POLÍCIA

Homem que matou amigo em Mato Grosso durante caçada se apresenta à Polícia

Publicados

em

(Imagem meramente ilustrativa)

O homem responsável pela morte do próprio amigo ocorrido durante uma caçada na zona rural de Sorriso (442 km ao norte de Cuiabá) se apresentou na manhã desta terça-feira (04.05) à Polícia Civil. Acompanhado de advogado, o suspeito apresentou a sua versão dos fatos ao delegado de polícia, José Getúlio Daniel.

O fato que resultou na morte da vítima, Allan Michel de Almeida, de 26 anos, ocorreu no domingo (02.05) em uma fazenda na zona rural, a aproximadamente 48 quilômetros da área urbana de Sorriso. A vítima era compadre do suspeito.

Segundo as informações, o suspeito, seu filho e a vítima foram pescar no local e quando retornavam entraram em um milharal para caçar porco. Durante a caçada, eles conseguiram matar um porco que foi amarrada e em seguida se separaram em busca de outros animais.

Durante a caçada, o suspeito efetuou um disparo que acabou atingindo o amigo. O suspeito socorreu a vítima, a levando para Unidade de Pronto Atendimento de Sorriso e logo em seguida foragiu do local.

O delegado José Getúlio Daniel explica que mesmo se apresentando na delegacia, o suspeito não ficou preso uma vez que já não estava em situação de flagrante e por não ter mandado de prisão decretado pela Justiça em seu desfavor.

“Foi instaurado inquérito policial em que o suspeito responderá pelos crimes de homicídio culposo, porte ilegal de arma de fogo e crime ambiental de matar animal silvestre”, disse o delegado.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Propaganda

POLÍCIA

Autores de latrocínio de idosos são autuados em flagrante e Polícia Civil representa por prisão preventiva de dupla

Publicados

em


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT 

Dois suspeitos do roubo seguido de morte cometido contra um casal de idosos no final de semana, no município de Brasnorte (579 km a noroeste de Cuiabá) foram presos em flagrante nesta segunda-feira (17), após diligências ininterruptas realizadas pela Polícia Civil e Polícia Militar.

Um dos suspeitos foi localizado na manhã desta segunda-feira pela Polícia Militar. O segundo foi preso horas depois por uma equipe da Polícia Civil de Brasnorte e entregou a arma utilizada no crime, uma foice.

As vítimas Ilza Dutra Bragança, de 73 anos, e seu esposo, José Januário Bragança Filho, de 74 anos, foram mortas a golpes de foice na noite de sábado para domingo, enquanto dormiam, na chácara localizada a 11 quilômetros da cidade. Uma das vítimas foi encontrada no sofá e a mulher foi estava deitada em um colchonete.

Da casa foram levados objetos pessoais, uma quantia em dinheiro e a camionete do casal, uma Chevrolet S10. A filha do casal foi quem encontrou os pais mortos. Para entrar na casa, ela precisou arrombar a porta da sala da residência e em seguida, acionou a Polícia Militar.

Assim que tomou conhecimento do crime ocorrido na manhã de domingo, a equipe da Delegacia da Polícia Civil acionou a Politec e seguiu para a chácara das vítimas a fim de coletar as informações e realizar as perícias necessárias.

Com base nos indícios coletados, os policiais civis iniciaram as diligências junto com a PM. com a informação de que a camionete estava com pouco combustível, a Polícia Civil realizou buscas em postos da cidade e recebeu a informação de que um veículo com as características do que foi roubado foi abastecido em um estabelecimento. Com essa indicação, os policiais chegaram à característica de um dos suspeitos.

Na tarde de domingo, a camionete das vítimas foi localizada próxima a uma cerâmica da cidade e dentro continham objetos pessoais e documentos de Ilza Bragança.

Dando continuidade às buscas conjuntas, na manhã desta segunda-feira, os policiais militares localizaram um dos suspeitos. O segundo foi preso à tarde pelos policiais civis e entregou a arma usada no crime, uma foice. Foi recuperada ainda uma espingarda levada das vítimas.

O delegado Heberth Hugo Montenegro informou que ambos admitiram que a dupla foi até a chácara com o intuito de roubar bens, pois sabia que as vítimas guardavam dinheiro na residência. Os dois foram autuados em flagrante por roubo seguido de morte e serão apresentados em audiência de custódia da Justiça.

O delegado de Brasnorte encaminhou ao Poder Judiciário a representação pela prisão preventiva dos suspeitos.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana