continuou a mulher, antes de encerrar o discurso dizendo: “F***-se a gerência e f***-se este trabalho”.

Veja o vídeo:


Após o desentendimento público, ela reforçou a ideia nas redes sociais e aconselhou aos que passam pela mesma situação a fazerem o mesmo.

“Não tenha medo de falar o que te incomoda, mesmo que isso acabe com você”, orientou.

Segundo o UOL, ela teria recebido várias propostas de emprego após o vídeo viralizar.




Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana