mato grosso

Mauro e Virginia Mendes recebem honraria por ações em prol da Defesa Civil do Estado

Publicado

Governador, primeira-dama e autoridades recebem Medalha Mérito da Defesa Civil | Foto: Michel Alvim

O governador Mauro Mendes e a primeira-dama Virginia Mendes e diversas autoridades receberam nesta quinta-feira (03.12) a Medalha Mérito Engenheiro Domingos Iglesias Valério pelos serviços e ações em prol do sistema de Defesa Civil de Mato Grosso nestes dois anos de gestão.

A honraria foi entregue pelo secretário adjunto de Proteção e Defesa Civil, César Viana de Brum. Também receberam a medalha os secretários de Estado, Mauro Carvalho (Casa Civil), Marcelo de Oliveira (Infraestrutura e Logística), Alexandre Bustamante (Segurança Pública) e Rosamaria Carvalho (Assistência Social e Cidadania) e o deputado estadual Max Russi, entre outros homenageados.

“Sem dúvida o reconhecimento é importante para todos nós, pelas ações que fazemos e que sejam dignas. Isso nos estimula a continuar a trabalhar cada dia mais e entregar mais. A Defesa Civil é extremamente importante e nos momentos de grande turbulência, como enfrentamos este ano, é ela que atua fortemente para dar assistência e um conjunto de serviços à população do nosso Estado”, afirmou o governador.

Durante a entrega da medalha, o chefe da Defesa Civil Estadual fez questão de destacar as entregas de cestas básicas, lideradas pela primeira-dama, principalmente neste ano de 2020, para o enfrentamento da pandemia do coronavírus.

Com a parceria da Defesa Civil, a campanha Vem Ser Mais Solidário distribuiu mais de 330 mil cestas básicas, beneficiando cerca de 1,7 milhão de pessoas carentes em todo Mato Grosso.

Primeira-dama, Virginia Mendes, recebe Medalha Mérito da Defesa Civil | Foto:: João Reis

“Me sinto muito honrada em receber essa medalha da Defesa Civil, principalmente, pela parceria que a instituição tem desde o início da pandemia para a entrega das cestas básicas. Eles foram parceiros essenciais para fazer com que os alimentos chegassem em todos os municípios e famílias carentes, comunidades indígenas e povos quilombolas. Trabalhar em parceria com a Defesa Civil é essencial para a boa realização das ações sociais que promovemos”, disse Virginia Mendes.

“Foram milhares de famílias carentes atendidas com cestas básicas e cobertores e tivemos a honra de apoiar a primeira-dama e a Sestasc nesse trabalho voluntário. Estou muito honrado em poder agraciá-la hoje com esta medalha”, completou César.

Ele também destacou outras ações realizadas pelo Governo do Estado como merecimento para as homenagens concedidas, como o trabalho feito para que Mato Grosso saísse “do caos econômico, usufruindo de uma condição de equilíbrio fiscal; proteção do Pantanal, Cerrado e Amazônia contra os incêndios florestais; ampliação dos leitos de UTI e de enfermarias e hospitais construídos em tempo recorde para acolher a demanda da pandemia; policiamento efetivo e presente nos 141 municípios; desinfecção de centenas de prédios e áreas públicas para prevenção à Covid-19; asfaltamento de rodovias e construção de pontes de concreto, diminuindo distâncias, aumentado a segurança do tráfego, protegendo pessoas do isolamento provocado por atoleiros e enchentes e permitindo acesso à saúde e educação; apoio voluntário em comunidades carentes, quilombolas e ribeirinhas; e por fim, proteção à população com ações preventivas”.

“Essas ações são o motivo da Defesa Civil Estadual entregar esta medalha a todos vocês. Protegemos a população mato-grossense em diversos aspectos, principalmente neste ano de pandemia. Fomos todos a mão amiga e o braço acolhedor, pois o Estado teve condições para tomar medidas e direcionar o apoio à população”, finalizou o secretário adjunto.

Também foram homenageados com a medalha:

– Otaviano Olavo Pivetta – Vice-Governador do Estado;

– José Eduardo Botelho – Deputado Estadual – Presidente da Assembleia Legislativa do Estado;

– Gilberto Gomes de Figueiredo – Secretário de Estado de Saúde;

– Jonildo José de Assis – Comandante-Geral da Polícia Militar do Estado;

– José Antônio Bezerra Filho – Juíz de Direito e Coordenador do Projeto Ribeirinho Cidadão

– Eduardo Henrique de Souza – Secretário Adjunto da Casa Militar;

– Abiezer Ferreira da Silva – Secretário-Geral da Assembleia Legislativa do Estado;

– Giovani Eggers – Comandante Regional Bombeiro Militar III;

– Vanderley Bonoto Cante – Comandante Regional Bombeiro Militar II;

– Willckerson Adriano Cavalcante – Comandante Regional Bombeiro Militar IV;

– Vicente Manoel de Deus Neto – Comandante Regional Bombeiro Militar V;

– Ranie Pereira Sousa – Comandante Regional Bombeiro Militar VII;

– Marcelo Augusto Reveles Carvalho – Superintendente de Proteção e Defesa Civil;

– Tiago Bueneo Silva – Agente Voluntário de Defesa Civil;

– Camila Cervante Guedes – Ex Compdec de Paranatinga;

– Valdenice Galelli – Compdec de Claudia;

– Fabio dos Santos – Compdec de Sorriso;

– Arinéia Graciela Ardaia – Ex Compdec de Cáceres;

– Paulo Henrique Fernandes Borges – Ex Compdec de Barra Do Garças;

– Danielle de Assis Carvalho – Compdec de Poconé;

– Luís Cláudio Pereira da Cruz – Assessor Executivo da Defesa Civil;

– Everson Bom Despacho do Nascimento – Assessor Executivo da Defesa Civil;

– Alexandre Xavier de Araujo – Assessor da Defesa Civil.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
publicidade

mato grosso

Aulas na rede estadual de ensino começam dia 8 de forma não presencial

Publicado


As aulas da rede estadual de ensino irão começar no próximo dia 8 de fevereiro, de forma não presencial (on line ou por meio de apostilas). A decisão foi tomada pelo Governo de Mato Grosso e levou em consideração o aumento no número de casos de Covid-19 no Estado e a crescente demanda por leitos de UTI.

O Estado também avaliou a opinião de pais de alunos e dos profissionais da Educação.

“A decisão foi tomada para preservar a saúde dos profissionais da Educação e as famílias dos alunos, em decorrência do aumento no número de casos da doença no Estado e a ocupação dos leitos de UTI”, destacou o governador Mauro Mendes. 

Outra decisão do governo será avaliar toda segunda-feira a curva epidemiológica da doença. Ou seja, verificar se os casos estão aumentando ou diminuindo, para decidir se as aulas serão mantidas de forma não presencial ou irão para a modalidade híbrida (em que intercala alunos estudando de forma presencial e a outra parte de forma não presencial).

Um boletim epidemiológico será emitido toda segunda-feira, após o retorno das aulas, para informar a comunidade se haverá ou não alteração na modalidade de ensino.

O Estado conta com mais de 700 escolas estaduais, com 380 mil alunos e 40 mil profissionais da Educação. De acordo com o secretário de Estado de Educação, Alan Porto, “a infraestrutura escolar está preparada para atender os alunos e profissionais tanto no ensino não presencial como no híbrido”.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Agronegocio

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana