Saúde

Mesmo saudável, é necessário fazer exames de rotina e telemedicina pode ajudar

Publicados

em


source
iG promove a primeira semana da Saúde
Pexels

iG promove a primeira semana da Saúde

A maioria das pessoas só procura um médico quando tem algo de errado, como um sinal, uma mancha, dores e desconfortos. Quando está tudo bem é normal se esquecer de ir ao médico, esquecendo que muitas doenças podem ser melhor tratadas se descobertas antes dos sintomas se manifestarem .

As consultas on-line podem facilitar essa rotina de prevenção por serem mais acessíveis do que as consultas presenciais. A prevenção também pode envolver   exames de rotina que possibilitam a avaliação geral do organismo, como exames de sangue, fezes e urina, além de examinar as funções respiratórias.

Além disso, essa avaliação possibilita o médico descobrir quais doenças o paciente pode ser mais susceptível a contrair. Através do histórico familiar é possível identificar doenças mais frequentes e propor mudanças para tentar impedir que elas se manifestem.

Muitas empresas já entenderam a importância da prevenção, até pela perspectiva econômica, e já tem implantado programas de prevenção a doenças para seus colaboradores. Muitas vezes um paciente pode acabar indo a um desses exames e perceber alguma alteração em seu organismo mesmo não tendo nenhum sintoma aparente.

Após entender as necessidades específicas de cada paciente e seus hábitos de vida e alimentares é possível traçar uma forma de prevenir que doenças silenciosas o surpreendam.

Fonte: IG SAÚDE

Comentários Facebook
Propaganda

Saúde

Rio: 24 cidades estão sem mortes por covid-19 há duas semanas    

Publicados

em


Dos 92 municípios do estado do Rio, 24 estão há duas semanas sem registrar mortes por covid-19. O levantamento é de técnicos da Secretaria de Estado de Saúde (SES), divulgado nesta sexta-feira (30). A análise levou em consideração dados das semanas epidemiológicas 27 e 28, período de 4 a 17 de julho.

As cidades sem óbitos provocados pela doença são: Aperibé, Armação dos Búzios, Arraial do Cabo, Cambuci, Cantagalo, Cardoso Moreira, Carmo, Comendador Levy Gasparian, Cordeiro, Duas Barras, Italva, Itaocara, Laje do Muriaé, Macuco, Miguel Pereira, Paracambi, Paty do Alferes, Rio das Flores, Santa Maria Madalena, São José de Ubá, São Sebastião do Alto, Sumidouro, Trajano de Moraes e Varre-Sai.

O secretário estadual de Saúde, Alexandre Chieppe disse que é importante destacar que essa análise não pode ser feita com semanas tão próximas. “É preciso respeitar 15 dias, ao menos, para que as informações estejam mais consolidadas. O resultado é consequência da vacinação no estado do Rio de Janeiro, que já atingiu mais de 50% de toda população fluminense adulta com ao menos uma dose da vacina”, avaliou.

A secretaria informou ainda que muitos casos são notificados após a data do óbito. Por essa razão, desde o início da pandemia, recomenda-se que a análise das informações seja feita pela data de ocorrência da morte; e não pela data de notificação ou confirmação.

Edição: Fábio Massalli

Fonte: EBC Saúde

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana