Cuiabá

Misael pede em reunião com secretário o retorno do asfalto do Altos da Serra II

Na reunião o empresário Márcio Aguiar e diretor Sérgio apresentaram as documentações e o motivo pelo qual está paralisado. O secretário de Habitação Air Praeiro garantiu dar andamento na documentação que faltava a secretaria de Obras.

Publicado

O presidente da Câmara de Cuiabá vereador Misael Galvão (PTB), esteve reunido na manhã desta quarta-feira (05.08), com os Secretários de Habitação Air Praeiro e de Obras Vanderlúcio Rodrigues, para tratar do retorno das obras do asfalto, meio-fio e calçada do Altos da Serra II. Misael foi procurado lideranças como Ailton BH, Tiago dos Trechos e vários moradores do bairro e garantiu empenho na construção da retomada, a primeira ação já ocorreu com a reunião do proprietário e diretor da empresa, Guaxe Encomind com os secretários.

Na reunião o empresário Márcio Aguiar e diretor Sérgio apresentaram as documentações e o motivo pelo qual está paralisado. O secretário de Habitação Air Praeiro garantiu dar andamento na documentação que faltava a secretaria de Obras. “O que for de nossa parte estaremos anexando este documento a secretaria de obras e ficará a cargo do secretário Vanderlúcio dar andamento e resolver outros tramites que necessitam de sua secretaria”, disse Air.

O Secretário Vanderlúcio afirmou dar procedimento a solicitação a que cabe a sua Secretaria resolver até o prazo de 15 dias úteis para retomada.

Misael vem lutando por este asfalto com a comunidade desde 2011, quando assumiu o cargo de vereador por um ano na suplência do PR, então conseguiu inserir o bairro no PAC II, que está no projeto da Minha Rua Asfaltada, compromisso do prefeito Emanuel Pinheiro com o vereador e com os moradores. O presidente ressalta que a obra vem sendo acompanhada e sempre busca soluções em entraves que acontecem durante o processo, como aconteceu da troca de empresa pela desistência de outra. No pacote geral, as obras que fizeram parte do projeto, são dos bairros Dr. Fabio I e Altos da Serra I, que estão 100% asfaltado, faltando o termino do meio fio e calçada que estão em execução.

“Esse é o nosso trabalho como vereador, fiscalizar e buscar soluções. Seguimos com a missão de trabalhar para melhorar a vida das pessoas. Por isso buscamos esta reunião com os envolvidos, o mínimo que a população espera de um agente público é isso, compromisso e trabalho, e o asfalto do Altos da Serra II é compromisso do prefeito com a comunidade. Essa região Leste ganhará várias obras e evoluirá muito, será uma das melhores de Cuiabá, obras de grande envergadura passarão por aqui, como Contorno Leste que foi luta nossa e estamos trabalhando para isso, transformar a região no melhor lugar para viver e morar”, frisa Misael Galvão.

Lembra também que o Dr. Fábio II, indicação sua e luta antiga vem sendo feito e está 90% asfaltado e luta para que fique 100%, costuma dizer que “asfalto também é saúde e qualidade de vida”.

Comentários Facebook
publicidade

Cuiabá

Quatro motoristas são presos por embriaguez ao volante em Operação Lei Seca

Publicado

Sessenta motoristas foram autuados durante a 9º edição da Operação Lei Seca na noite de sábado (26.09), em Cuiabá. A ação foi realizada na BR 364, km 403, no bairro São Matheus, próximo a Delegacia de Delitos de Trânsito (Deletran). Ao todo, 58 testes de alcoolemia foram realizados, o que resultou na prisão de quatro motoristas por embriaguez ao volante

As abordagens começaram às 22h10 e seguiram até às 23h45. Entre os Autos de Infração de Trânsito, 13 foram por conduzir sob efeito de álcool, um pela recusa do teste do bafômetro e outros 60 AIT’s diversos. Na ação, 21 veículos, entre carros e motocicletas, foram recolhidos.

A Operação Lei Seca é realizada de forma integrada e coordenada pelo Gabinete de Gestão Integrada (GGI-E) da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT).  Nesta edição, participaram representantes das Polícias Militar (PM-MT), Civil (PJC-MT) e Rodoviária Federal (PRF), Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT) e Sistema Penitenciário de Mato Grosso (Sispen).

A multa para o motorista que é flagrado dirigindo sob efeito alcoólico é de R$ 2.934,70.

No momento do teste do bafômetro, o condutor que tiver índice de álcool no sangue superior a 0,33 miligramas por litro de ar expelido será preso, pagará multa, terá a CNH suspensa e responderá por crime.

Quando a quantidade de álcool for abaixo de 0,33mg/l, o condutor é autuado, tem a CNH retida e paga multa.

 

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Agronegocio

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana