BRASIL E MUNDO

Militar negro sofre violência policial por dirigir carro sem placa nos EUA; veja

Publicados

em


source
Caron Nazario sofreu opressão policial
Reprodução/Twitter

Caron Nazario sofreu opressão policial

Um vídeo que circula nas redes sociais neste sábado (10) mostra um caso de violência policial que aconteceu nos Estados Unidos em dezembro passado. Nas imagens, Caron Nazario , segundo-tenente do Exército dos EUA, tem uma arma apontada em seu rosto pela polícia durante uma parada de trânsito.

De acordo com a imprensa local, Nazario, que é negro e latino, está processando Joe Gutierrez e Daniel Crocker, os dois policiais do estado da Virgínia que aparecem no vídeo.

O processo, aberto no Tribunal Distrital dos Estados Unidos para o Leste da Virgínia em Norfolk, afirma que os policiais violaram os direitos constitucionais do militar, que busca indenizações compensatórias e punitivas.

Na ocasião, Nazario estava com seu uniforme militar e dirigia um carro recém-comprado, que ainda estava sem placa, quando foi parado pelos policiais. No vídeo divulgado neste sábado, é possível ver que os policiais começam a seguir o carro sem placa, pedindo para que ele parasse. Nazario, porém, dirige até um local mais iluminado, e encosta o carro em um posto de gasolina.

Você viu?

Em seguida, os policiais descem da viatura e ordenam que o militar desça de seu carro. Nazario coloca as mãos para fora do carro, como ordenado pelos policiais, mas não desce do veículo, pergunta “o que está acontecendo?” e avisa que “serve o país”. Os policiais ignoram as falar de Nazario e continuam ordenando que ele desça do carro.

“Você recebeu uma ordem, obedeça-a”, diz um dos policiais. “Honestamente, eu estou com medo de descer do carro”, afirma Nazario. “É, você deveria estar com medo”, respondeu o policial.

Nesse momento, Nazario pergunta novamente o que está acontecendo e o que ele fez para estar sendo parado pela polícia . Um dos policiais, então, aponta uma arma para o seu rosto e pega seu braço para forçá-lo a descer do veículo. Nazario tenta acalmar os policiais, mas um deles espirra spray de pimenta em seu rosto quatro vezes. Com dificuldades para respirar, o homem desce do carro e é jogado no chão pelos policiais. Assista ao vídeo completo:


Fonte: IG Mundo

Comentários Facebook
Propaganda

BRASIL E MUNDO

Atual ministro da Saúde, Marcelo Queiroga será ouvido pela CPI nesta quinta (06)

Publicados

em


source
Atual ministro da Saúde, Marcelo Queiroga será ouvido pela CPI nesta quinta (06)
Divulgação/Ministério da Saúde

Atual ministro da Saúde, Marcelo Queiroga será ouvido pela CPI nesta quinta (06)

Em seu terceiro dia de depoimentos, a  CPI da Covid irá ouvir nesta quinta-feira (06) o atual ministro da Saúde, Marcelo Queiroga. Após a fala do mandatário da pasta, a comissão irá ouvir o diretor-presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária ( Anvisa ), Antonio Barra Torres.

Ambos irão falar para comissão parlamentar de inquérito sob a condição de testemunhas. Isso significa que o depoente se compromete a dizer a verdade, sob o risco de incorrer no crime de falso testemunho.

Marcelo Queiroga chega pressionado ao depoimento. Isso porque na manhã da última quarta-feira, o ministério da Saúde confirmou em coletiva de imprensa que contratou apenas a metade do total de vacinas contra a covid-19 anunciadas. Das 560 milhões de doses anunciadas, apenas 280 milhões estão sob contrato.

A quantia não seria o suficiente para imunizar completamente toda a população brasileira. Por isso, Queiroga anunciou que negocia mais 100 milhões de doses com a farmacêutica Pfizer. A expectativa do ministério é fechar o contrato antes do depoimento à CPI da Covid.


Nos últimos depoimentos, Mandetta e Teich revelaram divergências com o presidente Jair Bolsonaro sobre a condução do combate à pandemia por parte do governo federal.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana