mato grosso

Mato Grosso tem 12 municípios com alto risco de contaminação pela Covid-19

Publicados

em

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) divulgou, nesta terça-feira (11.05), o Boletim Informativo n° 429 com o panorama da situação epidemiológica da Covid-19 em Mato Grosso.

O documento mostra, a partir da página 11, que 12 municípios registram classificação de risco alto para o coronavírus. São eles: Araguainha, Brasnorte, Canabrava do Norte, Confresa, Figueirópolis D’Oeste, Juína, Marcelândia, Novo São Joaquim, Reserva do Cabaçal, São José do Povo, Tangará da Serra e Torixoréu.

Outras 129 cidades estão classificadas na categoria moderada para a contaminação do coronavírus. Nenhum município foi classificado com risco muito alto ou baixo para a Covid-19.

Novo método para classificação

O método para definir a classificação de risco dos municípios foi aprimorado. A mudança foi publicada no Diário Oficial do dia 25 de março de 2021. Desde então, não é levado em consideração apenas o número absoluto dos casos dos últimos quatorze dias, mas sim a média móvel dos últimos quatorze dias.

Assim, o município não sofrerá uma mudança brusca de um boletim para o outro; a cidade ficará na mesma categoria por pelo menos duas semanas, conforme sua média móvel de casos.

Também foi aperfeiçoado o cálculo dos casos acumulados. Antes eram considerados os casos acumulados a partir do dia 1º de dezembro de 2020. Com a nova metodologia, a análise será realizada sempre com base nos casos acumulados dos últimos 90 dias.

Confira as medidas de acordo com a classificação de risco

  • Nível de Risco Moderado

a) implementação e/ou manutenção de todas as medidas previstas para o Nível de Risco BAIXO;

b) quarentena domiciliar para pessoas acima de 60 anos e grupos de risco definidos pelas autoridades sanitárias.

  • Nível de Risco ALTO

a) implementação e/ou manutenção de todas as medidas previstas para os Níveis de Risco BAIXO e MODERADO;

b) proibição de qualquer atividade de lazer ou evento que cause aglomeração;

c) proibição de atendimento presencial em órgãos públicos e concessionárias de serviços públicos, devendo ser disponibilizado canais de atendimento ao público não-presenciais;

d) adoção de medidas preparatórias para a quarentena obrigatória, iniciando com incentivo à quarentena voluntária e outras medidas julgadas adequadas pela autoridade municipal para evitar a circulação e aglomeração de pessoas.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Propaganda

mato grosso

Fórum de Gestão de Pessoas discute gestão e melhorias no serviço público diante da covid-19

Publicados

em


O 2º Fórum de Gestão de Pessoas promovido pela Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag), discutiu nesta quarta (16) e quinta-feira (17), como transformar em conhecimento todos os debates provocados pela pandemia de forma a garantir aos usuários do serviço público um sistema mais eficiente e preparado em tempos de crise. Participaram do evento, servidores públicos que trabalham nas áreas de gestão de pessoas do Executivo estadual.

Com a sua primeira edição online, devido à covid-19, o tema central foi “Contribuições para a Modernidade da Gestão de Pessoas no Poder Executivo do Estado de Mato Grosso em Tempos de Pandemia”.

Durante a abertura, o titular da pasta, Basílio Bezerra, deu boas-vindas aos participantes, e reforçou a importância que os gestores e técnicos têm para a administração pública.

“Modernizar as atividades de gestão de pessoas passa por vários processos como tecnologia, melhoria das normas e a capacitação dos servidores por meio de treinamentos. Esses fatores contribuem muito para uma boa prestação de serviços e convivência no ambiente laboral”, disse Bezerra.

Também fizeram parte da programação do primeiro dia de evento, apresentação musical e teatral e três rodas de conversa, em que foram debatidas temáticas como saúde mental na pandemia, os efeitos da covid-19 no ambiente de trabalho e os desafios e as perspectivas para o futuro.

Já no segundo dia, foram apresentadas as ações do Protocolo de Intenções firmado no 1º Fórum, além dos resultados alcançados por meio das novas práticas, bem como casos de inovações nas soluções em gerir e desenvolver servidores públicos.

Na avaliação da secretária adjunta de Gestão de Pessoas, Lidiane Leite, o evento trouxe a reinvenção pela qual a administração pública tem passado diante da pandemia, seja pelo teletrabalho ou pelas adaptações das reuniões remotas, além de “mostrar a busca constante para um melhor atendimento ao cidadão, uma das medidas que tomamos foram os investimentos em capacitação de servidores”.

Ela também destacou que “é fundamental que a Seplag como órgão central de gestão de pessoas, esteja interligada com as setoriais”.

A realização é uma iniciativa da Secretaria de Adjunta de Gestão de Pessoas, por meio da Superintendência de Desenvolvimento, Valorização e Saúde do Servidor, em parceria com a Secretaria Adjunta de Gestão do Conhecimento e Qualificação Profissional.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana